LG prepara celular com tela enrolável para março de 2021, indica rumor

LG prepara celular com tela enrolável para março de 2021, indica rumor

Por Diego Sousa | 30 de Outubro de 2020 às 12h20
Reprodução/LG

O Wing, smartphone da LG que se destaca pela tela secundária que gira em 90 graus, foi a primeira aposta dentro do que a fabricante chama de "Explorer Project". O projeto tem objetivo de trazer novas maneiras de interagir com os celulares e já ganhou a atenção do público e mídia especializada, e agora prepara um segundo lançamento para o começo do ano que vem.

Quem divulgou a informação foi o site The Elec, nesta quinta-feira (29). O novo smartphone, chamado internamente de "Project B", terá como principal chamariz a tela enrolável, ou seja, haverá um módulo retrátil na parte de cima que saltará do corpo quando é acionado, provavelmente revelando uma área frontal maior.

A própria LG divulgou o novo celular em funcionamento após os créditos do evento de lançamento do Wing. No teaser, podemos ver um produto com formato padrão de smartphone, mas que tem uma de suas partes retrátil para expandir sua tela. Confira abaixo o momento exato:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Infelizmente, a LG ainda não revelou nenhum detalhe sobre o futuro aparelho. No entanto, em julho deste ano o CEO da empresa Kwon Bong-seok já havia adiantado que a sul-coreana estaria preparando um dispositivo com display flexível. A ideia seria se distanciar de Samsung e Huawei, que atualmente apostam no segmento de aparelhos dobráveis.

Além disso, vale lembrar que uma patente da LG Display foi aprovada em junho de 2019 e mostra um dispositivo que tem o tamanho de um smartphone quando enrolado. Resumidamente, o documento sugere uma tela flexível que poderia ser "guardada" quando não estivesse em uso.

Patente de celular com tela enrolável da LG (Foto: Reprodução/LetsGoDigital)

Foco nos topos de linha

De acordo com fontes próximas da sul-coreana, os planos da companhia são de expandir a parceria com ODMs, ou seja, empresas que fabricam produtos que receberão o nome de outra marca, para a produção dos seus smartphones.

Essa estratégia começou a ser adotada em 2018, com cerca de 10% do total de celulares da LG sendo produzidos por fabricantes parceiras, como as chinesas Wingtech, Huaqin e Longcheer. Em 2021, a porcentagem deve chegar a 70%.

Ao que tudo indica, os 30% restantes que devem ser fabricados pela própria LG seriam os smartphones premium e futuros lançamentos da linha Explorer Project. Além do smartphone enrolável, o sucessor do Velvet também já estaria sendo desenvolvido, com lançamento previsto para o primeiro trimestre de 2021. O The Elec explica que o celular deve herdar algumas características premium da linha V da empresa, como chipset mais potente.

Em 2021, a LG espera vender aproximadamente 30 milhões de smartphones ao redor do mundo, cerca de 5 milhões a mais do esperado para 2020.

Fonte: The Elec  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.