Os smartphones mais aguardados de 2020

Por Wagner Wakka | 01 de Janeiro de 2020 às 13h00
Reprodução
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Motorola Razr 2019

Ficha técnica

O ano de 2019 foi um momento bastante diferente para o universo dos smartphones. Foi aqui que a Samsung se arriscou ao lançar (após meses de atraso) o seu primeiro aparelho com tela dobrável, o Galaxy Fold.

Contudo, o ano que vem promete diversas novidades, principalmente, por conta da entrada direta dos aparelhos no padrão 5G. Se você ainda não sabe o que esperar dos smartphones para 2020, vamos à nossa lista do que vem por aí:

Motorola Razr

Foto: Adriano Ponte/Canaltech

Um dos aparelhos mais curiosos é o novo dobrável da Motorola. O Razr está agendado para chegar ao mundo em janeiro do ano que vem. O dispositivo conta com tela dobrável, mas lembra os famosos celulares de flip que fizeram muito sucesso na década passada.

Aberto, ele tem uma tela de 6.2 polegadas em OLED. Junto disso, tem um painel externo no qual há outro display para notificações. Por fim, o Razr também tem um botão no qual traz um leitor de digital.

Embora seja bem interessante, com robustez interna de seu Snapdragon 710, ele vai chegar salgado ao mercado: US$ 1.500, cerca de R$ 6.100. Assim, coloca-se como um interessante fator para bagunçar o mercado de smartphones para o ano que vem.

Surface Duo

Foto: Divulgação/Microsoft

Este aparelho chega como uma das mais curiosas propostas para smartphones de 2020. Primeiro, porque traz de volta a Microsoft para este mercado, depois do fiasco que foram seus Windows Phones (RIP).

Além disso, ela conta com a ideia não de ser um aparelho com tela dobrável, mas que pode ser aberto como um livro. Assim, ele chega com um par de displays de 5,6 polegadas sendo que a dobra permite movimentação em 360º. Além disso, a segunda tela pode ser usada como um teclado ou um joystick para jogos, por exemplo.

Embora o Duo possa entrar na nossa lista também como um tablet, ele foi apresentado como um smartphone e chegará já com suporte ao 5G. Até o momento, a Microsoft informou que ele vai contar com Snapdragon 855 e chegará no final do ano que vem no mercado norte-americano.

iPhone SE 2

iPhone SE 2 pode ser semelhante ao iPhone 8 (Foto: Canaltech)

Embora esse não seja o dispositivo mais incrível a ser visto no ano que vem, ele traz uma nova perspectiva para uma empresa já bem tradicional em seu modelo de negócio. Analistas de mercado apontam que a Apple pode lançar não só a linha iPhone 12, mas ter um smartphone no seu período de entressafra.

A análise é de Ming-Chi Kuo, analista especializado em Apple, que geralmente é bem certeiro nas suas previsões. Ele acredita que a empresa possa colocar no mercado uma versão bem parecida com o iPhone 8, mas rodando com o chip A13 Bionic da atual geração.

Tal modelo seria mais barato, quase um intermediário da Apple e seria lançado pela companhia nos três primeiros meses de 2020.

Essential Project Gem

Essential Project Gem (Foto: Divulgação/ Essential)

Neste ano, o CEO da Essential, Andy Rubin(criador do Android) ,divulgou uma imagem conceitual de um aparelho bastante diferente no mercado. Chamado de Project Gem, ele tem um formato mais verticalizado e totalmente fora de qualquer padrão de proporção atual de smartphones.

Na parte de trás, ele conta com uma lente bastante saltada, além de um sensor de digital. Este item, contudo, não seria exatamente para desbloquear o aparelho, mas com intuito de acionar o assistente de voz.

A ideia da Essential é de que o Gem seja navegado mais por sistema de voz, que por controle de movimentos ou toque, por isso o destaque para o assistente. Apesar de ainda não ser oficial, Rubin indicou no Twitter que o smartphone pode chegar ainda em 2020.

Galaxy Fold 2

Samsung pode modificar modelo do Fold para 2020 (Foto: Divulgação/Samsung)

Depois de um ano complicado para o lançamento do Galaxy Fold, a expectativa é de que a Samsung apresente um novo modelo para 2020. Contudo, agora, a fabricante deve apostar em uma nova experiência para o usuário.

De forma muito parecida com o Razr, agora a proposta é de se ter uma dobra na horizontal, e não mais na vertical como acontece com o primeiro modelo. Assim, ele se tornaria um aparelho quadradinho para ser mais fácil de guardar quando fechado.

Os rumores apontam para um smartphone com tela de 6,7 polegadas com duas lentes na parte de fora e outra interna. Ainda, a Samsung pode estar trabalhando para usar uma tela em Gorilla Glass 3% mais fina que a atual, permitindo dobrar com mais facilidade e ter mais resistência.

Por fim, o novo Fold (ainda sem oficializar este nome) poderia ser lançado a preço agressivo neste ano, na faixa de US$ 1.000 (próximo a R$ 4.000).

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.