Publicidade

The Mandalorian | Quais as diferentes facções de mandalorianos que existem?

Por| Editado por Jones Oliveira | 20 de Fevereiro de 2023 às 12h20

Link copiado!

Lucasfilm
Lucasfilm

A terceira temporada de The Mandalorian vai se aprofundar bastante em um ponto bastante específico da mitologia de Star Wars: os mandalorianos. Parece óbvio, mas levou mais de três anos para que a série protagonizada por Pedro Pascal deixasse os dilemas de pai e filho para se voltar para a história do planeta Mandalore e, principalmente, para a complicada divisão de seu povo.

Isso porque, antes mesmo da Noite das Mil Lágrimas, que resultou na destruição do planeta e na fuga de sobreviventes para os mais variados pontos da galáxia, a sociedade mandaloriana já era bem fragmentada e cheia de facções e clãs que brigavam entre si. Muito da ação das animações Clone Wars e Rebels aborda isso.

Contudo, em The Mandalorian, devemos ver Din Djarin (Pascal) atuando como um novo líder para esse povo e isso deve trazer à tona velhas rixas e disputas de grupos que desejam chegar ao poder ou simplesmente não se entendem.

Continua após a publicidade

E, como toda vendetta geracional, é muito fácil se perder — ainda mais quando está todo mundo mascarado e com armaduras parecidas. Assim, para ajudá-lo a se situar no meio dessa briga que está se armando, o melhor é saber quem é quem de antemão.

A Tribo

A Tribo nada mais é do que o grupo ao qual Din Djarin faz parte, que é uma espécie de seita malvista até pelos próprios mandalorianos. Essa facção tem um apego enorme ao passado guerreiro do planeta e, por isso mesmo, é muito agarrada às antigas tradições, como o fato de seus integrantes nunca poderem tirar seu capacete na frente de outros seres vivos.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

O engraçado é que a série nos leva a crer, em um primeiro momento, que esse modo de agir mais radical é o padrão entre os mandalorianos. Contudo, é quando outros personagens vindos do planeta aparecem é que é revelado que o protagonista faz parte de uma seita radical. O tal Caminho que Din Djarin tanto cita é o conjunto de regras que norteia a Tribo.

Essa facção surge após a queda do Império, ou seja, é um grupo relativamente recente. E, com base na explicação dada por Bo-Katan (Katee Sackhoff), ela é uma derivação dos Filhos do Olho, um antigo culto mandaloriano formado por extremistas religiosos que se afastaram da sociedade para restabelecer o tal Caminho.

Assim, a Tribo é quase uma divisão ainda mais radical. Tanto que eles costumam viver escondidos — como o pessoal em Nevarro — e costumam a ter apenas um membro andando por aí para evitar que sejam descobertos.

Continua após a publicidade

Olho da Morte

O Olho da Morte é uma facção surgida em Mandalore muito antes da Noite das Mil Lágrimas, quando o planeta ainda estava envolto em uma guerra civil entre seus clãs e grupos na época das Guerras Clônicas. Nasce como uma organização terrorista que se opõe ao governo pacifista — e muito disso por também se considerar herdeiro dos antigos guerreiros do planeta.

Continua após a publicidade

Nessa época, inclusive, o Olho da Morte chegou a se aliar a Darth Maul quando o ex-Sith passou a controlar Mandalore. É fundado por Tor Viszla, cujo descendente aparecerá na nova temporada de The Mandalorian.

Corujas

Falando em Bo-Katan e Olho da Morte, chegamos às Corujas. Originalmente, era um grupo de elite formado apenas por mulheres e que fazia parte do grupo terrorista. Contudo, após Maul dar um golpe e tomar Mandalore à força — e matando membros do clã Viszla —, esse pessoal acaba seguindo por um caminho mais de resistência.

Continua após a publicidade

Assim, Bo-Katan e as Corujas passam a ser os principais nomes da retomada do planeta. Eles se aliam, por exemplo, ao clã Wren e aos Jedis para acabar com o controle de Maul e fazer com que a República ajude na luta. Mais tarde, com a vitória, Bo-Katan é nomeada regente de Mandalore graças aos seus esforços.

Só que isso não dura muito, já que a ascensão do Império faz com que um novo comando assuma o planeta e, mais uma vez, as Corujas passam a atuar como esse grupo de resistência.

Com a queda do imperador, Bo-Katan e suas Corujas passaram a buscar aliados para voltar ao seu planeta para poder recuperá-lo.

Falsos mandalorianos

Continua após a publicidade

Em meio a toda essa treta política aí, há também os falsos mandalorianos por aí. Em resumo, são aqueles que conseguiram um uniforme e um capacete e estão por aí fazendo pose há gerações — como nosso digníssimo Boba Fett (Temuera Morrison) e, antes dele, seu pai Jango.

Há quem vá apontar que Din Djarin também é um falso mandaloriano, já que ele não nasceu no planeta e apenas ganhou o traje após ter sido adotado pela Tribo. Apesar disso ser verdade, o protagonista é considerado parte um verdadeiro por ter mergulhado fundo na cultura, mesmo sendo um órfão abandonado. Ele foi acolhido pela seita e passou a viver sob aquele credo.

No caso de Fett e de outros falsos mandalorianos que vivem por aí, eles só estão interessados na armadura de beskar, um dos metais mais resistentes de Star Wars, e no fato de que o traje tem um design muito legal. Cobb Vanth (Tymothy Olyphant) é outro exemplo disso.

Continua após a publicidade

Nesses casos, eles não estão interessados nem nas tradições mandalorianas e tampouco nesse enorme rolo político envolvendo Darksaber, clãs e linhas de sucessão.

E os clãs?

Aqui entramos em uma divisão ainda mais complicada dessa enorme novela que é o passado de Mandalore. Isso porque, para além dos grupos, existem os clãs que vão ser parte fundamental de toda a disputa de poder antes e depois do Purgo.

Para simplificar as coisas, vamos focar apenas nas famílias principais e naquelas que devem ter alguma participação no futuro de The Mandalorian.

Continua após a publicidade

As casas Kryze e Wren podem ser vistas como linhagens nobres muito importantes por terem lutado pela liberdade em Mandalore — pelo menos na maior parte do tempo. Antes das Guerras Clônicas, os Kryze chegaram a apoiar o Olho da Morte, o que acabou lhe custando caro. Durante o confronto, o clã foi quase inteiramente dizimado, restando apenas Bo-Katan.

Foi nessa época que eles se aliaram aos Wren, que lideram as forças de resistência contra o Império. Entre seus membros mais famosos está Sabine Wren, uma das protagonistas de Star Wars: Rebels e peça-fundamental na criação da Aliança Rebelde que conhecemos.

Por outro lado, Mandalore também tinha os clãs Viszla e Saxon, que tinham um perfil mais pélico e violento. Como dito, os Viszla são responsáveis pela criação do Olho da Morte e vamos ver um de seus descendentes aparecer em The Mandalorian. Aliás, Paz Viszla (Jon Favreau) deu as caras em O Livro de Boba Fett reivindicando o Darksaber de Din Djarin como uma herança de família.

Continua após a publicidade

Já os Saxon são importantes na história de Mandalore por terem sido os principais aliados do Império, servindo inclusive de governo-fantoche para que o imperador agisse como quisesse por lá.