Pac-Man: Curiosidades e muito mais sobre a franquia dos anos 80

Pac-Man: Curiosidades e muito mais sobre a franquia dos anos 80

Por Ariane Velasco | Editado por Guadalupe Carniel | 05 de Setembro de 2019 às 08h30
Divulgação

O Pac-Man é um dos personagens mais amados e famosos dos videogames da década de 80. Prova disso é sua popularidade até mesmo entre pessoas bem jovens, que sequer chegaram a jogar seus games

E se você é um entusiasta desse pequeno personagem amarelo e guloso, confira algumas curiosidades bem interessantes sobre sua franquia.

A criação do Pac-Man

O criador do personagem, Toru Iwatani, costuma dizer que a inspiração para a criação do Pac-Man surgiu quando ele, tamanha a fome que estava, comeu uma pizza inteira sozinho. No entanto, embora o personagem também seja muito guloso, a inspiração propriamente dita veio do formato em que a pizza ficou quando a primeira de suas fatias foi retirada, resultando justamente no formato engraçado do boneco amarelo.

Toru Iwatani (Foto: Agência EFE)

Pac-Man e o público feminino

Toru Iwatani também garante que sempre quis aumentar o alcance do jogo para que ele proporcionasse diversão também para garotas, uma vez que o ambiente dos fliperamas, na época, era predominantemente masculino. Segundo o idealizador do Pac-Man, seu objetivo de aproximar as garotas do universo dos jogos consistia em uma tentativa de tornar os lugares melhores.

Além disso, Iwatani garante que a gula de Pac-Man também serve como uma referência às garotas, uma vez que elas “gostam de comer”, pois ele sempre observava o prazer que sua esposa sentia enquanto devorava uma saborosa sobremesa.

Pac-Man popularizou os jogos de fliperama entre o público feminino (Foto: Bruno Todeschini/PUCRS)

Ms. Pac-Man

Ms. Pac-Man é a esposa do personagem, hoje bastante popular na franquia. No entanto, o que poucos sabem é que ela surgiu originalmente como uma cópia ilegal, exibida em um mapa diferente. Quando foi constatado pela Midway, empresa responsável por publicar jogos nos EUA, que ainda não havia sido desenvolvida uma sequência para o jogo, ela comprou a cópia e deu origem à senhora Pac-Man.

Ms. Pac-Man (Imagem: Divulgação)

Pac-Man e seu “espinafre”

O Pac-Man possui seu próprio instrumento de força: pílulas de energia que permitem a ele comer os fantasmas perseguidores por um tempo limitado. O que poucos sabem, no entanto, é que essa ferramenta de energia instantânea, ou “Power-Up”, foi inspirada no personagem Popeye e seu espinafre.

Popeye e seu espinafre (Imagem: Divulgação)

Pac-Man: a origem do nome

O nome do personagem foi inspirado em uma onomatopeia japonesa, “Paku-Paku”, que indica a ação de comer algo. Da primeira vez em que essa palavra foi adaptada, o resultado foi “Puck-Man”, porém o nome não continuou sendo utilizado por medo de que, em inglês, ele fosse utilizado como uma sátira depredatória. Isso porque a palavra “Puck” se parece muito com um popular palavrão norte-americano.
Além disso, uma curiosidade interessante sobre esse nome gira em torno do (ótimo) filme “Scott Pilgrim contra o mundo”, onde Scott faz uma piada com essa história a fim de puxar assunto com Ramona Flowers.

Scott Pilgrim fez referência ao Pac-Man (Foto: Divulgação)

Pac-Man na página inicial do Google

O Pac-Man completou 30 anos em 2010 e recebeu uma homenagem do site de pesquisas da Google que exibiu em seu logo da página inicial um minigame com o personagem.

A iniciativa gerou um prejuízo considerável para as empresas, uma vez que seus funcionários, entusiastas e prováveis jogadores do game na década de 80, insistiram em utilizar o joguinho presente no logo ao invés de trabalhar.

Pac-Man na página inicial do Google (Imagem: Divulgação)

A tão sonhada fase 256

Embora muitas pessoas não saibam, a programação do Pac-Man não consegue acompanhar seus melhores jogadores, que conseguem realizar a façanha de chegar no nível 256. Isso porque o joguinho vai somente até o nível 255, e trava no seguinte.

Com base nesse fato, os jogadores se desafiaram a completar todas as 255 fases sem perder nenhuma vida, o que chamam de realizar a “partida perfeita”. Além disso, o player deve, ao chegar no nível 256, conseguir o maior número de pontos possível antes que o jogo trave. O último recorde até agora foi de Billy Mitchell, dos Estados Unidos, que conseguiu juntar 3.333.360 pontos.

No centro, Billy Mitchell (Foto: Wikimedia Commons)

Pac-Man fora dos fliperamas

O jogo também conta com uma sequência inusitada: Pac-Man 2: The New Adventures. Ela foi lançada para Super Nintendo e Mega Drive e, ao invés de seguir na mesma lógica que os demais jogos do personagem, onde o modelo fliperama era seguido, ela se assemelhava muito a um game de computador, na qual o jogador deveria “apontar e clicar” em objetos para que o Pac-Man os investigasse, o que resultava em encrencas e aventuras. Essa versão, no entanto, não vez muito sucesso, pois o modo original já tinha se consolidado como o padrão.

Pac-Man 2: The New Adventures (Imagem: Divulgação/Nintendo)

Interações e participações especiais

O Pac-Man foi selecionado para integrar um time de personagens que fazem várias participações especiais no jogo Super Smash Bros, disponível para Nintendo 3DS e Wii U. Nele, Pac-Man lutará ao lado de Sonic, Mario e Mega Man.

Além disso, o comilão amarelo já participou de outros games como Street Fighter X Tekken e Mario Kart Arcade.

Super Smash Bros (Imagem: Divulgação)

Inspiração para o GTA

O legado do Pac-Man foi responsável por inspirar diversos desenvolvedores de jogos, entre eles David Jones, que descreveu o primeiro GTA como sendo “o mesmo jogo que Pac-Man”. A analogia é estabelecida do seguinte modo: as pessoas que deveriam ser atropeladas no GTA funcionavam como as pastilhas do Pac-Man. Já os policiais que perseguiam o carro eram como os fantasmas.

GTA 1 (Imagem: Divulgação)

Pac-Man Vs.

Há mais de uma década, a Nintendo lançava um minigame chamado Pac-Man Vs. Ele consistia em um multiplayer para até 4 jogadores, onde um deles deveria assumir o papel do personagem comilão e poderia ter acesso a todo o tabuleiro através de seu portátil. Os outros três deveriam ser os fantasmas e, por isso, tinham uma visão mais limitada do tabuleiro. O jogo era muito divertido, mas acabou sendo deixado de lado pela empresa.

Pac-Man Vs. (Imagem: Divulgação)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.