Nada cringe: 10 jogos antigos que ainda fazem sucesso

Nada cringe: 10 jogos antigos que ainda fazem sucesso

Por Lucas Arraz | Editado por Bruna Penilhas | 05 de Setembro de 2021 às 21h30
Montagem/Canaltech/Reprodução/CipSoft/Nintendo/Capcom

Se há jogos que envelheceram mal e deixaram aquele gosto mais amargo que um cartucho de Nintendo Switch durante a jogatina, poucos anos depois do lançamento, outros resistem a prova do tempo e são uma experiência deliciosa para curtir até os dias atuais.

Não importa os gráficos pixelados, o número de bits ou as grandes telas de loading. O Canaltech separou uma lista com aqueles jogos que se tornaram verdadeiros clássicos e ainda fazem sucesso, atraindo jogadores mesmo entre os lançamentos de nova geração.

10. Ragnarok Online

Ragnarok Online é MMORPG gratuito para jogar (Imagem: Divulgação)

De graça, leve e nostálgico. Direto das telas de Lan House em todo o Brasil, Ragnarök Online é o MMORPG que fez muito sucesso por aqui em meados de 2004. O jogo é baseado na mitologia nórdica e coloca o jogador em servidores online para resolver missões e enfrentar monstros icônicos como o Poring.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A prova que Ragnarök Online ainda é um sucesso é que o jogo recebeu recentemente itens em Free Fire. O Poring foi disponibilizado como opção de pet e item de personalização para os jogadores de um dos maiores battle royale do mundo.

Itens baseados no monstrinho Porigon ficaram disponíveis em Free Fire (Imagem: Foto: Reprodução/Garena)

Até hoje o título é uma boa pedida para jogar e se aventurar com os amigos, recebendo atualizações constantes. Ragnarök Online conta com mais de 50 classes de personagens e 10 caminhos diferentes para escolher. Entre espadachim, arqueiro, justiceiro, gatuno, mago, alquimista, arcebispo e musa, mais de 25 milhões de pessoas exploram o mundo desse jogo. O game também tem uma versão mobile, chamada Ragnarök M.

9. Final Fantasy VII 

  • Data de lançamento: 1997
  • Plataforma original: PlayStation

Final Fantasy VII é um marco definitivo da série de JRPGs. O sétimo capítulo dos jogos da Square Enix foi lançado em 1997 para Playstation, ajudando o console da Sony a alavancar as vendas e criar uma sólida imagem para os RPGs do Japão no Ocidente.

O game foi um sucesso na época de lançamento por apresentar um mundo imersivo, que se expandia para um mapa gigantesco, além de oferecer uma qualidade gráfica impressionante para época. O jogo ainda continua um hit pela história trágica, recheada de ação e reviravoltas.

Jogo ganhou remake para consoles da Sony (Imagem: Reprodução/Square Enix)

FFVII vendeu mais de 11 milhões de cópias, sendo o Final Fantasy mais vendido da série principal. O título foi creditado como "o jogo que vendeu o PlayStation" e atualmente compõe um dos grandes títulos da biblioteca da Sony com o Final Fantasy VII Remake.

8. Tibia

Tibia manteve uma média de 100 mil jogadores por dia em 2020 (Imagem: Divulgação/Cipsoft)

O mundo online e medieval de Tibia forma um dos MMORPGs mais conhecidos pelos brasileiros. Os gráficos já simples na época do lançamento tornaram o game bastante acessível e atrativo para as conexões de internet e computadores que circulavam no país.

Além da nostalgia de quem virou noites jogando, Tibia ainda é um sucesso por conta das atualizações constantes que recebe. Em 2020, a desenvolvedora Cipsoft duplicou o faturamento com o jogo após aprimorar a plataforma de negociação que permite a venda de personagens entre jogadores.

Imagem: Divulgação/Cipsoft

Tibia manteve uma média de 100 mil jogadores por dia em 2020 e gerou 25 milhões de euros de faturamento no ano. Dentro do game, a atividade que mais engaja a comunidade são os embates entre guildas de jogadores.

7. Super Mario 64

  • Data de lançamento: 1996
  • Plataforma original: Nintendo 64
Capa norte-americana de Super Mario 64 (Imagem: Reprodução/Nintendo)

Primeiro jogo tridimensional da franquia Mario, Super Mario 64 segue o encanador em cenários que revolucionaram a franquia e marcaram jogadores ao longo das gerações.

Super Mario 64 garantiu sua longevidade ao ganhar apelo na comunidade de speedrunners, que se dedica a encontrar formas de terminar um jogo o mais rápido possível. São diversas possibilidades de recordes diferentes para completar o jogo, utilizando bugs do cenário ou completando a campanha de forma justa, com todas as estrelas.

O fato é que a tradição de speedruns com Super Mario 64 não deixam a peteca cair. Além disso, o jogo ainda costuma aparecer na lista de games transmitidos na Twitch.

6. Team Fortress 2

(Imagem: Divulgação/Valve)

A Valve possui no catálogo, verdadeiros clássicos dos jogos competitivos online, como Counter-Strike: Global Offensive e DotA 2. Um jogo da empresa tão amado por sua comunidade quanto esses dois titãs é Team Fortress 2.

De uma franquia que nasceu como um mod de Quake até a sequência que estreou 2007, Team Fortress 2 é um FPS que resistiu mesmo com a falta de atenção da Valve, que nunca investiu fortemente em um cenário competitivo para o game.

Hoje em dia, a empresa dona do Steam conta com ajuda da comunidade na criação de mods de jogo. Entre julho e agosto de 2021, Team Fortress 2 chegou a reunir um pico de 150 mil jogadores simultâneos. A modalidade mais popular atualmente é o Sixes (6×6), em que dois times com seis jogadores disputam um mapa que conta com cinco pontos de controle.

5. Super Mario World 

  • Data de lançamento: 1990
  • Plataforma original: SNES
Capa norte-americana de Super Mario World (Imagem: Reprodução/Nintendo)

Alguns fatores ajudam a explicar a longevidade de Super Mario World, reconhecido mesmo por jogadores que nasceram bem depois do lançamento na década de 1990.

O jogo acompanhava a versão brasileira do Super Nintendo, ajudando esse mundo com diversas fases inventivas e com o Yoshi, como principal novidade, se tornar uma memória afetiva que carregou o título ao longo dos anos.

Essa ligação entre a aventura da Nintendo e o Brasil inclusive rendeu frutos para a comunidade. O brasileiro Matheus Furtado chegou a entrar para o livro dos recordes, Guinness Book, por conseguir finalizar Super Mario World em apenas 1 minuto e 13 segundos, o que o colocou em primeiro lugar de todo o mundo.

4. Pac-Man

  • Data de lançamento: 1980
  • Plataforma original: Arcade

O Pac-Man é um dos personagens mais famosos dos videogames. Prova disso é que o personagem saiu dos arcades para ganhar desenho animado, uma vaga no elenco de Super Smash Bros. Ultimate e até estampar a divulgação do filme Pixels com Adam Sandler.

Com sua simplicidade, mas jogabilidade divertida, o jogo se consolidou como um imortal dos games. Em 2010, no aniversário de 30 anos da franquia, o site de pesquisa Google lançou um doodle com uma versão jogável de Pac-Man na página inicial. A iniciativa gerou um prejuízo considerável para as empresas, que passaram a relatar problemas com funcionários que insistiram em utilizar o jogo ao invés de trabalhar.

Doodle de Pac-Man criado pelo buscador Google (Imagem: Reprodução/Google)

Em abril de 2021, o jogo clássico ganhou uma versão repaginada com jogabilidade inspirada no gênero de battle royale. Pac-Man 99 foi lançado pela Bandai Namco para Nintendo Switch, ajudando a manter o legado da série.

3. Street Fighter II

  • Data de lançamento: 1991
  • Plataforma original: Arcade

O segundo Street Fighter é a base para qualquer jogo moderno de luta. Ao introduzir o primeiro sistema de combos, o título de arcade definiu um padrão para os jogos do seu gênero e eternizaram o elenco com Ryu, Blanka e a lutadora Chun-Li.

O contínuo sucesso do título motivou a Capcom a relançar um cartucho do jogo em 2017, além de incluir Street Fighter II como principal título da coletânea Street Fighter 30th Anniversary, disponível no Playstation 4, Xbox One, Nintendo Switch e PC (via Steam).

2. Resident Evil 4 

  • Data de lançamento: 2005
  • Plataforma original: Nintendo GameCube

Mais focado no tiroteio e com um tom jocoso, Resident Evil 4 consagrou Leon S. Kennedy como um dos protagonistas favoritos de toda a franquia.

A missão para resgatar a filha do presidente dos Estados Unidos passa por diferentes cenários, armas biológicas e ganhou o coração de jogadores ao longo dos anos com incontáveis remasterizações para diferentes consoles.

Resident Evil 4 está disponível no PS4, PC, Xbox One e Switch. Em breve, o game também vai ganhar uma versão em realidade virtual. O jogo anda é a principal inspiração para Resident Evil Village e pode ganhar um remake em 2022, estendendo o sucesso por mais tempo.

1. Tetris

Imagem: Reprodução/The Tetris Company


Tetris completou 37 anos em 2021 com o recorde de jogo mais portado da história dos videogames. Ele foi lançado para 65 plataformas diferentes e continua em alta até hoje com versões para a família Playstation, Xbox e o Nintendo Switch.

A premissa do game se preservou ao longo dos anos sem muitas alterações. Você deve encaixar peças de diferentes formatos e cores, capazes de girar sobre o próprio eixo em quatro posições diferentes. Ao completar uma linha, as peças somem e dão pontos ao jogador.

Tetris foi desenvolvido na Rússia pelo jovem Alexey Pajitnov, ao lado dos colegas Dmitry Pavlovsky e Vadim Gerasimov, sendo esse último um prodígio da programação de 16 anos. O trio fez parte do Centro de Computadores da Academia Russa das Ciências e criou os primeiros conceitos de Tetris em 1984, em meio a Guerra Fria. Mesmo com as tensões globais, Tetris ultrapassou a cortina de ferro e chegou aos Estados Unidos, onde foi um sucesso com o port para Game Boy.

Hoje o jogo recebe novas versões, todas com o licenciamento da The Tetris Company e base criada por Pajitnov. As mais recentes incursões da franquia são o battle royale Tetris 99 e Tetris Effect.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.