Publicidade

Review Galaxy A54 | Câmera quase de topo de linha

Por| Editado por Léo Müller | 24 de Março de 2023 às 13h36

Link copiado!

Review Galaxy A54 | Câmera quase de topo de linha
Review Galaxy A54 | Câmera quase de topo de linha

Samsung anunciou o Galaxy A54 com promessas fortes no campo das câmeras. A empresa falou em Nightography de Galaxy S e super estabilização na captação de vídeos. E tudo isso sem descuidar dos outros aspectos de um celular intermediário.

Eu testei o smartphone, com uma atenção especial às câmeras, e conto a seguir como foi a experiência. Já adianto a conclusão de forma resumida: o Samsung Galaxy A54 chega perto da linha Galaxy S em qualidade de câmeras. E sem descuidar demais do resto.

Veja a análise completa do aparelho nos próximos parágrafos e entenda se ele vale a pena para o seu tipo de uso.

🛒 Veja o preço do Galaxy A54 no Magalu

Continua após a publicidade

🛒 Veja o preço do Galaxy A54 no Zoom

🛒 Veja o preço do Galaxy A54 na Amazon

Continua após a publicidade

Design, construção, tela e som

  • Dimensões: 158,2 x 76,7 x 8,2 mm
  • Peso: 202 gramas
  • Tela: Super AMOLED de 6,4 polegadas
  • Resolução: Full HD (1080 x 2340 pixels), 120 Hz;

A Samsung adotou um visual mais próximo do Galaxy S23 para o Galaxy A54, mas dá para notar fácil que o modelo desta análise é um intermediário. Sim, é verdade que a traseira é de vidro, mas as laterais em plástico deixam claro que não é um smartphone tão premium quanto um topo de linha.

Aliás, o intermediário da Samsung conta com certificação IP67. Isso significa que ele tem proteção contra poeira e submersão em até um metro de água por 30 minutos.

Continua após a publicidade

Enquanto eu testei este celular, senti uma nostalgia de 2018, quando o Galaxy A8 chegou ao Brasil com câmera frontal dupla e tela com poucas bordas. O aspecto do A54 me lembra bastante, e as dimensões são bem próximas do A8 Plus de 2018. Mas a tela é bem maior, graças às novas tecnologias disponíveis em 2023.

Falando nisso, o display Super AMOLED é muito bom. O brilho máximo é bem alto, o que garante uso confortável em dias ensolarados. Além disso, o contraste tem um bom nível e as cores são bem precisas — dentro do possível para a tela de um intermediário.

O sistema de som é estéreo e bastante satisfatório. No entanto, notei que o foco é nos médios, e os graves se perdem um pouco conforme o volume se aproxima do máximo.

Continua após a publicidade

O Galaxy A54 tem conector USB-C na parte inferior e não oferece entrada para fone de ouvido. Você pode usar um com a porta disponível ou um modelo sem fio, com Bluetooth 5.3.

Configuração, desempenho e usabilidade

  • Sistema operacional: Android 13 sob One UI 5.1;
  • Plataforma: Samsung Exynos 1380 (5 nm);
  • Processador: Octa-core (4x 2,4 GHz Cortex-A78 + 4x 2,0 GHz Cortex-A55);
  • GPU: Mali-G68 MP5;
  • RAM e armazenamento: 8/128 GB, 8/256 GB.

O Exynos 1380 é o novo chip intermediário da própria Samsung. As características o colocam em um nível semelhante ao Dimensity 1080, mas os benchmarks apontam que sua potência é até superior ao chip da MediaTek, ficando mais próximo de um Snapdragon 778G.

Continua após a publicidade

Falando em experiência real do dia a dia, achei o Galaxy A54 5G bem competente. O teste do Canaltech, que consiste em bastante trocas de aplicativos pesados e leves, rodou sem grandes problemas. Só no final, com muito app em segundo plano, eu senti alguns engasgos bem pequenos, normais em um intermediário.

Desempenho no AnTuTu

Pelo AnTuTu, é possível notar que o Galaxy A54 está pouco abaixo do Poco X5 Pro em todos os aspectos. Mas, quando comparado a seu antecessor, o salto é considerável em todos os critérios, exceto pela UI, que tem uma melhora menor. A pontuação é compatível com um smartphone intermediário.

Continua após a publicidade

Software e conectividade

O aparelho já roda o Android 13 sob a One UI 5.1, que é uma vantagem sobre muitos concorrentes. Alguns, como a série Redmi Note 12, ainda rodam a versão anterior do sistema operacional. Além disso, a Samsung promete até quatro updates de versão do Android e cinco anos de pacotes de segurança.

Para quem gosta de fazer pagamento por aproximação, o Galaxy A54 tem o Samsung Wallet, que vai um pouco além. Dá para cadastrar cartões para pagamento via NFC, e também é possível guardar senhas e documentos de identificação no app, que fica protegido por senha.

Além disso, ele já tem a tecnologia 5G, vem com 8 GB de memória RAM e opções de 128 GB ou 256 GB de armazenamento. Com a possibilidade de ampliar com cartões de memória de até 1 TB.

Continua após a publicidade

Câmeras

  • Principal: 50 MP, abertura f/1.8;
  • Ultrawide: 12 MP, abertura f/2.2;
  • Macro: 5 MP, abertura f/2.4;
  • Selfies: 32 MP, abertura f/2.2;
  • Vídeos: até 4K a 30 fps.
Continua após a publicidade

O Galaxy A54 consegue entregar fotos perto do que a Samsung promete em qualidade. O aparelho compete bem até mesmo com modelos de faixa de preço superior. A faixa dinâmica é muito boa, o nível de texturas é bem alto e há uma boa fidelização de cores. Isso vale para os três sensores traseiros.

A Samsung promete um ‘Nightography’ tão bom quanto o da linha Galaxy S. Porém, como era de se esperar, o hardware um pouco menos potente não consegue lidar tão bem com as correções da imagem. Ainda assim, achei o aparelho bem competente no modo noturno, até mais que o iPhone 14 em alguns casos.

As selfies são excelentes, em um nível raro de encontrar em celulares intermediários. O Galaxy A54, ouso dizer, compete em pé de igualdade com alguns topo de linha atuais. As texturas são muito boas, a faixa dinâmica é equilibrada e as cores são bastante precisas, com uma saturação um pouco acentuada, apenas.

Continua após a publicidade

Você pode filmar em 4K com até 60 quadros por segundo no Galaxy A54, mas aí não consegue aproveitar a super estabilização. Para usá-la, o aparelho trava em Full Hd com 30 fps, mas realmente fica bastante estável, com movimentos bem suaves. Vale a pena ativar, mesmo com resolução menor.

Porém, a super estabilização só está disponível na câmera traseira. A frontal treme pouco, mas pode ser mais interessante filmar em 4K com 30 quadros por segundo para ter uma imagem um pouco mais definida, dependendo do uso para o vídeo.

Continua após a publicidade

Bateria e Carregamento

  • Capacidade de carga: 5.000 mAh;
  • Recarga: até 25 W com fio.

A duração da bateria é, possivelmente, o maior ponto fraco do Galaxy A54. E nem é um ponto fraco tão ruim, afinal, o dispositivo consegue entregar mais de um dia de uso, já que teve uma previsão de mais de 21 horas de duração no teste do Canaltech.

E o teste é bastante exigente, com 3 horas e 40 minutos de tela acesa em um período de seis horas. São usados apps como YouTubeNetflix, Chrome, WhatsApp, redes sociais e jogos. O brilho da tela é deixado no automático, e ficou em cerca de 30% no Galaxy A54.

Lembrando que testes de duração de bateria — quaisquer que sejam — não trazem respostas finais sobre a duração delas. São mais uma base de comparação de cada veículo, e mesmo assim um celular que dura mais em um teste pode durar menos do que outro com duração menor, dependendo do seu uso.

  • Duração estimada: aproximadamente 23 horas;
  • Recarga: cerca de 2 horas.

O Galaxy A54 aceita carregador de até 25 W, mas vem com um de 15 W na caixa. Com este acessório, a recarga pode demorar até duas horas para ser completa. Se você tiver um adaptador de parede mais potente, deve conseguir fazer o processo em cerca de uma hora e meia.

Concorrentes diretos

Um concorrente para o Galaxy A54 é o Moto G73. O celular da Motorola é um pouco menos potente em hardware, mas conta com a fluidez do software mais limpo. Curiosamente, a duração de bateria foi bem inferior no teste do Canaltech, e as câmeras também não superam as do A54.

Xiaomi tem no Brasil o Poco X5 Pro, lançado a preço próximo ao do celular da Samsung. Com o Snapdragon 778G, este modelo já tem potência equivalente ao Galaxy A54. E vem com carregador mais potente, de 67 W, além de câmera com resolução maior.

O Moto G73 tem preço oficial de R$ 2.000. O Poco X5 Pro tem duas opções de memória, sendo que o preço oficial da de 6/128 GB é R$ 3.500, e a de 8/256 GB é de R$ 4.000. Valores superiores aos do modelo da Samsung, que custa R$ 2.900 com 8/128 GB e R$ 3.400 com 8/256 GB.

Galaxy A54: vale a pena?

Eu recomendo os intermediários da Samsung para qualquer pessoa que priorize câmera atualmente e não pode pagar o preço de um topo de linha. No caso do Galaxy A54, a recomendação é bastante certeira, pois havia algum tempo que eu não via um celular de menos de R$ 4.000 com câmeras tão boas.

Existem flagships concorrentes que não têm qualidade fotográfica ou de vídeo tão boa quanto o aparelho da Samsung. De resto, ele é muito competente em todos os critérios, sendo a duração de bateria seu maior ponto fraco — e ainda assim não é tão ruim, pois é o bastante para um dia inteiro.

A recomendação ganha ainda mais força quando a Xiaomi traz o Poco X5 Pro a preço superior ao Brasil. O Samsung Galaxy A54 tem câmeras melhores e não fica muito atrás em nenhum quesito quando comparado com o concorrente. E é mais barato.

Eu vou um pouco mais além. Por mais que o iPhone tenha qualidade excelente em todos os quesitos, você pode economizar bastante ao apostar em um intermediário Android. E este modelo da Samsung rivaliza bem com os modelos da Apple em qualidade de câmeras.

Por fim, as atualizações do sistema. A Samsung promete quatro updates de versão do Android para o Galaxy A54. Na categoria dos intermediários, é muito difícil encontrar um rival neste sentido. A Motorola prometeu três para seu flagship de 2022, enquanto a Xiaomi mal atualiza o sistema, fica apenas na interface.

Resumindo, se você quer um excelente celular intermediário, este modelo da Samsung é a opção certa.

🛒 Veja o preço do Galaxy A54 no Magalu

🛒 Veja o preço do Galaxy A54 no Zoom

🛒 Veja o preço do Galaxy A54 na Amazon