Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Os 20 melhores filmes de terror da nova geração

Por| Editado por Durval Ramos | 20 de Abril de 2024 às 14h45

Link copiado!

Universal Pictures, Diamond Films, 20th Century Studios
Universal Pictures, Diamond Films, 20th Century Studios

Os filmes de terror sempre fizeram sucesso com o público. Afinal, o cinema é aquele ambiente controlado em que o público pode se deparar com monstros e assassinos sem correr um risco real, se divertindo apenas com os sustos e o medo apresentado por essas histórias — sensações que vão embora assim que a luz acende.

Só que o cinema de horror precisa estar em contante evolução. Por muito tempo, o jumpscare e o derramemento de sangue eram suficientes paradeixar a audiência arrepiada, mas o público hoje pede algo mais. Por isso, com o passar dos anos, o gênero precisou se reiventar várias vezes para continuar garantindo as noites mal dormidas e os pesadelos dos fãs. E há toda uma nova geração de filmes e cineastas cuidando para que isso aconteça.

Continua após a publicidade

Falar em nova geração, aliás, é sempre complicado. Afinal, nunca há uma data exata que divida o velho do novo, mas é possível traçar algumas linhas. O surgimento da A24, em 2012, é um exemplo de marco nessa história. O estúdio contribuiu para que novos títulos interessantes ganhassem destaque, principalmente ao apostar em novasformas de assustar o público, fugindo dos clichês e entregando grandes clássicos modernos, como Hereditário, Lamb e A Bruxa. A partir daí, outras produtoras e diretores passaram abuscar essa inovação, resultando em um ótimo momento para o cinema de terror.

O principal diferencial dos novos filmes é que eles têm enredos que vão além dos sustos banais e trazem histórias mais aprofundadas, muitas vezes com críticas sociais ácidas, como no caso de Fale Comigo e Morte, Morte, Morte. Há também aqueles que mesclam terror com comédia — o chamado terrir — para conquistar a audiência, como no caso do filme de vampiro Reinfield. Um subgênero que não é necessariamente novo, mas que ganhou novo espaço nos últimos anos.

Seja qual for o seu gosto, a verdade é que a nova geração do horror sempre terá um título que pode te agradar. Conheça agora os 20 melhores!

20. Abigail

Como era de se esperar, na nova geração do terror, os filmes de vampiro também têm ganhado nova roupagem e Abigailé um bom exemplo disso. O longa traz a clássica figura do monstro devorador de sangue e a coloca na forma de uma simples e meiga garotinha. É algo que já vimos antes, é verdade, mas a forma com que o longa brinca com essa subversão, fazendo com que as verdadeiras vítimas sejam os criminosos que sequestraram a menina, é o que o coloca entre os melhores de sua geração. 

Lançado nos cinemas em abril de 2024, ele é estrelado por Melissa Barrera (de Pânico),  Angus Cloud (Euphoria), Kevin Durand (Gigantes de Aço) e Dan Stevens (Downton Abbey). 

Continua após a publicidade

19. M3GAN 

Se os filmes de vampiros estão se reiventando, os de bonecos também não ficam para trás, e M3GANpode provar isso. Lançado em 2023, ele conta a história de uma boneca que é uma espécie de robô e foi projetada para fazer companhia à Cady, uma garotinha que perde os pais em um acidente de carro e agora tem que viver com a tia Gemma, uma famosa robocista.

Acontece que, quanto mais Cady e M3GAN interagem, mais a inteligencia artificial da boneca vai se aprimorando, até chegar no momento em que ela fica independente e resolve matar tudo e todos que considera uma ameaça para a criança. Diante disso, Gemma precisa correr contra o tempo para evitar que o pior aconteça.

Continua após a publicidade

Mesclando momentos engraçados com perseguições bizarras, M3GAN faz uma crítica ao uso das IA e mostra como uma máquina não pode substituir o afeto de um ser humano. O elenco conta com Alisson Williams, de Girls, e você pode assistir ao filme na Apple TV+, Globoplay e Google Play.

18. Sorria 

Focando no terror piscológico, Sorriachegou aos cinemas contando a história de uma psiquiatra chamada Rose tendo que lidar com uma estranha maldição que faz as pessoas sorrirem sem parar, mesmo diante do maior dos sofrimentos.

Continua após a publicidade

Um dia, ela recebe uma mulher que comete suicídio na sua frente, mas que antes diz estar amaldiçoada por uma espécie de criatura que sempre aparece sorrindo. Sem saber direito o que fazer, a médica fica em choque e tenta descobrir qual o motivo dessa alucinação. Mas o que ela não imaginava é que a criatura é totalmente real e vai atormentar a sua vida até que ela cumpra uma missão; matar alguém ou tirar a própria vida.

Elogiado pelos espectadores e pela crítica, Sorria teve uma forte campanha de marketing, o que atiçou a curiosidade do público e levou mais gente ao cinema, mas o sucesso do longa se deve principalmente pelo seu roteiro bem escrito e por uma tensão constante que leva Rose (e a audiência) quase à loucura.

17. O Mal que nos Habita

Continua após a publicidade

O terror argentino também mostrou a que veio e se consagrou com O Mal que nos Habita, filme lançado no início de 2024 e que tem quase todos os elementos que os fãs do gênero amam: perseguição, tensão crescente e possessão. Dirigido por Demián Rugna, o longa se passa em uma pacata cidade do interior e mostra um homem cheio de feridas que está possuído pelo diabo.

Diante disso, dois irmãos se veem encurralados e decide fugir do local. Só que, mesmo longe do tal morimbundo, eles terão que encarar o mal de frente, mesmo sem saber como combatê-lo.

Com excelente roteiro, ótimos efeitos especiais e um enredo que não deixa o público nem respirar, esse longa é a opção perfeita para quem quer assistir a um filme da nova geração. Ele está disponível para aluguel na AppleTV+.

16. Terrifier

Continua após a publicidade

Apesar da nova geração do terror não ser muito focada no gore, uma franquia de filmes slashers tem feito sucesso. Trata-se de Terrifier, que abusa do absurdo para contar a história de um palhaço vingativo que não hesita em matar, com requintes de crueldade, qualquer pessoa que cruzar o seu caminho. Ele surge sempre no Halloween, quando as pessoas estão fantasiadas e, assim, se camufla na multidão para escolher suas vítimas.

O filme tem cenas forte e tão esdrúxulas que chegam a ser engraçadas, e é justamente essa mistura do grotesco com o humor que faz dele um dos melhores exemplares da nova geração, mostrando que o gore ainda tem espaço mas não pode ficar preso a velhas fórmulas. Quer assistir? Você encontra o primeiro filme — são três no total — na Apple TV+, Microsoft e Google Play.

15. Fale Comigo

Continua após a publicidade

Dirigido pelos irmãos Danny e Michael Philippou, dois australianos que faziam muito sucesso com vídeos no YouTubeFale Comigo chegou aos cinemas fazendo barulho a ponto de ser apontado como o melhor terror de 2023. O filme era esperado com expectativas altas, por ser uma produção da A24 e por usar o terror como uma crítica à espetacularização do sofrimento e do vício. E a produção realmente não fez feio.

Com uma trama intrigante e várias cenas de exorcismo, a obra é, ao mesmo tempo, divertida e assustadora. Na trama, um grupo de amigos encontra uma mão embalsamada que lhes permite conjurar espíritos. Para isso, eles precisam acender uma vela, segurar a mão e dizer as seguintes palavras: "fale comigo!".

O problema é que há um tempo máximo para essa brincadeira acontecer e, se esse tempo for extrapolado, consequências graves podem afetar a vida de todos. Como não poderia deixar de ser, é claro que um membro do grupo quebra as regras e espíritos malignos vêm assombrá-los.

Continua após a publicidade

Com Sophie Wilde como protagonista, Fale Comigo pode ser assistido na Apple TV+ e no Google Play.

14. X – A Marca da Morte

Estrelado por Mia Goth e Jenna Ortega, X - A Marca da Morte também é um excelente terror da A24, e acompanha a história de um grupo de atores que viaja até a zona rural do Texas para encontrar uma fazenda que servirá de locação para o novo filme pornô.

Continua após a publicidade

Chegando no local, eles estranham o comportamento dos anfitriões — Howard e Pearl, um casal de idosos mal-humorados e ranzinzas —, mas acabam seguindo com as filmagens. Com o passar do tempo, no entanto, as atitudes de Pearl começam a ficar ainda mais estranhas e o que era apenas uma filmagem se transforma em um verdadeiro pesadelo para os amigos.

Marcado como o primeiro capítulo da trilogia X, que conta ainda com Pearl e o vindouro MaXXXine, X – A Marca da Morte é um filme de Ti West e pode ser assistido no Prime Video, Apple TV+, Microsoft e Google Play.

13. Morte, Morte, Morte

Continua após a publicidade

Com um plot twist bem interessante, este filme de 2022 também acompanha as aventuras de um grupo de amigos, só que, nesse caso, eles estão reunidos em uma mansão para esperar uma tempestade passar. Quando a luz acaba, decidem brincar de Morte, Morte, Morte, um jogo em que precisam descobrir quem é o assassino de mentirinha.

Acontece que, surpreendendo a todos, um deles é realmente morto com um corte no pescoço e o grupo precisa ficar atento para descobrir o mais rápido possível quem é o infiltrado que está com sede de sangue.

Trazendo também boas pitadas de humor, o longa faz uma boa crítica à geração Z e pode ser assistido na HBO Max, Apple TV+ e Google Play.

12. Ninguém Vai te Salvar

Elogiado por Stephen King e Guillermo del Toro, este filme de 2023 se tornou um dos queridinhos do gênero ao contar uma história de invasão alienígena. Praticamente sem diálogos, o filme acompanha a jovem Brynn, uma garota que vive na mesma casa que passou sua infância em uma área afastada da cidade. Sem muitos amigos, ela é isolada da sociedade e ainda tem que lutar com crises de ansiedade constantes.

Para piorar sua situação, um dia é acordada com ruídos estranhos e logo descobre que alienígenas invadiram sua casa e que ela terá que lutar com eles para conseguir sobreviver.

Entregando momentos de medo, angústia e ansiedade, Ninguém Vai te Salvar é uma produção de Brian Duffield (A Babá) e está disponível no Star+.

11. O Exorcista do Papa

Quem gosta de filmes de exorcismos e está buscando os melhores da nova geração, não pode deixar de assistir a O Exorcista do Papa, um longa protagonizado por Russell Crowe e baseado na história real do padre italiano Gabriele Amorth, considerado o exorcista-chefe do Vaticano.

Na trama, Amorth investiga a possessão de um menino e acaba descobrindo uma conspiração da Igreja Católica que o Vaticano tentou esconder por anos. Diante disso, ele precisa decidir se ignora suas descobertas ou se confronta a Igreja e seus líderes.

Com bons efeitos especiais e uma história atrativa, o longa não fez feio no cinema e conseguiu 81% de aprovação do público comum no Rotten Tomatoes. Quem quiser assisti-lo, o encontra na HBO Max, Apple TV+, Google Play e Microsoft.

10. Casamento Sangrento

O título em português até soa um tanto quanto genérico, mas Casamento Sangrento é uma dessas surpresas pelas quais a gente não dá nada e que entregam uma história muito boa. Tudo isso a partir da história de uma jovem que casa com o herdeiro de uma família milionária, mas descobre que o matrimônio nada mais é do que apenas mais uma peça no jogo desse pessoal excêntrico.

Isso porque, de repente, ela se vê no meio de um estranho ritual e vai precisar lutar pela própria vida para escapar desse terror antes mesmo da lua-de-mel.

Casamento Sangrento está disponível no Star+.

9. Fresh

Outro filme de terror da nova geração que agrada é Fresh, uma trama ácida que aborda o canibalismo de uma forma muito interessante. Na história, uma garota se cansa de toda a frustração que os apps de relacionamento lhe deram e tenta flertar à moda antiga. Com isso, conhece um homem no mercado e os dois marcam de sair. Tudo vai bem no relacionamento, até que ela passa a conhecer um pouco mais sobre o seu novo amado e descobre que ele tem apetites bem incomuns.

Com Sebastian Stan (Falcão e o Soldado Invernal) no elenco, Fresh está disponível no Star+.

8. Corrente do Mal

Corrente do Mal é um dos primeiros filmes dessa chamada nova geração do terror a brincar com a velha fórmula do gênero para usá-la como metáfora para medos do cotidiano. No caso, o filme vai tratar sobre uma maldição transmitida pelo sexo — tal qual uma doença.

E tudo isso é apresentado a partir de uma jovem que, após uma noite com um rapaz que conheceu numa festa, se vê sendo perseguida por uma entidade. Não se trata de um monstro ou coisa parecida, apenas um ser que assume a forma humana e que está sempre caminhando em sua direção e a única forma de impedir que essa coisa a alcance, é passando a maldição adiante. Quem quiser acompanhar essa história, a encontra no Mubi.

7. Invocação do Mal

Eis um filme que dispensa qualquer explicação. A série Invocação do Mal se tornou a grande franquia de terror atual, agradando os velhos fãs do gênero e atraindo um novo público para o mundo do horror. E, de certo modo, o diretor James Wan faz isso se apoiando em uma estrutura até bastante familiar.

Para isso, ele traz todo o imaginário em torno do casal Warren — demonologistas reais que ficaram famosos ao participarem de vários casos de exorcismo e enfrentarem muitos demônios. Afinal, nada é mais aterrorizante do que histórias baseadas em fatos reais. Assim, ele traz a velha história de espíritos e casas mal-assombradas, mas com uma linguagem bem mais moderna e atraente.

Vale lembrar que a franquia conta com os longas Invocação do Mal, A Freirae Annabelle. Quem quiser assistir ao primeiro longa (de 2013), o encontra na HBO Max, Apple TV+, Google Play e Microsoft.

6. Midsommar: O Mal Não Espera a Noite

Filme de terror sempre se passa à noite ou no escuro, certo? Sim, exceto em Midsommar: O Mal Não Espera a Noite. Provando ser um completo maluco, o diretor Ari Aster chega com uma ideia bem incomum para o gênero e traz um longa ambientado inteiro na Suécia, em uma região em que simplesmente não anoitece em determinada época do ano.

Isso, por si só, já seria assustador. Contudo, as coisas se revelam ainda piores quando um casal vai até esse local para passar as férias e se envolve em uma espécie de culto que vai brincar não só com a sua sanidade, mas também com suas próprias vidas.

Com Florence Pugh no papel principal, Midsommar: O Mal Não Espera a Noite está disponível na Apple TV+, Globoplay, Microsoft e Google Play.

5. Nós

Jordan Peele já se mostrou um diretor bastante diferenciado tanto com Corra! quanto com Não! Não Olhe. Contudo, é com Nós que ele brinca com o terror de verdade, principalmente ao criar aquele desconforto que nos acompanha ao longo de toda a trama e depois que ela termina também.

Protagonizado por Lupita Nyong’o e Winston Duke, o longa mostra uma família que começa a ser assombrada por eventos bem bizarros. Nada de monstros ou fantasmas: na verdade, eles são observados e acompanhados por figuras misteriosas que os perseguem a fim de matá-los. Assim, entre a paranóia e a realidade, e revelações bastante medonhas surgem mostrando que nem tudo que parece é, e fazendo com a história do filme seja impossível de prever.

Nós está disponível para compra e locação no Google Play, Prime Video e Apple TV+.

4. Um Lugar Silencioso

Há quem acredite que Um Lugar Silencioso não é um terror propriamente dito. De fato, o filme de John Krasinski não se apoia no susto ou mesmo no medo. Contudo, o grande mérito do longa é justamente criar um clima tão pesado e opressor que o espectador se vê obrigado a ficar tão em silêncio quanto os personagens.

Na história, o mundo é atacado por criaturas que matam qualquer coisa que faça som. Assim, acompanhamos uma família que se acostumou a sobreviver no silêncio, mas que vai precisar encarar o seu maior desafio: como dar à luz a uma criança em condições tão cruéis assim?

Para descobrir esse desfecho, você pode assistir ao filme no Star+, Apple TV+, Netflix, Paramount+ e Microsoft.

3. Noites Brutais

Como dito antes, o terror costuma se apegar a algumas fórmulas e clichês que fazem com que muitas histórias sejam bem previsíveis. E o grande mérito de Noites Brutais, então, é subverter essa lógica. O longa brinca com a fórmula clássica do gênero e, com isso, consegue fugir do óbvio diversas vezes e pegar o público de surpresa.

Tudo isso em torno de um terror bastante comum: o da mulher que se vê obrigada a passar a noite na casa de um desconhecido. Depois de sua reserva no Airbnb dar errado e alguém já estar na casa que ela alugou, uma jovem decide dividir o imóvel com um rapaz. O problema é que, a partir desse encontro, as coisas fogem completamente do controle — mas não do jeito que você imagina.

Se quiser dar uma chance ao longa, poderá encontrá-lo no Star+.

2. A Bruxa

Dirigido por Robert Eggers (O Homem do Norte), A Bruxa se destaca pelo modo como explora o imaginário do mal imputado pelo cristianismo e como isso norteava a vida das pessoas no século 17. Para isso, o filme apresenta um grupo de peregrinos que de, tão mergulhados em sua fé, passa a ver o demônio em tudo. E, assim, como saber se o Diabo está realmente presente ou se é apenas mais um delírio religioso?

E mais do que esse jogo de dúvidas e incertezas sobre o que é ou não real, o longa acerta no cuidado de produção para recriar a época, os costumes e o próprio jeito de pensar e ver o mundo daquele século. Uma obra-prima.

A Bruxa está disponível no Prime Video, Globoplay e Apple TV+.

1. Hereditário

Considerado por muitos como um dos filmes mais perturbadores dos últimos anos, Hereditário, de Ari Aster, brinca com o imprevisível de uma forma impressionante, e constrói uma narrativa onde tudo é tão bizarro e confuso que você é engolido pelo mistério que se desenrola.

Tudo começa a partir da morte da matriarca da família Graham. Com isso, filhos e netos se reúnem para a última despedida e, aos poucos, passam a desvendar os segredos que envolvem toda a família. É uma herança maldita repleta de simbolismos que vai fazê-lo ficar pensando no que acabou de assistir por um bom tempo.

Hereditário está disponível na HBO Max e para compra e locação no iTunes, Amazon e Google Play.