Os filmes de super-heróis mais aguardados de 2021

Por Claudio Yuge | 22 de Dezembro de 2020 às 19h10
Montagem/Canaltech

O ano de 2020 não foi generoso para os fãs de adaptações de quadrinhos de super-heróis, obviamente por conta do fechamento das salas de cinema e paralisação de produções do setor do entretenimento devido à pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2). Contudo, com a chegada das vacinas e a reabertura das salas de exibição, a esperança é de que o calendário volte ao normal — e a expectativa é de uma temporada de sucessos nesta seara.

O cronograma já está delineado e, desta vez, produções que deveriam abrir 2020 finalmente poderão ver a luz do dia. Some a isso o conteúdo que foi preparado especialmente para esse retorno, com tempo extra de desenvolvimento.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Então, vamos à lista dos filmes mais aguardados de super-heróis de 2021, na ordem decrescente de importância — a partir da minha avaliação, fica aí a sugestão para vocês também comentarem, discordando ou não, quais são as suas expectativas para a temporada. Lembrando que os títulos que ainda não têm confirmação do nome oficial em português serão deixados em inglês mesmo.

9. Morbius

Embora Venom tenha feito um inesperado sucesso de bilheteria, o que abriu caminho para outros derivados do universo do Escalador de Paredes da Sony Pictures, a companhia parece ainda estar presa aos modelos antigos de adaptações — salvo quando o Marvel Studios está envolvido, mais especificamente com os longas do Homem-Aranha.

Contudo, a presença de Jared Leto, que parece estar disposto a apagar a má impressão de seu Coringa no compromisso de fazer um personagem secundário brilhar; os bons resultados com a animação Homem-Aranha: No Aranhaverso e nos games do Escalador de Paredes, que levam a crer que a Sony vem compreendendo melhor as propriedades que tem nas mãos; e a promessa de conexão com o Universo Cinematográfico Marvel (MCU, na sigla em inglês), soam promissores.

A estreia lá fora está prevista para 19 de março.

8. Venom: Tempo de Carnificina

A situação aqui é parecida com Morbius, mas com o apoio da surpreendente bilheteria de quase US$ 900 milhões, credencia a sequência de um quase “trash-movie cult moderno” a uma produção superior. E essa expectativa se justifica pela presença do carismático Tom Hardy e da adição de Woody Harrelson como um dos vilões icônicos do Homem-Aranha que nunca ganhou uma versão de carne e osso.

Além disso, há a possibilidade desta sequência de Venom estar conectada com o MCU e com o próprio Morbius. Pelo visto, os fãs gostaram de ver como o simbionte ficou em uma versão mais fiel e querem mais inclusive com o caótico Carnificina.

A estreia está prevista para 25 de junho.

7. Viúva Negra

O longa da Vingadora Natasha Romanoff deveria abrir a Fase 4 do MCU no começo deste ano, mas mudou de data antes mesmo da pandemia e depois acabou ficando sem calendário por conta do fechamento das portas das salas de exibição.

Embora o filme aconteça no passado das tramas compartilhadas, é de se esperar que traga elementos importantes para o futuro da Marvel Studios — a exemplo de novos personagens, como a Viúva Negra Yelena Belova de Florence Pugh, que pode ser a substituta de Scarlett Johansson nos Vingadores.

Além disso, o filme deve finalmente revelar o que aconteceu com Natasha e o Gavião Arqueiro em Budapeste, terá o popular vilão Treinador e pode ser a última participação de peso de Johansson no papel que ela desempenhou durante tanto tempo.

A estreia está prevista para 7 de maio.

6. Black Adam

Imagem: Reprodução/Dwayne Johnson (Twitter)

O filme alardeado por Dwayne Johnson já há muitos anos traz um vilão de peso do universo DC e teria conexões com o Universo Estendido DC (DCEU, na sigla em inglês). Uma delas seria a importante apresentação da Sociedade da Justiça e de elementos clássicos da mitologia decenauta — o que pode pavimentar caminhos interessantes para a DC Comics no cinema.

Prova disso é a confirmação da presença de Noah Centineo como o personagem Esmaga-Átomo e conexões com Shazam! 2 — lembrando que o filme de Billy Batson foi um dos mais bem-sucedidos da DC Films, ao lado de Mulher-Maravilha e Aquaman. Embora Johnson seja falastrão e costume ser muito “espaçoso” em seus longas, ofuscando outros atores e as próprias tramas, o longa pode criar grande relevância para o futuro do DCEU.

A estreia está prevista para 22 de dezembro.

5. Shang-Chi and The Legend of the Ten Rings

Imagem: Reprodução/ScreenRant

A Marvel Studios tem investido em diversidade e este filme tem grande relevância nesses planos — e também pelo fato de agradar o público chinês, que alimenta um dos maiores mercados audiovisuais do planeta. Some a isso o fato de rumores já terem adiantado a presença de mutantes na trama, o que serviria como o início da chegada dos X-Men no MCU.

Além disso, o filme deve trazer uma diferente tonalidade para o MCU, ampliando o cantinho místico e sobrenatural com uma mescla da mitologia oriental. Ah, e tem a possibilidade de finalmente trazer o Mandarim que todo mundo esperava em Homem de Ferro 3, além de uma das criaturas mais exóticas e queridas pelos fãs, o dragão Fin Fang Foom.

A estreia está prevista para o dia 9 de julho.

4. Zack Snyder's Justice League

Bem, como dizem, a voz do povo é a voz de Deus. E a comoção criada pelos fãs em torno da versão original de Snyder, que é, acima de tudo, um artista gráfico, promete trazer um espetáculo visual que Liga da Justiça de Joss Whedon ficou devendo em 2017. Além disso, a presença de parte do elenco original em novas gravações e uma trama com cerca de três horas e meia de sequências inéditas vêm atiçando a curiosidade de todos.

Para completar, é uma produção que pode mudar o modelo de desenvolvimento de atrações do porte de blockbusters, pois será lançado diretamente no streaming com um orçamento digno de estreias nos cinemas. Ah, claro, e tem também a presença dos Lanternas Verdes, heróis que mal foram citados no filme de 2017 e que são os favoritos de muitos fãs — inclusive deste que vos escreve.

Não há estreia confirmada, mas é possível que chegue ao HBO Max no primeiro trimestre.

3. The Suicide Squad

Além da presença da superpopular Arlequina de Margot Robbie, o longa traz um elenco recheado de nomes queridos pelo público, a exemplo de Idris Elba, John Cena, Nathan Fillion, Alice Braga, entre outros. A premissa também é ótima: a trama promete ter a mesma tonalidade de um clássico filme de guerra, mas com personagens cafonas e adorados pelos leitores.

Some a isso a divertida visão de James Gunn, que já provou ser especialista em tramas com grupos disfuncionais em Guardiões da Galáxia; e mais possíveis conexões ao futuro do DCEU, com muitas menções a elementos clássicos dos quadrinhos da DC Comics — espere por muito fan service.

A estreia está prevista para 8 de agosto.

2. Eternals

Imagem: Reprodução/The Direct

Descrito pelo chefão da Marvel Studios, Kevin Feige, como um “épico”, este foi o primeiro projeto anunciado para a Fase 4 do MCU e, na verdade, seria a introdução do novo período dos heróis da Casa das Ideias nas telonas.

O filme tem um elenco estelar, com direito a Angelina Jolie, Salma Hayek e Kit Harington, mas o que deixa mais cria expectativas é a trama, que pode levar para as telonas a fundação do Universo Marvel. Com o longa, talvez será possível compreender melhor como a ciência marvete muitas vezes se confunde com magia — e detalhar porque é que temos tantos superseres na Terra, incluindo alguns como os mutantes e os Inumanos.

A estreia está prevista para 5 de novembro de 2021.

1. Spider-Man 3

Imagem: Reprodução/Montagem Canaltech

A sequência da trajetória de Tom Holland já era muito aguardada por conta do sucesso dos anteriores e ficou ainda mais depois da treta entre a Sony e a Marvel (leia-se os produtores Amy Pascal e Kevin Feige), que quase encerrou a participação do Homem-Aranha no MCU. O hype foi aumentando com a confirmação do Electro de Jamie Foxx, de O Espetacular Homem-Aranha: A Ameaça de Electro, e escalou para o Aranhaverso com a chegada de Alfred Molina como o Doutor Octopus de Homem-Aranha 2 e Benedict Cumberbatch no papel de Doutor Estranho.

Depois disso, veio Andrew Garfield repetindo sua encarnação de Peter Parker e a possível presença de Tobey Maguire, Kirsten Dunst, Emma Stone, J.K. Simmons (que já havia dado as caras novamente como J. J. Jameson em Homem-Aranha: Longe de Casa), William Dafoe, Charlie Cox (o Demolidor da Netflix), entre outros.

Para completar Feige confirmou que o filme terá conexões com Doctor Strange in the Multiverse of Madness e o diretor do longa, Jon Watts, será também quem vai comandar a chegada do Quarteto Fantástico ao MCU — vale lembrar que o Tocha Humana é o melhor amigo do Homem-Aranha nos quadrinhos. Ou seja, além do Aranhaverso e nostalgia, podemos ver a primeira menção explícita à primeira família de heróis.

A estreia está prevista para 17 de dezembro.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.