Publicidade

5 carros que a BYD lançará no Brasil até 2025

Por| Editado por Jones Oliveira | 03 de Fevereiro de 2024 às 11h00

Link copiado!

Divulgação/BYD
Divulgação/BYD

A BYD foi uma das principais responsáveis por revolucionar o segmento automotivo no Brasil desde que começou a vender carros elétricos e híbridos por aqui, no fim de 2022. E quer voar cada vez mais alto no mercado verde-amarelo.

A montadora pretende lançar uma ampla gama de modelos até 2025, e quer abranger desde o segmento de entrada, que já conta com o fenômeno Dolphin, até os voltados exclusivamente para o segmento premium, com tecnologia de ponta embarcada e preços que podem ultrapassar R$ 1 milhão.

Vale lembrar que a BYD vem firmando o nome no país com outras ações importantes, como a de emprestar recentemente, em regime de comodato, um SUV 100% elétrico, o Tan, para uso exclusivo da Presidência da República.

Continua após a publicidade

5 carros que a BYD lançará no Brasil até 2025

O planejamento estratégico da BYD para o mercado brasileiro conta com alguns modelos que serão "rebatizados" assim que chegarem ao país, principalmente por conta da familiaridade que alguns nomes já têm com o consumidor verde-amarelo.

Confira os 5 carros que a BYD lançará no Brasil entre 2024 e 2025.

Continua após a publicidade

5. BYD Seal U (ou Song Plus Champion Edition)

O Seal U deve ser um dos últimos modelos da BYD a chegar ao Brasil até 2025. A montadora já lançou o SUV em sua versão elétrica na Europa para rivalizar com o Tesla Model Y, um dos carros elétricos mais vendidos do mundo.

Na China terra natal da montadora, o Seal U é vendido com outro nome — Song Plus Champion Edition —, mas, no Brasil, ainda não há confirmação se ele será comercializado como nova geração do SUV híbrido ou, então, na versão elétrica, como um derivado do sedan, que também tem feito muito sucesso por aqui.

Continua após a publicidade

4. BYD Shark

O BYD Shark nada mais é do que a picape híbrida que a montadora chinesa quer lançar por aqui para incomodar Toyota Hilux, Ford Ranger, Chevrolet S10 e demais integrantes do segmento de caminhonetes médias.

Apesar de o nome ainda não ter sido confirmado oficialmente pela BYD, os registros do modelo no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) revelam que a escolha da marca deve mesmo ser pela família Ocean, com o “Tubarão” reforçando a linha que já conta com o Seal (Foca) e o Dolphin (Golfinho).

Continua após a publicidade

3. BYD King

O BYD King já até ganhou apelido por aqui: “Destruidor de Corolla”. A brincadeira, na verdade, começou por conta do nome original do modelo — Destroyer 05 — e, também, pelo fato de ele estar sendo apontado como futuro rival do modelo da Toyota, atual King, ou melhor, Rei, do segmento dos sedans médios no Brasil.

O BYD King nada mais é do que uma evolução do Qin Plus, sedan que conta com a mesma tecnologia híbrida plug-in do Song Plus DM-i, um dos carros mais vendidos do segmento no Brasil em 2023. A chegada do Rei está prevista para o início de 2025.

Continua após a publicidade

2. BYD Yangwang U8

O Yangwang U8 está na lista de 5 carros que a BYD vai lançar no Brasil em 2025 como o mais caro e o mais impressionante da relação. Afinal, entre as muitas novidades tecnológicas que o SUV de luxo promete apresentar estão a capacidade de flutuar na água e de acelerar, mesmo submerso, a até 1,4 metro de profundidade.

Equipado com um motor 2.0 a combustão e 4 propulsores elétricos, o Yangwang U8 tem 1.150cv de potência e 103,5 kgf/m de torque. O SUV é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,6 segundos, além de alcançar velocidade máxima de 200 km/h, segundo a marca.

Continua após a publicidade

Ele vem dotado do sistema de suspensão hidráulica adaptativa DiSus-X, que pode fazer com que o SUV "pule" obstáculos que estiverem no seu caminho, além de girar e fazer curvas ou manobras em 360º, graças à plataforma e4, com controle independente de vetorização de torque nas 4 rodas.

1. BYD Dolphin Mini

O último dos 5 carros que a BYD vai lançar no Brasil até 2025 em nossa relação é, propositalmente, o primeiro que deverá chegar. O motivo? Pelo preço especulado, ele tem tudo para incomodar não apenas os rivais do segmento elétrico, mas também os carros à combustão mais baratos do Brasil.

Continua após a publicidade

Estamos falando do Dolphin Mini, que na China é comercializado com outro nome — Seagull. Por aqui, porém, a estratégia de atrelar o compacto elétrico ao modelo de entrada da marca tem uma série de razões.

A principal delas é mostrar que, assim como fez o Dolphin, agora com as variantes Plus e Diamond já disponíveis, o futuro lançamento tem muito a oferecer por um preço competitivo.

O Dolphin Mini é esperado já para março de 2024, com preços na faixa de R$ 100 mil, suficientes para tirar o sono de Volkswagen Polo, Chevrolet Onix, Hyundai HB20… e muitos outros.