Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Quanto custa assinar todos os streamings no Brasil?

Por| Editado por Durval Ramos | 26 de Fevereiro de 2024 às 14h00

Link copiado!

Freepik
Freepik

A cada lançamento, o mercado de plataformas de streaming se aproxima da tradicional TV a cabo. Antes, as produções e estreias eram divididas entre diferentes canais, enquanto agora, o mesmo vale para os mais variados serviços. Com filmes, séries, documentários e reality shows exclusivos, o caminho para ter acesso a tudo sempre vai passar por múltiplas assinaturas.

Os preços individuais são baixos, podendo variar de R$ 9 até R$ 60, nas opções de maior qualidade e número de telas. Enquanto existem opções gratuitas, os principais títulos estão nas plataformas pagas, o que pode fazer com que a fatura do cartão de crédito acabe aumentando exponencialmente na medida em que mais opções são adicionadas pelo usuário. 

Neste levantamento, optamos pelos serviços mais populares da atualidade, incluindo algumas focadas em nichos específicos ou com possibilidade de compra e aluguel extra de conteúdo. No final, está a resposta da pergunta: quanto custa assinar os principais streamings do Brasil? A resposta pode fazê-lo sentir falta da TV a cabo.

Continua após a publicidade

Amazon Prime Video

O Amazon Prime Video chegou ao Brasil em setembro de 2019 oferecendo uma mensalidade bastante em conta em comparação com os concorrentes da época. Inicialmente, a plataforma de streaming custava R$ 9,90 por mês, mas o valor duplicou desde o lançamento do serviço.

Em um aumento anunciado em fevereiro de 2024, a assinatura do Amazon Prime Video passou a custar R$ 19,90 por mês, enquando o pacote anual sai a R$ 166,80, valor equivalente a R$ 13,90 mensais. O pagamento também dá acesso a outros benefícios, como frete grátis e promoções exclusivas no e-commerce ou a possibilidade de apoiar um canal por mês na Twitch.

O Amazon Prime Video oferece 30 dias gratuitos antes do início do pagamento, com acesso ao catálogo completo. Por meio da plataforma, o assinante ainda pode alugar ou comprar conteúdos individuais ou assinar canais adicionais (os chamados Prime Channels), pagando valores adicionais que incluem até mesmo materiais de outros streamings. Confira as opções:

  • Paramount+: R$ 19,90/mês;
  • Looke: R$ 16,90/mês;
  • Telecine: R$ 29,90/mês;
  • Max: R$ 34,90/mês;
  • Mubi: R$ 29,90/mês;
  • MGM: R$ 14,90/mês;
  • Reserva Imovision: R$ 24,50/mês;
  • Discovery+: R$ 21,90/mês;
  • Premiere: R$ 59,90/mês;
  • Combate: R$ 34,90/mês;
  • NBA League Pass: R$ 54,99/mês;
  • Love Nature: R$ 9,90/mês.

Apple TV+

Continua após a publicidade

O Apple TV+ também chegou ao Brasil em 2019, com valor acessível, mas oferecendo um catálogo bastante limitado, apenas de produções originais. A lista, porém, foi expandindo ao longo do tempo, com direito a filmes e séries renomados, indicados e vencedores de grandes prêmios da indústria.

Em fevereiro de 2024, o serviço custa R$ 21,90 ao mês, com teste gratuito de sete dias. A plataforma também pode ser acessada através da assinatura do Apple One, que reúne outros serviços da Maçã como Apple Music, Apple Arcade e iCloud, além do Apple TV+, claro. O plano individual custa R$ 42,90 mensais, com opções familiares de R$ 54,90 ao mês ou mensalidade de R$ 89,90 com Apple Fitness+ incluído.

Crunchyroll

Continua após a publicidade

Fãs de anime contam com a Crunchyroll, plataforma de streaming à cultura pop oriental. O foco, claro, está nos animes, mas o catálogo também inclui dramas coreanos, mangás e músicas, entre outros conteúdos. A grande vantagem para os fãs do gênero é que, no caso das animações, o serviço traz o episódio já legendado em português poucas horas após sua transmissão no Japão, o que é perfeito para quem quer sempre estar atualizado.

Ao contrário da maioria dos outros serviços de streaming, a plataforma possui uma opção gratuita com anúncios. O catálogo é limitado a alguns títulos como One Piece, Jujutsu Kaisen e Demon Slayer, entre outros. Acima, a plataforma disponibiliza três categorias de assinaturas Premium, todas com acesso gratuito nos primeiros 14 dias:

  • Fan: R$ 14,99/mês;
  • Mega Fan: R$ 19,99/mês;
  • Mega Fan anual: R$ 199,99.
Continua após a publicidade

Disney +

O Disney+ estreou no Brasil ao final de 2020 trazendo, inicialmente, o catálogo das empresas do serviço, com produções da Pixar, Marvel, Star Wars e National Geographic. Aos poucos, porém, mais conteúdos foram sendo adicionados, enquanto as opções devem ser ainda mais ampliadas com a integração com o Star+, marcada para acontecer no segundo trimestre deste ano. 

Continua após a publicidade

O Disney+ custa R$ 33,90 por mês, com opção anual custando R$ 279,90. Até que a união das plataformas aconteça, também dá para assinar o pacote que reúne o serviço e o Star+ por R$ 55,90 mensais.

Globoplay

O Globoplay é uma plataforma de streaming do grupo Globo que traz programação ao vivo de sua rede de canais, além do streaming de programas de TV, filmes e séries. Além das marcas da própria empresa, como Multishow, GNT e a transmissão 24h do BBB, o serviço também traz produções nacionais e internacionais originais, além de conteúdos licenciados.

Continua após a publicidade

Com tantas opções, o serviço também disponibiliza uma série de combos de acordo com o conteúdo desejado. O mais básico, com acesso apenas ao streaming, sai por R$ 27,90ao mês ou R$ 214,80por ano. Já o pacote Globplay + Canais, que inclui 27 emissoras como SporTV, Globonews e Gloob, custa R$ 54,90 mensais ou R$ 538,80 anual.

Outras opções, ainda, incluem combos com o Premiere (R$ 69,90/mês), Deezer (R$ 45,90/mês) e Combate (R$ 62,90/mês), enquanto opções que agregam acesso a serviços como Disney+ e Star+ também podem ser assinadas. Ainda, é importante lembrar que, desde 2022, só é possível realizar a assinatura do Telecine através do Globoplay, em um plano combinado que sai por R$ 52,90/mês.

Max

Continua após a publicidade

Em sua terceira mudança de nome, o HBO Max agora atende no Brasil apenas por Max. A mudança acontece no dia 27 de fevereiro e traz consigo a adição dos conteúdos da Discovery, incluindo materiais dos canais da marca, e com isso, claro, vieram novos planos e valores.

Com a mudança, a Max passa a ter três opções diferentes de assinaturas, com diferentes benefícios:

  • Plano Básico com Anúncios: R$29,90/mês ou R$225,90/ano, com anúncios limitados e acesso em até dois dispositivos;
  • Plano Standard: R$ 39,90/mês ou R$ 357,90/ano, para acesso a até dois dispositivos ao mesmo tempo;
  • Plano Platinum: R$ 55,90/mês ou R$ 477,90/ano, com acesso em até quatro dispositivos de uma vez.

Confira mais detalhes de cada pacote de assinatura da Max na reportagem completa do Canaltech sobre a mudança.

Continua após a publicidade

Looke

O Looke oferece um catálogo com mais de 10 mil conteúdos, entre filmes e séries para assistir por streaming. Além de filmes e séries, o serviço também oferece uma seção totalmente dedicada a conteúdos infantis, acessível com a mesma assinatura geral.

A assinatura do Looke tem valor único e sai por R$ 16,90mensais ou R$ 149,90 por ano..

Continua após a publicidade

Netflix

Plataforma mais popular no Brasil, a Netflix chama a atenção principalmente por suas produções originais, que incluem tanto filmes quanto séries. Além disso, o serviço também traz centenas de conteúdos licenciados, o que também inclui materiais de outras empresas que só podem ser vistos na plataforma.

São três planos da Netflix disponíveis no Brasil: o pacote Padrão com anúncios custa R$ 18,90 ao mês com resolução 1080p e acesso em até dois aparelhos; já o Padrão sai por R$ 39,90 mensais, excluindo as propagandas. Por fim, o pacote Premium traz conteúdos em 4K HDR e uso em até quatro telas por R$ 55,90 por mês.

Continua após a publicidade

Paramount+

Tendo séries como Halo e De Férias com o Ex como seus principais destaques, o Paramount+ também é a casa de grandes produções da distribuidora. O catálogo no Brasil inclui, por exemplo, temporadas completas de Bob Esponja e a série Pânico, além de longas Oscarizados ou não como A Baleia e Transformers.

A assinatura do Paramount+ custa R$ 14,90 por mês.

Quanto custa assinar todos os streamings?

É hora, então, de colocar na ponta do lápis e descobrir quanto custa assinar os principais serviços de streaming disponíveis no Brasil. Vamos considerar apenas os planos mensais e assinaturas individuais sempre que possível, excluindo pagamentos do Prime Channels ou pacotes combinados que podem ter disponibilidade temporária — a não ser, novamente, que outra opção não esteja disponível.

Total planos básicos (incluindo com anúncios)

  • Apple TV+: R$ 21,90;
  • Amazon Prime Video: R$ 19,90;
  • Crunchyroll: R$ 14,99;
  • Disney+: R$ 33,90;
  • Globoplay: R$ 27,90
  • Max: R$ 29,90;
  • Looke: R$ 16,90;
  • Netflix: R$ 18,90;
  • Paramount+: R$ 14,90.

Total: R$ 199,19 ao mês

Total melhores planos

  • Apple TV+: R$ 21,90;
  • Amazon Prime Video + Prime Channels sem plataforma própria (MGM, NBA League Pass, Love Nature): R$ 99,69;
  • Crunchyroll: R$ 19,99;
  • Disney+ + Star+: R$ 55,90;
  • Globoplay + Canais + Combate + Premiere + Telecine: R$ 152,60;
  • Max: R$ 55,90
  • Looke: R$ 16,90;
  • Netflix: R$ 55,90;
  • Paramount+: R$ 14,90.

Total: R$ 493,68 ao mês

* Colaborou Natalie Rosa.