Publicidade

The Flash | Data de lançamento, trailers, o que esperar e mais

Por| Editado por Jones Oliveira | 19 de Outubro de 2021 às 18h30

Link copiado!

Reprodução/DIIEGODESIGNER
Reprodução/DIIEGODESIGNER
Tudo sobre Warner Bros

É irônico como o filme do homem mais veloz do mundo seja também um dos mais demorados para ser lançado. São quase dez anos que ouvimos falar em um longa estrelado pelo Flash e, de lá para cá, isso não só não aconteceu como o próprio Universo Cinematográfico Estendido da DC (DCEU, na sigla em inglês) colpasou à sua volta. Assim, o projeto que deveria marcar o novo começo de história dos heróis da Warner vai chegar envolto em muita polêmica e conectando nada a coisa alguma.

E, por mais estranho que soe, é o tipo de coisa que casa muito bem com a figura do Velocista Escarlate. Nos quadrinhos, o Flash é justamente esse personagem que transita por entre universos e que, em alguns casos, causa o efeito borboleta que muda tudo ou mesmo põe um fim a existências inteiras. E, por mais que o DCEU não tenha encerrado por causa dele, o filme representa muito bem todo o caos e dor de cabeça que os fãs acompanharam por quase uma década.

Mas vamos aos fatos. A Warner Bros anunciou em 2014 que planejava fazer um filme do Flash com o Lanterna Verde na cola de Batman vs. Superman: A Origem da Justiça. A ideia era ampliar o universo compartilhado criado por Zack Snyder e lançar uma aventura do velocista em 2017 para dar continuidade aos eventos de Liga da Justiça.

Continua após a publicidade

Só que tudo o que podia dar errado, deu. Snyder deixou de comandar o DCEU, The Flash passou por vários adiamentos por causa de problemas de bastidores — de roteiro tendo que ser inteiramente reescrito a uma pandemia paralisando todos os trabalhos — e o próprio ator escolhido para viver o herói, Ezra Miller, se mostrando alguém instável e uma verdadeira dor de cabeça para o estúdio. Como se não bastasse, eis que a Warner passar por uma enrome reformulação que, após várias idas e vindas, colocou um ponto final no tal universo comparilhado. 

E como The Flash fica nesse novo momento do estúdio? Usando uma imagem vinda dos quadrinhos, o homem mais rápido do mundo agora paira em um enorme limbo. Embora o longa ainda esteja previsto para chegar aos cinemas, ele não fará mais parte do novo Universo Cinematográfico da DC (DCU) que está sendo proposto após a chegada de James Gunn. Assim, de promessa de um novo futuro, ele se tornou uma enorme ponta solta. Não é um início e tampouco um fechamento — apenas um capítulo melancólico de um projeto totalmente conturbado.

The Flash: Elenco

Continua após a publicidade

Apesar das várias idas e vindas de The Flash e da própria DC nos cinemas, uma das poucas contantes foi o elenco. Mesmo nos períodos mais incertas da produção, nunca houve dúvidas sobre quem seria o Flash — apesar de alguns atritos ameaçarem isso — e nem os personagens que ele encontraria em sua missão pelo multiverso.

Assim, Ezra Miller volta como Barry Allen para assumir o manto do Velocista Escarlate, mas com um adicional curioso. Como o teaser mostrado durante o DC Fandome de 2021 apresentou, o ator vai dar vida a duas versões do personagem, mostrando que a DC está realmente levando a sério a ideia de multiverso e de brincar com realidades alternativas.

Aliás, ter dois Ezra Miller em cena é uma enorme conquista para um filme que quase não teve nenhum. Como dito, o longa teve uma produção bastante conturbada, com direito ao ator ameaçar deixar o longa após um desentendimento com os roteiristas. Segundo os rumores da época, o estúdio queria uma história mais leve e voltada para a comédia — pegando carona no jeito do personagem apresentado em Liga da Justiça —, mas o protagonista queria algo um pouco mais sério. Tanto que ele próprio sentou-se com o quadrinista Grant Morrison para fazer seu próprio roteiro que, de acordo com o autor, não foi aceito pela Warner

Continua após a publicidade

De qualquer forma, parece que as brigas viraram coisas do passado e tudo parece ter se acertado depois que Andy Muschietti assumiu a direção. Ele foi o responsável, por exemplo, por dar o tom nessa nova trama e criar a continuidade entre The Flash e o restante do DCEU — não que isso valha de algo agora —, conectando o novo longa com Liga da Justiça. Tanto que Ben Affleck vai voltar como Batman, como os vários dublês vistos durante as filmagens bem revelam

Ainda não está claro qual vai ser a participação do ator na história, mas o que foi estabelecido até aqui é que o herói é uma espécie de mentor para Allen, então faz sentido ele aparecer nem que seja no início do filme para ajudar o Flash a entender seus poderes e como usá-los para o bem.

Continua após a publicidade

Só que Affleck não será o único Homem-Morcego do longa. Como a ideia do filme é brincar com realidades alternativas, um desses mundos do multiverso vai ser o do filme Batman, de 1989, com direito ao ator Michael Keaton retornando ao papel depois de mais de 30 anos. Ele até chegou a aparecer rapidamente no teaser, embora sem mostrar seu rosto.

Assim como no caso de Affleck, não foi dito qual será o seu papel dentro da história, mas tudo indica que ele vai reforçar essa ideia de que o Cavaleiro das Trevas é o mentor do Flash, independentemente da realidade em questão. Para quem assistiu ao desenho Batman do Futuro, a dinâmica deve ser basicamente a mesma: Bruce Wayne já mais velho passando seu conhecimento e experiência de décadas de combate ao crime a um jovem promissor.

Outra versão alternativa que será apresentada em The Flash é a Supergirl de Sasha Calle. No caso dela, a gente realmente não sabe absolutamente nada mesmo. Não há informações de que canto do multiverso ela vem e nem se ela é uma variante de Kara Zor-El (a Supergirl que todos conhecem), uma versão feminina do Karl-El, o Superman principal, ou mesmo filha do herói.

Continua após a publicidade

The Flash: Trailer

Mesmo com quase dez anos de produção, a Warner ainda não tem um trailer completo com grandes detalhes da história, grandes cenas de ação e tudo aquilo que a gente espera de um material promocional assim. No máximo, tivemos um teaser divulgado durante o DC Fandome de 2021 que dá algumas dicas do caminho que a trama deve seguir e das surpresas que ainda serão mostradas no multiverso.

Foi nesse teaser que descobrimos que o filme terá dois Barry Allen, sendo que um deles deve vestir um traje improvisado do Batman com as cores do Velocista Escarlate. Isso leva a crer que o Flash do DCEU deve parar nessa realidade do Batman de 1989 e, por alguma razão, vai precisar encontrar a sua contraparte de lá e formar uma nova equipe. Tanto que o teaser acaba justamente com eles e a Supergirl convidando o Bruce Wayne de Michael Keaton para o time.

Continua após a publicidade

O vídeo ainda dá um grande destaque para a construção do novo uniforme do Flash, que será um pouco mais parecido com o dos quadrinhos do que a versão apresentada em Liga da Justiça. Há toda uma construção de cena com ele adicionando novas cores e inserindo o icônico símbolo do raio e algumas linhas que não existiam no traje.

O teaser também dá umas pequenas deixas sobre a trama, com alguém questionando o herói por que ele quer ficar em uma linha temporal quando ele pode estar em qualquer uma. Ao mesmo tempo, vemos cenas do personagem visitando a mãe, o que deve ser o grande estopim para a bagunça no multiverso, semelhante ao que acontece na saga Ponto de Ignição nos quadrinhos.

The Flash: O que esperar

Essa saga das HQs vai ser a grande inspiração para The Flash. Na história, o herói também usa sua supervelocidade para voltar no tempo e, assim, encontrar a mãe morta quando ele ainda era criança. Só que a gente sabe muito bem que o efeito borboleta não perdoa e essa interferência no passado causa consequências enormes no futuro. Assim, nos quadrinhos, isso muda todo o universo DC de formas bem radicais, com direito até mesmo a Bruce Wayne ter sido morto quando criança em Gotham, o que motivou seu pai, Thomas, a se tornar o Batman e sua mãe a virar o Coringa.

Continua após a publicidade

No cinema, as coisas devem ser um pouco menos caóticas — pelo menos dentroo das telas. Já está claro que Barry Allen vai voltar no tempo igual nos gibis e isso vai resultar em mudanças na realidade. Não sabemos como a DC vai tratar isso, se como se a linha temporal tivesse sido alterada — mais ou menos como em De Volta para o Futuro — ou se vai realmente trabalhar com a ideia de multiverso e deixar claro que as ações do Flash fizeram com que esses mundos colidissem entre si.

O fato é que devemos ver o herói diante de uma realidade bem diferente daquela que ele deixou para trás. É aí que ele deve se encontrar com a Supergirl e descobrir que ela é a Kryptoniana da Terra no lugar do Superman de Henry Cavill. E vai ser nesse momento que ele também vai conhecer a sua outra contraparte.

Ainda não está claro o contexto disso tudo e nem por que eles vão trabalhar em equipe. Não há nenhuma informação sobre quem será o vilão do longa e, ao que tudo indica até aqui, é que a grande jornada deve mesmo girar em torno do Flash principal tentando corrigir a linha temporal e arrumar a bagunça que ele fez. Deve ser a partir disso que ele vai formar essa Liga da Justiça improvisada e ir atrás do Batman, sua referência de herói e mentor, para tentar encontrar uma resposta.

Continua após a publicidade

Isso abre margem para duas possibilidades. A primeira é que devemos ter um Homem-Morcego mais velho e bem mais amargurado do que aquele que vimos com Ben Affleck, o que pode gerar uma dinâmica bem interessante no contraste entre esse estilo ranzinza com o jeito meio paspalho de Barry Allen.

Além disso, é bem possível que a versão do Flash dessa Terra não seja um herói, mas alguém que tenta esconder seus poderes. Como o teaser sugere, ele não tem um uniforme de herói, mas usa uma versão adaptada do traje do Batman. Isso leva a crer que vai ser essa missão que vai torná-lo um herói e isso pode ser algo muito interessante, pois devemos ver o próprio Barry Allen principal servindo de mentor. 

Assim, ao mesmo tempo em que esse novo Flash está entendendo o que é ser um herói com ele mesmo, a versão principal do DCEU também passa a compreender melhor o seu papel nisso tudo e a se tornar alguém mais confiante e seguro de si, deixando de ser o adolescente estranho que foi mostrado até aqui. Seria um arco de evolução bastante curioso de ser visto.

Continua após a publicidade

Mas é claro que ainda faltam muitas lacunas para serem preenchidas. Não sabemos nada sobre o vilão e nem se haverá mesmo algum tipo de ameaça. Até porque é bem possível que a missão seja mesmo encontrar uma forma de corrigir as coisas, o que dispensaria um inimigo — o que seria muito bom, pois traria algo de diferente para o gênero de super-heróis. 

Contudo, se a ideia é manter The Flash dentro da estrutura padrão do gênero, pode ser que a gente seja surpreendido com alguma outra versão do próprio herói. Uma possibilidade para isso é o Flash Negro, uma espécie de espírito da Morte criado para pegar justamente os velocistas da DC. Nas HQs, ele é representado como um Flash esquelético que se alimenta da Força de Aceleração Negativa para buscar suas presas. Assim, teríamos essa entidade buscando Barry Allen, já que a existência dele naquele mundo é uma anomalia.

Outra possibilidade seria explorar essa Força de Aceleração Negativa para apresentar um vilão, que poderia ser inclusive uma outra versão do próprio Allen. Assim, ao invés de termos essa jornada de autoconhecimento do Flash ajudando uma outra versão de si, veremos essa nova variante do herói ser corrompida e querendo assumir o lugar do original. 

Continua após a publicidade

The Flash: Data de lançamento

Como The Flash foi um filme que passou por muitos contratempos na produção, ele já teve diversas datas de lançamento. A ideia original era que o longa chegasse aos cinemas em 2017 e estamos entrando em 2023 ainda esperando por isso. 

Inclusive, nos últimos meses, o longa foi antecipado e adiado algumas vezes, ora para tentar abafar os problemas envolvendo Ezra Miller, ora para ajustar a trama do filme do que a Warner pretendia fazer com o então DCEU. E, depois de muito vai e vem, parece que agora vai. Segundo a Warner, The Flash está previsto para chegar aos cinemas em 16 de junho de 2023 — uma semana antes de uma das datas iniciais apresentadas pela empresa.

Se isso vai ser confirmado, somente esperando para ver. Diante de toda a novela em torno de sua produção, já é uma vitória o longa não ter sido cancelado e a única coisa que ele mostrou até aqui que só podemos confiar que a estreia vai mesmo acontecer na hora que as luzes da sala de cinema se apagarem.