Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Especial Star Wars: entendendo a cronologia da saga

Por| Editado por Durval Ramos | 03 de Maio de 2024 às 17h55

Link copiado!

Lucasfilm
Lucasfilm

Star Wars está mais vivo o que nunca. Desde que a Disney comprou a Lucasfilm, em 2012, a quantidade de filmes, séries, animações e jogos ambientados nessa galáxia muito, muito distante cresceu consideravelmente a ponto de ser fácil se perder em meio a tantos lançamentos. Para quem se acostumou a ver a história concentrada apenas em alguns poucos filme e na imaginação e boa vontade dos fãs, chega a ser assustador ver o quanto esse universo expandiu.

E, se por um lado, é muito animador ver os Jedi, rebeldes, mandalorianos e toda a gama de heróis explorando histórias completamente novas, também é agoniante para quem não está mergulhado de verdade em todos esses lançamentos. Afinal, como se situar em meio a tanto conteúdo sabendo que há mais um caminhão de lançamentos a caminho?

Continua após a publicidade

O mais confuso nisso tudo é que as novidades que chegam aos cinemas, streamings e videogames não são exatamente cronlógicos. Isso significa que há histórias que vão abordar o período do Império anterior à trilogia original enquanto outras vão se passar décadas depois para falar do período entre o Império e a ascensão da Primeira Ordem. Já tem material vindo aí para narrar fatos que aconteceram séculos antes de tudo isso e décadas após o último filme.

A boa notícia é que você não precisa entrar em pânico, tampouco apelar para o Lado Sombrio da Força. O Canaltech está aqui para ajudá-lo a passar por esse teste de fogo para que você se torne um verdadeiro Mestre Jedi quando o assunto é o cânone.

Muito antes dos filmes

Cronologicamente, a saga Star Wars começa com A Ameaça Fantasma. Mas a história em si começa antes mesmo do filme. Há todo um período chamado Alta República, ambientado séculos antes de Jar Jar Binks e Quin-Gon Jinn, e que era o ápice tanto a República na galáxia como da própria cultura Jedi.

Parte disso foi explorado em quadrinhos e livros e nunca foi levado para as telas — pelo menos por enquanto. E todo esse preâmbulo é necessário para antecipar algumas coisas. Primeiro, que devemos ver a Alta República pela primeira vez nas telas com a série Star Wars: The Acolyte, que estreia no dia 4 de junho de 2024 no Disney+.

Em segundo lugar, é nesse período que temos a ascensão dos Sith, os grandes vilões da saga — aqueles capazes de acessar o Lado Sombrio da Força. E isso é fundamental não só para justificar a existência do mal nesse universo, mas por ser algo que vai desembocar em Sheev Palpatine, o senador que viria a se tornar o Imperador e também o Lorde Sith Darth Sidious.

Dentro do cânone, os eventos que antecedem A Ameaça Fantasma incluem a conversão de Palpatine para o lado do mal pelo Sith Darth Plagueis, que não só o incentivou a explorar todo o potencial da Força como usar sua influência política para alcançar um novo nível de poder.

Continua após a publicidade

O tempo passa, o tempo voa e Palpatine deixa de ser apenas um aprendiz e se torna um Sith completo, adotando a alcunha de Darth Sidious. E, ainda almejando conquistar mais poder político, ele elabora um plano em conjunto coma Federação do Comércio para fortalecer sua posição no Senado e pavimentar seu caminho para Supremo Chanceler.

Assim, vemos um embate político-econômico acontecendo na Galáxia com a Federação adotando medidas agressivas contra alguns planetas e sobretaxando várias rotas comerciais, sobretudo Naboo, que vive uma situação de bloqueio comercial.

Continua após a publicidade

A Ameaça Fantasma

É neste momento que o primeiro filme da série começa, com o Jedi Qui-Gon Jinn e o Padawan Obi-Wan Kenobi indo a Naboo avaliar a situação e resgatar a princesa Padmé Amidala das forças da Federação. É em meio a essa missão que o grupo acaba tendo de fazer uma parada forçada em Tatooine, um planeta desértico, mas que parece atrair todas as naves à deriva do espaço, como veremos futuramente.

Em Tatooine, Qui-Gon e Obi-Wan conhecem o pequeno Anakin Skywalker, um escravo humano que vive com a sua mãe naquele mar de areia. Além de ser um excelente piloto de podracer e um terrível ator, o menino ainda carrega uma poderosa ligação com a Força. Segundo sua mãe, ele nasceu da divina providência dessa energia mística do universo, não tendo um pai. A partir dessa descoberta, os Jedi decidem levar o garoto até o Templo dos Jedi para iniciá-lo no caminho da Ordem.

Continua após a publicidade

Enquanto isso, o clima começa a esquentar ainda mais em Naboo, principalmente quando a Federação do Comércio libera um exército de droides sobre o planeta. Tem início a batalha de Naboo, na qual as forças de segurança local em conjunto com as tropas Gungan conseguem derrotar os robôs invasores.

Já nas esferas místicas da Força, os Jedi descobrem da existência de um Sith vivo — Darth Maul —, que acaba matando Qui-Gon em batalha. E apesar de ter um visual bacana, uma arma imponente e dar muitas cambalhotas durante as lutas, ele acaba sendo derrotado por Obi-Wan.

Porém, a Ordem dos Jedi sabe que isso é apenas o começo, pois sempre existem dois Sith — nunca a mais, nunca a menos. Para isso, eles acabam elevando Obi-Wan à categoria de cavaleiro e permitem que ele aceite Anakin como um Padawan.

Continua após a publicidade

Histórias dos Jedi

Em 2022, a Lucasfilm trouxe uma pequena série de animação com episódios bem curtinhos contando as histórias de alguns Jedi. Não é nada que impacta o grande universo da saga e pode ser facilmente pulado por quem não está tão interessado nos míseros detalhes, mas que dá novas camadas a alguns personagens que vão ser importantes no futuro.

É o caso aqui de Dooku. Nesse período da história, ele é um habilidoso Jedi, mas que passa a questionar algumas decisões tomadas tanto pela sua Ordem quanto pela própria República. E essa dúvida que surge acaba se tornando a porta de entrada para o Lado Sombrio da Força começar a se manifestar. Assim, trata-se do primeiro passo para mostrar como ele se tornará o vilão que veremos a seguir.

Continua após a publicidade

Em paralelo, Star Wars: Histórias dos Jedi mostra ainda o nascimento de Ahsoka Tano e como sua vida sempre foi complicada desde seus primeiros dias — ainda que nunca tenha sido abandonada pela Força. De novo, é um complemento interessante para a personagem que vai ganhar mais relevância em outro ponto da cronologia.

O Ataque dos Clones

No hiato entre o primeiro e o segundo episódio, há todo o treinamento de Anakin, o que foi mostrado em algumas histórias em quadrinhos. Não há muitos fatos relevantes durante esse período, exceto o fato de que o jovem se esforça tanto para se destacar dentro da Ordem quanto para conquistar a simpatia do Chanceler Palpatine.

Continua após a publicidade

E é quando começa O Ataque dos Clones, trazendo de volta os Jedi na missão de proteger Padmé. Desta vez, a princesa está na mira de assassinos e os heróis precisam mantê-la a salvo. O difícil mesmo, porém, é você se manter protegido do amor, e a mocinha acaba se apaixonando por Anakin.

Enquanto os dois descobrem a paixão, conhecemos o antigo Jedi Conde Dooku, que acabou cedendo ao Lado Sombrio e se transformando em Darth Tyranus, que elabora uma conspiração juntamente com Darth Sidous para trazer os Sith ao poder, criando um movimento Separatista que visava retirar vários sistemas estelares da influência da República Galáctica — uma tensão que acaba evoluindo para que o viria a ser as Guerras Clônicas.

Diante dessa treta enorme, todos os Jedi se unem para enfrentar Dooku. É nesse momento que Anakin acaba perdendo sua mão direita.

Continua após a publicidade

The Clone Wars

Um dos fatos mais importantes de toda a saga não é mostrada nos filmes, mas na animação Star Wars: The Clone Wars. O confronto com as forças separatistas se intensifica, o que deixa a união da galáxia cada vez mais fragilizada. Em paralelo, vemos Anakin se tornando mais e mais poderoso — a ponto de ter a sua própria Padawan, Ahsoka.

Enquanto isso, uma série de outros eventos correm em paralelo. Descobrimos que Darth Maul não está morto e volta para enfrentar ninguém menos do que Darth Sidious, seu antigo mestre. Ele acaba sendo derrotado e foge para algum lugar do universo.

Continua após a publicidade

Além disso, The Clone Wars também expande o universo de Star Wars de forma bastante significativa ao apresentar outras raças e planetas até então pouco aproveitados nos filmes. É o caso dos mandalorianos, que ganham uma profundidade muito maior ao longos das sete temporadas. A animação apresenta, por exemplo, a líder mascarada Bo-Katan Kryze, que vai se tornar uma figura central em várias outras histórias da saga. E é no desenho que toda a mitologia mandaloriana é desenvolvida, assim como seu caótico sistema de clãs, tribos e facções e as infindáveis guerras civis que levam o planeta Mandalore para o seu fim.

Vale pontuar que The Clone Wars começa quase que em paralelo com os eventos de Ataque dos Clones e se estende até um pouco depois de A Vingança dos Sith.

A Vingança dos Sith

A guerra está longe de acabar e as forças separatistas continuam com seus ataques dentro e fora do campo de batalha. Eles sequestram Palpatine, agora Chanceler da República, e forçam Anakin e Obi-Wan irem mais uma vez ao seu resgate. A guerra só vai acabar quando Anakin mata Conde Dooku em frente ao Supremo Chanceler Palpatine.

Continua após a publicidade

As tensões ficam ainda maiores quando Palpatine mata Mace Windu, um dos mais respeitados Jedi da Galáxia, e usa essa artimanha para conquistar o apoio dos demais sistemas para criar o Primeiro Império Galáctico, do qual ele seria o grande líder. “E é assim que a liberdade morre: com um estrondoso aplauso”, diz Padmé diante do golpe parlamentar que ela acaba de presenciar.

Em seguida, o recém-empossado Imperador decreta a chamada Ordem 66, determinando o extermínio de todo e qualquer Jedi sob a alegação de que eles estariam conspirando para tomar o poder e que, por isso, todo indivíduo sensível à Força representaria uma grave ameaça à paz na galáxia.

E, quando você acha que as coisas não iam piorar, Anakin acaba cedendo ao Lado Sombrio da Força, trai a Ordem dos Jedi e assassina todos os pequenos Padawan que confiavam nele. Isso faz com que Obi-Wan vá atrás de seu antigo aprendiz. Eles lutam no planeta Mustafar, onde o jovem Skywalker é deixado para morrer. O que restou de seu corpo é resgatado por Darth Sidious e nasce Darth Vader.

A “boa notícia” é que Padmé estava grávida de gêmeos. Ela acaba morrendo no parto, é verdade, mas envia os dois pequenos para pontos diferentes da galáxia para mantê-los a salvo.

Star Wars: Histórias do Império

Servindo como uma espécie de segunda temporada para a antologia Histórias dos Jedi, Star Wars: Histórias do Império mostra o outro lado, dessa vez focando em personagens que estão do lado sombrio da saga. A jovem Morgan Elsbeth viu sua família e seu povo ser massacrado durante as Guerras Clônicas, entrando em um caminho em busca de poder e vingança, que a fizeram ajudar a construir a Frota Imperial.

A segunda personagem é a ex-Jedi Barriss Offee, que precisa encontrar meios de sobreviver em uma galáxia em constante mudança após a guerra e a ascensão do Império. Barriss é conhecida por ser uma antiga amiga de Ahsoka Tano e por ser responsável pelo atentado contra o Templo Jedi de Coruscant. Colocando a culpa na amiga, Barriss deu início a uma sequência de acontecimentos que moldou o relacionamento entre Ahsoka e seu mestre, Anakin Skywalker.

The Bad Batch

Outra animação recente de Star Wars, The Bad Batch se passa logo após o surgimento do Império e à caçada dos Jedi, sendo focada em um esquadrão de clones experimentais que deram errado — daí o nome. Assim, temos esse grupo em missões mercenárias pela galáxia e mostrando a situação desse universo logo após a ascensão de Palpatine.

E essa é a grande adição do desenho à mitologia da saga. Por estarem mais próximos do Império, vemos como esse novo poder instituído passa a lidar com quem ameaça se levantar contra ele ao mesmo tempo que as primeiras fabulhas de uma rebelião começam a aparecer.

Star Wars Jedi: Fallen Order e Star Wars Jedi: Survivor

Entrando no mundo dos videogames, o game Jedi: Fallen Order é exatamente aquilo que seu título propõe. Assim, vemos o que aconteceu com a Ordem Jedi após sua queda, mas sob o ponto de vista de um jovem sobrevivente da Ordem 66. Assim, cinco anos após a execução de todos os sensíveis à Força, vemos o ex-Padawan Cal Kestis lutando para sobreviver nesse mundo em que ele é caçado a todo momento.

O jogo mostra como o Império segue caçando não só os Jedi em si, mas todo aquele que ainda demonstra algum apreço à filosofia desses monges espaciais. Curiosamente, ele tem uma força de elite composta por manipuladores da Força designados a eliminar qualquer uma dessas ameaças — os impiedosos Inquisidores.

Assim, o jogo não só apresenta o que aconteceu com quem conseguiu sobreviver do massacre como ainda acompanha a jornada de Kestis para se aceitar novamente como Jedi e proteger um segredo valioso para o futuro: uma lista com o nome de todas as crianças sensíveis à Força.

A história de Cal Kestis continuou em Star Wars Jedi: Survivor, que mostra o herói cinco anos depois, ainda lutando contra o Império sob o comando de Saw Gerrera. Encontrando novas pistas sobre uma forma de reerguer a Ordem Jedi, Kestis novamente se coloca na mira de inimigos perigosos, incluindo o temível Darth Vader.

Han Solo: Uma História Star Wars

Antes de vermos a Aliança Rebelde tomar forma e iniciar suas atividades, a Disney tratou de contar a história de um dos personagens mais carismáticos e adorados de Star Wars.

No primeiro spin-off focado em um personagem da saga, Han Solo: Uma História Star Wars apresenta um jovem e delinquente Han que se alista no Exército Imperial. Porém, sua intransigência e incapacidade de seguir ordens o acabam levando até o bando de Tobias Beckett e a aprender o ofício de contrabandista.

Sinceramente, é um filme que agrega muito pouco à cronologia de Star Wars. Entre seus acontecimentos mais marcantes — além do fracasso comercial que fez a Disney rever seu cronograma de lançamentos — está como Han conheceu Chewbacca e o porquê do nome Solo.

Obi-Wan Kenobi

Depois dos acontecimentos de A Vingança dos Sith, Obi-Wan decide por se exilar em Tatooine para proteger, mesmo que à distância, o jovem Luke Skywalker. Apesar de querer sumir do radar, ele ainda tem de lidar com as consequências da queda de seu amigo e aprendiz Anakin Skywalker para o Lado Sombrio da Força e o fato de ele ter se tornado a maior arma dos Sith: Darth Vader.

Ao mesmo tempo em que é caçado pelos Inquisidores e precisa lidar com a culpa de ver seu aprendiz e amigo virar um lorde das trevas, Obi-Wan precisa ainda salvar a pequena Leia Organa que acaba sendo sequestrada pelo Império.

Toda a trama da Obi-Wan Kenobi é fundamentada nesse desejo de vingança de Vader contra seu antigo mentor. Ao mesmo tempo, a série explora uma pseudo redenção de Obi-Wan, com ele voltando a aceitar a Força depois de todas as perdas que sofreu em sua vida.

Star Wars: Rebels

Uma das séries mais importantes no atual momento para o futuro de Star Wars, Rebels mostra o nascimento da Rebelião como conhecemos. E é fundamental não só por mostrar como a Aliança Rebelde que a trilogia original apresentou vai surgir, mas por expandir de forma bastante significativa o universo da saga como um todo.

É na animação que muitas dessas histórias que vimos até aqui vão se amarrar com os filmes clássicos. Ela traz uma atuação ainda mais pesada e violenta por parte do Império, assim como tira todas as dúvidas do quanto Anakin realmente tombou para o Lado Sombrio e se tornou Darth Vader. Além disso, mostra mais sobre o que aconteceu com Ahsoka depois de The Clone Wars, traz de volta Bo-Katan e dá continuidade à história dos mandalorianos e, principalmente, mostra a movimentação na galáxia dos primeiros grupos rebeldes, mostrando como eles começam a se organizar para bater de frente de verdade com o Imperador.

Por isso mesmo, há uma enorme expectativa para que parte dos personagens de Rebels apareça nas próximas séries de Star Wars. Assim como aconteceu com Ahsoka e Bo-Katan, Ezra Bridge e Sabine Wren são os próximos a aparecer em carne e osso.

Andor

Em paralelo aos acontecimentos de Star Wars: Rebels, temos Andor. A série mostra o surgimento de Cassian Andor como um dos principais nomes da Aliança Rebelde em um futuro não tão distante assim.

E o mais interessante dessa trama é como ela mostra a mão de ferro do Império em diferentes pontos da galáxia faz despertar esses insurgentes. Tanto que o próprio protagonista é alguém que está mais interessado em sobreviver do que lutar por um bem maior, mas percebe aos poucos como é impossível permanecer alheio à tirania quando ela afeta a tudo e a todos à sua volta.

Ao todo, a série terá duas temporada e a segunda está prevista para 2024.

Rogue One

Anos após o golpe de Palpatine, as forças imperiais começaram a caçar cientistas em toda a galáxia para construir uma poderosa arma capaz de destruir planetas — a Estrela da Morte. Entre eles está Galen Erso, que se arrepende e foge com sua família. Ele acaba sendo encontrado e levado de volta para a construção da arma.

Anos mais tarde, sua filha, Jyn Erso, se une a membros da Aliança Rebelde e mais alguns párias para resgatar seu pai. A missão falha, mas eles descobrem a existência de uma forma de enfrentar essa nova ameaça: uma brecha capaz de explodir tudo de dentro para fora. Eles organizam uma missão para roubar esses planos e, apesar de todo mundo morrer no caminho, eles conseguem entregar a informação aos rebeldes.

Uma Nova Esperança

Para evitar que os planos sejam obtidos pelo Império, a princesa Leia Organa envia essa informação para Ben Kenobi — o velho Obi-Wan — por meio de seu droide R2-D2. Ela é capturada por Darth Vader. O robô acaba caindo em Tatooine e é encontrado por Luke Skywalker. Coincidentemente, é nesse fim de mundo de areia de vazio que se esconde Obi-Wan.

Juntos, eles pedem ajuda ao caçador de recompensas Han Solo para entregar os planos da Estrela da Morte aos rebeldes. Eles acabam tendo de enfrentar as tropas imperiais e Obi-Wan acaba morrendo no processo nas mãos de Darth Vader.

Ainda assim, a Aliança consegue pegar os planos e destruir a Estrela da Morte.

O Império Contra-Ataca

Diante dessa derrota, o Imério reage e começa a realizar uma série de investidas mais agressivas. Uma delas é a Batalha de Hoth, que infestou o planeta gelado de grandes máquinas de guerra, os AT-AT.

Enquanto isso, Luke viaja até o planeta Dagobah para ser treinado por Yoda, um dos últimos Jedi vivo. E, durante seu treinamento, seus aliados acabam sendo capturados por Darth Vader após a traição de Lando Calrissian na cidade de Bespin. Han é preso dentro de uma estrutura de carbonita. Ele e Leia são levados até Jabba, o Hutt. Luke luta contra Vader e perde sua mão. Em compensação, descobre que o vilão é seu pai.

O Retorno de Jedi

A batalha derradeira contra o Império envolve o resgate de Han e Leia e a destruição de uma segunda Estrela da Morte que estava sendo construída. O confronto final acontece no planeta Endor, logo após os heróis quase serem devorados por mini Ursinhos Carinhosos.

O confronto acaba quando Luke enfrenta o Imperador e, mesmo apanhando consegue, consegue fazer com que Darth Vader se arrependa de seus crimes. O vilão volta para o lado da Luz e derrota Palpatine, pondo um fim do Império.

Star Wars: Battlefront II

Como o primeiro jogo da série Battlefront apenas recria batalhas clássicas dos filmes de Star Wars, coube ao segundo game trazer uma história original que é considerada dentro do cânone da saga. E ela é bem interessante, pois é um primeiro olhar para o que aconteceu com o Império após sua queda.

A história acontece logo depois dos eventos de O Retorno de Jedi e foca na comandante Iden Versio, membro do Esquadrão Inferno das Forças Especiais do Império. Ao ver a destruição da segunda Estrela da Morte, ela usa o que restou de sua tropa para se vingar dos rebeldes e dos Jedi — mas acaba tendo uma revelação que a faz trocar de lado.

Como uma desertora, ela passa a ajudar a Aliança Rebelde a lidar com os apoiadores imperiais que ainda existiam pela galáxia.

The Mandalorian

Após a queda do Império, somos apresentados ao mandaloriano Din Djarin e suas aventuras nos confins da galáxia, bem longe do poder e influência da Nova República. Em uma de suas missões, ele encontra Grogu — ou bebê Yoda, caso prefira —, um ser misterioso que precisa de ajuda e atrai a atenção de praticamente todos que restaram do Império após a morte de Imperador Palpatine.

Considerada uma das novas produções de Star Wars mais queridas pelos fãs, The Mandalorian mostrou que as forças imperiais nunca desapareceram de verdade e continuam agindo nas sombras para se reerguer. Entre os principais nomes está Moff Gideon, um desses oficiais que pretende trazer o Imperador de volta ou um substituto à altura — no caso, ele mesmo.

Outro ponto de The Mandalorian é que a série dá continuidade à história dos mandalorianos, mostrando esse povo sem planeta se reorganizando para tomar seu planeta de volta.

O Livro de Boba Fett

Em The Mandalorian, vemos um velho personagem da trilogia clássica ressurgir. Depois de ser dado como morto em O Retorno de Jedi, Boba Fett retorna para recuperar sua icônica armadura e ajudar Din Djarin em uma missão. E é após essa mãozinho que ele vai protagonizar sua própria série.

O Livro de Boba Fettmostra como o velho caçador de recompensa decidiu se tornar o novo senhor do crime de Tatooine. Ao assumir o lugar que um dia pertenceu ao hutt Jabba, ele decide adotar uma nova abordagem tanto com o povo do planeta como com o comércio e atividades criminosas da região — algo que não é bem aceito e faz com que um enorme alvo seja pintado em sua máscara.

Ahsoka

Servindo quase como uma sequência de Star Wars Rebels, Ahsokatambém é um spin-off de The Mandalorian após a jedi Ahsoka Tano, interpretada por Rosario Dawson, ter feito sua estreia no universo live action de Star Wars na série. Seguindo os passos da antiga padawan de Anakin Skywalker, o seriado mostra que ela continua em busca do paradeiro de Ezra Bridger e do Grão Almirante Thrawn, que poderia trazer o perigo do Império de volta à galáxia.

Apresentando personagens de Rebels em versões mais velhas, como Sabine Wren e Hera Syndula, interpretadas por Natasha Liu Bordizzo e Mary Elizabeth Winstead respectivamente, Ahsoka mergulha de cabeça na mitologia de Star Wars e nos elementos mais místicos da saga, explorando o Mundo Entre Mundos e a existência de antigos deuses da Força.

A série teve uma segunda temporada confirmada para explorar ainda mais esse lado místico de Star Wars, mas que ainda não tem data para estrear.

Resistance

Outra animação, Star Wars: Resistance preenche a lacuna existente entre a trilogia clássica e a nova. É neste desenho animado que vemos a recém instaurada Nova República percebendo a ascensão da Primeira Ordem como uma ameaça real. Assim, temos um grupo de heróis compondo a resistência a esse novo perigo.

A trama se passa seis meses antes de O Despertar da Força e é centrada em Kazada Xiono, um jovem piloto da armada da general Leia cuja missão é espionar esses novos vilões e descobrir suas motivações e o potencial perigo que representam.

O Despertar da Força

Anos depois de O Retorno de Jedi, O Despertar da Força traz um Stormtrooper chamado Finn deserta da Primeira Ordem e acaba caindo em Jakku, onde conhece Rey. Ambos passam a ser perseguidos pelo exército e fogem na Millenium Falcon, que acaba sendo interceptada por Han Solo e Chewbacca. Eles acabam encontrando a Resistência e descobrem que Rey tem uma relação misteriosa com a Força.

A Primeira Ordem constrói a base Starkiller, uma espécie de nova Estrela da Morte. Com essa arma, ela destrói o sistema onde se encontra o Senado da Nova República. A Resistência se une para destruir essa monstruosidade.

No meio do caminho, Kylo Ren — filho de Leia com Han Solo — mata o próprio pai e fere fatalmente Finn. Rey assume o sabre de luz que pertencia a Luke e enfrenta o vilão, derrotando-o. A base é destruída e a aprendiz de Jedi vai em busca de Luke para iniciar seu treinamento.

Os Últimos Jedi

Em Os Últimos Jedi, a Resistência sofre com a escassez de recursos e a República está à beira da aniquiliação, confiando que Rey e Luke Skywalker são sua última esperança. Ciente da responsabilidade que tem sobre si, Rey insiste que Luke a ensine o que sabe para se tornar uma Jedi, mas, desiludido com o fracasso de tentar treinar Kylo Ren, ele se nega e acredita que não só a Ordem dos Jedi está acabada, como também não pode fazer nada para ajudá-la.

Enquanto isso, Rey demonstra uma estranha conexão com Ren e tenta se aproveitar da situação para convencê-lo a abandonar o Lado Sombrio da Força. E apesar de perseguir implacavelmente a General Leia e o que sobrou da Resistência, ele acaba tendo de enfrentar seus dois mestres: Snooke e Luke, que se sacrifica para permitir que os rebeldes fujam.

Depois dos conflitos, Rey é a única Jedi da Ordem em toda a galáxia e apenas meia dúzidas de membros da Resistência sobraram para lutar a batalha que se apresenta a seguir.

A Ascensão Skywalker

A Ascensão Skywalker começa com a Resistência em frangalhos sendo liderada por Poe Dameron, que parte para enfrentar a Primeira Ordem. Mas, muito mais que o grupo liderado por Kylo Ren, há um outro desafio muito maior, que sempre esteve à espreita e pode reavivar a antiga rivalidade entre Jedi e Sith: a Ordem Final.

Encabeçada por ninguém menos que Palpatine, que retorna dos mortos para ameaçara toda a galáxia, ela tem uma frota de naves gigantescas equipadas com canhões tão poderosos quanto a Estrela da Morte. A única saída é apelar para os habitantes da galáxia que não querem mais passar por mais um período de ditadura e terror, chamando-os para a guerra.

Enquanto isso, Rey é perseguida por Ren, que quer formar com ela uma aliança. Os dois acabam se unindo, mas não pelos acontecimentos que os levaram a sempre estarem perto um do outro, e fazendo uma descoberta impactante.

*Em colaboração com Jones Oliveira.