Apple apresenta novo iMac com chip M1 e espessura de um monitor

Por Felipe Junqueira | 20 de Abril de 2021 às 14h55
Divulgação/Apple

A Apple anunciou um novo iMac totalmente redesenhado para abrigar o chip M1. O computador tem a espessura de um monitor e, mesmo assim, entrega ainda mais potência que a geração anterior, com tela de 24 polegadas e resolução 4,5K.

O novo iMac será vendido em sete cores diferentes, tem preço que parte de R$ 17.600, e inclui câmera Full HD, sistema de som com microfone que foca no que o usuário fala, novo conector magnético para a fonte de energia e um teclado redesenhado com Touch ID. E tudo isso em um corpo com apenas 11,5 milímetros de espessura, o equivalente a um iPhone 12 e meio, uma redução de 50% comparado ao iMac de 21,5 polegadas.

A reconstrução foi possível graças ao chip M1, já disponível nos macbook Pro e Air e no mac mini anunciados no final do ano passado. Segundo a Apple, estes modelos mais recentes já representam a maior fatia das vendas de computadores da marca.

Tela de alta definição e sistema de som potente

Novo iMac tem tela com resolução 4.5K (Imagem: Divulgação/Apple)

A tela Retina de 4.5K de resolução do novo iMac tem 24 polegadas e alcança brilho máximo de 500 nits, que é mais que confortável para usar em ambientes internos. Tudo isso com bordas finas, que trazem uma câmera Full HD no topo para chamadas em vídeo e um sistema de som potente na parte inferior.

Segundo a Apple, o display tem um total de 11,3 milhões de pixels, e entrega cores brilhantes e vívidas. A companhia usa ampla gama de cores P3, com mais de um bilhão de cores e tecnologia True Tone que ajusta automaticamente a temperatura das cores de acordo com a mudança do ambiente, garantindo visualização natural a qualquer hora do dia. O painel é protegido por uma camada antirreflexiva.

E ainda inclui o melhor conjunto multimídia já visto em um Mac, com a câmera FaceTime HD com resolução 1080p (Full HD), três microfones que captam sua voz de maneira limpa, com ótima filtragem dos sons do ambiente — mesmo que tenha pessoas conversando por perto — e dois pares de woofers colocados lado a lado para entregar graves de alta qualidade e reduzir vibrações na tela.

Mais potência com o chip M1 da Apple

A Apple trouxe para o iMac o mesmo chip utilizado em outros computadores da companhia lançados no ano passado, muito menor e mais poderoso que os outros processadores antes adotados pela companhia. Segundo a empresa, o M1 é até 85% mais rápido na performance da CPU, o que permite exportar vídeos no iMovie, trabalhar com fotos de 100 megapixels no Lightroom e compilar novos apps no Xcode em menos tempo.

O desempenho da GPU é até duas vezes mais rápido, com gráficos até 50% mais potentes que o apresentado no iMac de 21,5 polegadas mais potente da geração anterior. O novo iMac permite trabalhar com até cinco vídeos 4K ao mesmo tempo ou um vídeo 8K sem pular quadros no FInal Cut Pro. Por fim, o M1 triplica a capacidade de aprendizado de máquina com o Neural Engine de 16 núcleos.

Aliado ao macOS Big Sur, o novo iMac roda uma grande quantidade de aplicativos universais, incluindo Photoshop, Twitter, Microsoft Office, Quicken, Slack, Affinity Publisher, Zappos, 1Password e DaVinci Resolve, além de outros previstos para as próximas semanas. Ou seja, você pode instalar aplicativos e jogos desenvolvidos inicialmente para o iPhone e iPad diretamente no desktop, e ainda consegue parear com o telefone para receber notificações na tela grande.

Desbloqueio com Touch ID

A Apple também lançou novos Magic Keyboards para acompanhar o iMac, todos com a presença do Touch ID, que faz o desbloqueio rápido para usar o computador. E, para facilitar ainda mais o dia a dia de quem compartilha um iMac com outras pessoas, basta colocar o dedo no leitor para trocar de usuário rapidamente.

Além do novo teclado, a Maçã também lançou novos Magic Mouse e Magic Trackpad com as cores disponíveis para o computador. Assim, você pode combinar os acessórios com a tela.

Conectividade

Portas Thunderbolt e USB-C (Imagem: Divulgação/Apple)

Todo iMac tem duas portas Thunderbolt, que permitem transferência de dados em alta velocidade, incluindo o uso de telas 6K, além de duas portas USB-C adicionais. Além disso, a fonte de energia usa um conector magnético, com cabo de dois metros que leva a um adaptador com uma entrada Ethernet para garantir a melhor conexão com a internet.

Preço e disponibilidade

Opções e preços do novo iMac no Brasil (Imagem: Reprodução/Apple)

A Apple ainda não divulgou a data de disponibilidade do iMac de 24 polegadas no Brasil, mas já soltou os preços dos três modelos que serão vendidos por aqui. As diferenças estão na capacidade de armazenamento e na quantidade de núcleos da GPU, que pode ser hexa, sem a entrada Ethernet no adaptador de energia, ou octa. O modelo com preço mais baixo também não possui Touch ID no Magic Keyboard, e os outros dois ainda oferecem duas portas USB-C 3.0 adicionais.

Outra alteração é na quantidade de cores. O iMac com GPU de 7 núcleos só chega ao Brasil nas cores azul, verde, rosa e prateado, enquanto os de GPU de 8 núcleos incluem opções amarelo, laranja e roxo à lista. Os preços são de R$ 17.599, R$ 20.099 e R$ 22.599.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.