Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Snapdragon 8 Gen 2 domina ranking do AnTuTu em dezembro de 2022

Por| Editado por Wallace Moté | 03 de Janeiro de 2023 às 14h16

Link copiado!

Reprodução/Qualcomm
Reprodução/Qualcomm

O AnTuTu divulgou nesta semana seu tradicional ranking dos smartphones mais poderosos a realizarem o benchmark para o mercado chinês, referente ao mês de dezembro de 2022. Sem grandes surpresas, a lista de celulares topo de linha é quase totalmente dominada pelo recente Snapdragon 8 Gen 2 da Qualcomm, cedendo apenas alguns dos espaços para seu principal concorrente, o MediaTek Dimensity 9200.

Snapdragon 8 Gen 2 domina entre topos de linha

O segmento de topos de linha premium é quase totalmente dominado pela Qualcomm, com destaque para o Snapdragon 8 Gen 2. O chipset mais recente da marca ocupa 7 das 10 posições, lideradas pelo iQOO 11 Pro, com 1.311.221 pontos. Logo atrás, na 2ª posição, está o Redmi K60 Pro, aparelho que chama atenção por ter assumido a colocação muito rapidamente — o modelo foi anunciado na semana passada — chegando aos 1.309.159 pontos. O pódio é fechado com o Vivo X90 Pro Plus e seus 1.299.346 pontos.

Continua após a publicidade

A plataforma da Qualcomm ocupa ainda a 4ª, 5ª e 6ª posições, com o iQOO 11, Xiaomi 13 Pro e Xiaomi 13, respectivamente, além da 8ª posição, com o Moto X40. Rival direto do Snapdragon 8 Gen 2, o MediaTek Dimensity 9200 apresenta resultados impressionantes, especialmente quando consideramos o histórico da empresa antes da estreia da série 9000, mas ainda perde por uma margem significativa.

Equipando o Vivo X90 Pro, o chip da MediaTek aparece apenas na 7ª posição, com total de 1.275.365 pontos — diferença irrisória de menos de 3%, ainda que pareça maior em números, de 35.856 pontos. O Dimensity 9200 volta a aparecer na 9ª posição com o Vivo X90 padrão, capaz de marcar 1.221.809 pontos. Fecha o top 10 o OnePlus Ace Pro, a variante chinesa do OnePlus 10T, que apresenta pontuação de 1.108.874 pontos graças ao Snapdragon 8 Plus Gen 1.

MediaTek é única entre topos de linha básicos

Curiosamente, no segmento de subflagships (ou topos de linha básicos), a MediaTek domina sozinha: quase todos os 10 aparelhos utilizam o Dimensity 8100, ou alguma variação do componente, como o Dimensity 8100-Max. A única exceção é o aparelho que ocupa o primeiro lugar, o iQOO Neo 7 SE, munido do Dimensity 8200 — que, na prática, foi lançado como uma revisão do 8100, por trazer ficha técnica muito similar.

O campeão dos subflagships atinge os 865.294 pontos, seguido pelo OPPO Reno 9 Pro, com o Dimensity 8100-Max e seus 857.160 pontos. A 3ª posição ficou com o OnePlus Ace Racing Edition, também equipado com o 8100-Max. O restante da lista, representada por aparelhos da Oppo, Realme e Xiaomi, é toda equipada pelo Dimensity 8100 tradicional, com poucas exceções.

Intermediários seguem domínio da Qualcomm

Continua após a publicidade

A situação se inverte quando chegamos aos intermediários mais avançados, totalmente ocupada por processadores Snapdragon da série 7. Há, porém, uma situação curiosa: os chips mais novos não lideram, ponto que reforça como uma boa refrigeração e o processo de fabricação podem afetar o desempenho. O 1º lugar da lista fica com o iQOO Z6, munido do antigo Snapdragon 778G Plus, com 600.109 pontos.

A 2ª posição é ocupada pelo recém-lançado Honor 80, que traz o Snapdragon 782G, versão revisada do 778G Plus — no papel, a solução deveria ser mais poderosa que o antecessor, mas fica para trás ao marcar 583.635 pontos. Mais interessante é a 3ª colocação, conquistada pelo Xiaomi Civi 2 e seu Snapdragon 7 Gen 1, em teoria a plataforma mais poderosa entre as três. Mesmo assim, o processador oferece apenas 573.231 pontos.

Com exceção do 4º lugar, obtido pelo OPPO Reno 8 Pro com Snapdragon 7 Gen 1, as outras 6 posições pertencem a aparelhos da Huawei, Honor e OPPO com o Snapdragon 778G ou alguma de suas variações, sem haver qualquer sinal da MediaTek.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que estes são os rankings referentes à China — nas próximas semanas, a expectativa é que o AnTuTu libere listas globais dos aparelhos mais poderosos, composta por celulares que estão disponíveis mundialmente.

Fonte: Gizchina.it