Apple anuncia novo iPad Pro com Apple M1, tela Mini LED, 5G e mais

Por Renan da Silva Dores | 20 de Abril de 2021 às 15h25
Reprodução/Apple

Com o anúncio da atual geração de MacBooks, a Apple balançou o mercado com o anúncio do Apple M1, seu primeiro chip customizado para Macs. Baseado na arquitetura ARM, mesma dos chips presentes nos iPhones, o novo processador da gigante de Cupertino entregou altíssima performance. Conseguindo encarar processadores mais potentes, como os Intel Core i9 do antigo MacBook Pro, a companhia incentivou rivais a buscarem por soluções semelhantes.

Agora, em seu evento realizado na tarde desta terça-feira (20), a Apple anuncia mais um avanço de sua iniciativa Apple Silicon com a chegada do novo iPad Pro 2021, primeiro tablet da companhia a vir equipado com o Apple M1. Além do conjunto de processamento poderoso, que inclui ainda até 16 GB de RAM e 2 TB de armazenamento, o dispositivo também é pioneiro no uso das telas Mini LED, tecnologia muito aguardada que promete oferecer qualidade de imagem superior.

Apple traz popular M1 para o iPad Pro

Uma das principais novidades do tablet é a chegada do Apple M1 em sua versão mais poderosa, com 8 núcleos de CPU e 8 núcleos de GPU, similar à do MacBook Pro. Segundo a companhia, a adoção do novo chip faz do novo iPad Pro 50% mais poderoso em CPU e 40% mais poderoso em GPU do que a geração passada, equipada com o já bastante robusto A12Z Bionic.

Mesmo com o Apple M1, o novo iPad Pro segue com espessura reduzida de até 6,4 mm (Imagem: Reprodução/Apple)

O componente habilita enormes capacidades de memória, que chegam aos 16 GB de RAM e a 2 TB de armazenamento. Fora isso, o iPadOS também foi otimizado para tirar total proveito do poder de processamento do Apple M1, graças ao uso da arquitetura ARM. O conjunto traz ainda dimensões reduzidas, de até 6,4 mm de espessura, e promete ótima autonomia de bateria, com até 10 horas de reprodução de vídeos na versão Wi-Fi, e até 9 horas na variante 5G.

Conectividade avançada com Thunderbolt e 5G

A conectividade foi outro foco da Apple, trazendo upgrades bem-vindos. A porta USB-C, compatível com inúmeros acessórios da indústria, ganha mais velocidade com o novo padrão USB 4, além de trazer protocolo Thunderbolt, comum em notebooks equipados com processadores Intel. A novidade fornece largura de banda quatro vezes maior que o antecessor, atingindo os 40 Gbps.

Com conectividade 5G mmWave, o novo iPadPro promete internet com velocidades de até 4 Gbps (Imagem: Reprodução/Apple)

Na prática, a Apple garante que a conexão agora é capaz de suportar um Pro Display XDR em resolução máxima de 6K, internet de 10 Gbps, além de cabos e docks de alta performance. Soma-se a isso a chegada do suporte à rede 5G, no padrão mais veloz mmWave, com promessa de velocidade de até 4 Gbps. Fora isso, o tablet traz eSIM, eliminando a necessidade de um chip SIM físico.

Consumo e criação de mídia com tela Mini LED

O outro grande destaque do iPad Pro 2021, especificamente em sua versão de 12,9 polegadas, é a tela Liquid Retina XDR. A novidade está no painel, que utiliza a muito aguardada tecnologia Mini LED, tida como uma das telas do futuro. Como seu nome sugere, o display traz mais de 10.000 pequenos LEDs para aumentar o brilho máximo e o contraste.

O novo iPad Pro adota a aguardada tela Mini LED, com brilho de até 1.600 nits e cobertura de cores DCI-P3 (Imagem: Reprodução/Apple)

De acordo com a fabricante, a nova tela entrega desempenho similar ao do Pro Display XDR, com brilho de 1.000 nits e pico de brilho de 1.600 nits. O contraste também é um ponto forte, medido em 1.000.000:1. Completando as novas adições, há suporte a múltiplos padrões de HDR da indústria, como HLG e Dolby Vision. Acompanham ainda o display quatro alto-falantes estéreo, compatíveis com áudio espacial Dolby Atmos.

No mais, estão de volta a tecnologia ProMotion, de taxa de atualização de 120 Hz, função True Tone para ajustar a temperatura das cores de acordo com a luz ambiente, e cobertura da gama de cores DCI-P3, o padrão do cinema.

Uma nova câmera ultra wide de 12 MP habilita a função Center Stage em chamadas de vídeo (Imagem: Reprodução/Apple)

Por fim, pensando em tempos de home office, a Apple atualizou o sistema TrueDepth do Face ID com uma nova câmera ultra wide de 12 MP e campo de visão de 122º, permitindo a adição da função Center Stage. Com ela, a câmera do iPad Pro detecta o usuário em chamadas de vídeo e o mantém centralizado mesmo que ele se mova.

iPadOS 14.5, Magic Keyboard branco e outros extras

Além do upgrade significativo em tela e processamento, o iPad Pro 2021 também conta com melhorias nas câmeras e no software. Empoderadas pelo processador de imagem (ISP) do Apple M1, as lentes do tablet conseguem agora, pela primeira vez na linha, fazer capturas com o Smart HDR 3. Fora isso, o desempenho em fotos e vídeos em ambientes de baixa luz foi aprimorado, pelo trabalho conjunto do novo ISP com o sensor LiDAR.

O Apple M1, aliado ao sensor LiDAR,promete entregar performance de câmera superior em baixa luz (Imagem: Reprodução/Apple)

O iPadOS também foi atualizado, e chega agora à sua versão 14.5, que será disponibilizado a usuários de outros modelos de iPad já na próxima semana. Estão inclusas entre as melhorias suporte expandido para novas línguas nas funções Scribble e Smart Selection da Apple Pencil, novos emojis, compatibilidade com o DualSense do PS5 e o controle do Xbox Series X|S com suporte a vibração, bem como a habilidade de compartilhar letras e ver as principais músicas de cidades pelo mundo com o Apple Music.

O Magic Keyboard está agora disponível na cor branca (Imagem: Reprodução/Apple)

Concluindo as novidades, o Magic Keyboard, que oferece um touch pad e mantém o iPad suspenso, está disponível agora na cor branca.

Preço e disponibilidade

O iPad Pro 2021 entra em pré-venda no próximo dia 30 de abril, com disponibilidade prevista para a segunda semana de maio, inclusive no Brasil. Como de costume, o aparelho será oferecido em duas versões: uma de 11 polegadas e uma de 12,9 polegadas, nas cores cinza espacial e prateado. As únicas diferenças entre ambas são a tela Mini LED, exclusiva do modelo maior, e a capacidade de bateria.

Para a variante de 11 polegadas, os preços começam em R$ 10.799 com Wi-Fi e 128 GB de armazenamento, e podem atingir os R$ 25.999 com 5G e 2 TB de armazenamento. Enquanto isso, o modelo de 12,9 polegadas tem preços que partem dos R$ 14.799 com Wi-Fi e 128 GB de armazenamento, alcançando os R$ 29.999 com 5G e 2 TB de armazenamento.

iPad Pro 2021: ficha técnica

  • Tela: Liquid Retina com resolução de 2388 x 1668 pixels, brilho máximo de 600 nits, taxa de atualização de 120 Hz (11 polegadas) / Liquid Retina XDR com resolução de 2732 x 2048 pixels, brilho máximo de 1.600 nits, taxa de atualização de 120 Hz (12,9 polegadas)
  • Chipset: Apple M1
  • Memória RAM: 8 GB ou 16 GB
  • Armazenamento interno: 128 GB, 256 GB, 512 GB, 1 TB ou 2 TB
  • Câmera traseira: 12 MP (Principal, f/1.8) + 10 MP (Ultra wide, f/2.4, 125º)
  • Câmera frontal: 12 MP (Ultra wide, f/2.4, 122º);
  • Dimensões: 247,6 x 178,5 x 5,9 mm (11 polegadas) / 280,6 x 214,9 x 6,4 mm (12,9 polegadas)
  • Peso: 466 gramas (11 polegadas) / 682 gramas (12,9 polegadas)
  • Bateria: 28,65 W/h (11 polegadas) / 40,88 W/h (12,9 polegadas)
  • Extras: USB 4, Thunderbolt, 5G, som Dolby Atmos, Face ID
  • Cores disponíveis: cinza espacial e prateado
  • Sistema operacional: iPadOS 14.5

Fonte: Apple

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.