Publicidade

Conheça qual é o carro que a BYD emprestou ao presidente Lula

Por| Editado por Jones Oliveira | 27 de Janeiro de 2024 às 11h30

Link copiado!

Divulgação/BYD
Divulgação/BYD

A BYD deu mais um passo importante para solidificar sua imagem no Brasil. A montadora chinesa emprestou um Tan, SUV elétrico que iniciou a “dinastia” da marca no país, para o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

O contrato de comodato foi firmado na tarde de quarta-feira (24), durante encontro no Palácio da Alvorada entre Tyler Li, presidente da BYD Brasil; Lula; Janja, primeira-dama do país; e outros representantes da alta cúpula do Governo Federal.

Continua após a publicidade

O empréstimo do carro da BYD para a presidência da República é válido por um ano (até 23 de janeiro de 2025), e tem cláusulas específicas sobre como o SUV elétrico da marca deve ser utilizado pelas autoridades.

Segundo o documento assinado pelas partes, a presidência precisa devolver o veículo “na forma que o recebeu”, além de arcar com quaisquer danos ocorridos com o carro durante a vigência do contrato de comodato.

O acordo estabelece que o empréstimo é “exclusivamente para uso e conhecimento do produto” e que, em caso de “danos irreversíveis”, o Palácio do Planalto terá um prazo de 30 dias para ressarcir o valor do carro à empresa. O Tan, hoje, custa R$ 529.890 no site da montadora.

Continua após a publicidade

Como é o carro que a BYD emprestou para Lula?

O BYD Tan foi o primeiro carro da montadora chinesa a ser lançado no mercado brasileiro. O nome do SUV é uma homenagem ao regime monárquico que governou a China entre de 618 e 906 DC. A dinastia, na verdade, chamava-se Tang, mas a pronúncia do “g” é silenciosa e, por isso, não foi incorporada ao nome do SUV.

O BYD Tan tem tração nas quatro rodas e é equipado com dois motores elétricos, um em cada eixo (245 cv motor frontal e 272 cv motor traseiro). Isso dá ao SUV elétrico uma potência combinada de 517 cv e capacidade de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 4,6 segundos.

Continua após a publicidade

O modelo premium emprestado ao presidente Lula é extremamente luxuoso também por dentro. O Tan conta com uma central multimídia de 15,6 polegadas do tipo flutuante e com rotação, que permite posicioná-la tanto na horizontal quanto na vertical.

O carro que ficará com a presidência oferece ainda cluster 100% digital de 12.3”, teto solar panorâmico, painel soft-touch, volante multifuncional com ajuste elétrico de profundidade e altura, bancos elétricos dianteiros, ar-condicionado dual zone, carregamento sem fio para celulares e muito mais.

No quesito segurança, a lista conta com itens como LKS (Lane Keeping System), 6 airbags, Freio Automático de Emergência, Sistema de Detecção para Abertura de Portas e a função eletrônica Auto Hold, que controla automaticamente os freios ABS para manter o veículo parado em uma subida, mesmo que o motorista tire o pé do pedal.

Continua após a publicidade

O principal destaque do pacote tecnológico, no entanto, é a tecnologia NFC (Near Field Communication) para abrir, fechar e até mesmo ligar a ignição do veículo por autenticação com um dispositivo do tamanho de um cartão de crédito.

Fábrica da BYD em pauta

A reunião serviu também para a BYD detalhar os planos de investimentos da marca no Brasil, especialmente em relação ao início das obras da fábrica em Camaçari, na Bahia, marcadas para ter início ainda no 1º trimestre de 2024.

Continua após a publicidade

Segundo Tyler Li, serão investidos R$ 3 bilhões e o complexo terá capacidade para produzir 150 mil carros por ano, além de gerar 10 mil postos de trabalho (diretos e indiretos), com prioridade para a mão de obra local, como forma de incentivar ainda mais a região.