Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

BYD apresenta o Seagull, carro elétrico "popular" que deve vir ao Brasil

Por| Editado por Jones Oliveira | 13 de Janeiro de 2023 às 15h30

Link copiado!

Divulgação/BYD
Divulgação/BYD

A BYD já confirmou que trará um sedan e um hatch mais acessíveis ao Brasil em 2023, mas, além do Seal e do Dolphin, um novo modelo, chamado de Seagull, também pode estar a caminho. E ele chegaria para disputar o posto de carro elétrico mais barato do Brasil com o Renault Kwid E-Tech, o Chery iCar e o JAC E-JS1.

As primeiras imagens do Seagull foram reveladas pelo Ministério da Indústria e Informação do governo da China, assim como as especificações básicas do modelo. O BYD Seagull lembra um pouco o D1, modelo desenvolvido para carros de aplicativo que já roda em São Paulo, e é um carro posicionado no segmento de entrada.

De acordo com os registros divulgados pelo governo chinêes, o Seagull tem 3,78 metros de comprimento, 1,71 m de largura e 1,54 m de altura, além de uma distância entre-eixos de 2,50 metros. O peso, segundo o Ministério da Indústria, fica entre 1,16 e 1,24 toneladas. As dimensões são um pouco maiores do que as dos concorrentes.

Continua após a publicidade

Motorização e autonomia do BYD Seagull

As primeiras informações a respeito da motorização e da autonomia confirmam que o BYD Seagull será realmente um carro mais simples do que os já apresentados Tan, Han e Song Plus DM-i. Apesar de compartilhar o mesmo tipo de bateria - Blade -, a motorização será mais modesta, e entregará uma potência máxima de 75 cavalos.

Em relação à capacidade de rodagem por carga, a informação não foi confirmada, mas especula-se que o BYD Seagull terá sob o capô uma bateria de 30,7 kWh. Se a especificação for confirmada, ela será similar à bateria que equipa o JAC E-JS1, e que dá ao compacto elétrico chinês autonomia de 302 quilômetros por carga.

Quanto vai custar o BYD Seagull?

O BYD Seagull chegará ao mercado da China com preços a partir de 60 mil yuan, que equivalem a R$ 45,3 mil na conversão direta, sem impostos ou taxas de importação.

Se realmente vier ao Brasil, a expectativa é que chegue com valor abaixo do Dolphin, na casa de R$ 140 mil.

Continua após a publicidade