Publicidade

As 10 melhores séries da Netflix em 2023

Por| Editado por Durval Ramos | 28 de Dezembro de 2023 às 11h59

Link copiado!

Reprodução/Netflix
Reprodução/Netflix
Tudo sobre Netflix

Embora 2023 tenha sido um ano difícil para muitos streamings, com a maioria das empresas fechando no vermelho, a Netflix não tem do que reclamar. Além da plataforma ter ganhado novos assinantes como reflexo da sua medida para impedir o compartilhamento de senhas, ela também lançou inúmeros programas de sucesso, que ganharam repercussão entre o público e a crítica.

Séries como o aguardado live-action de One Piece e a minissérie Treta não saíram da boca do povo (e dos comentários das redes sociais), mesmo semanas após a sua exibição. A última temporada de Sex Education, por sua vez, deu aos fãs o encerramento honesto que a série merecia, e A Diplomata, novidade da plataforma lançada ainda no primeiro semestre, mostrou que ainda existe espaço no mercado para thrillers políticos.

Continua após a publicidade

Para relembrar, no entanto, tudo o que de melhor chegou ao catálogo do streaming durante este ano, o Canaltech fez uma seleção das 10 melhores séries da Netflix em 2023, levando em conta tanto lançamentos quanto temporadas de séries já em andamento.

10. Império da Dor

Baseada em uma história real, Império da Dor estreou em agosto na Netflix. Minissérie de seis episódios que fala sobre a crise dos opióides — um sério problema de saúde pública dos EUA —, a produção mostra as descobertas feitas por uma investigadora, ainda nos anos 90, a respeito da epidemia causada pelo fármaco OxyContin no mercado.

Continua após a publicidade

Estrelada por Uzo Aduba (Orange is The New Black) e Matthew Broderick (Curtindo a Vida Adoidado), a série de drama não teve medo de dar nome aos envolvidos, mostrando a ascensão e queda de um dos esquemas de drogas mais rentáveis e destrutivos do país. Além disso, como drama, a produção entregou atuações brilhantes, que deram ainda mais veracidade à dimensão do problema.

9. Depois da Cabana

Mais uma das muitas minisséries lançadas neste ano pela plataforma, Depois da Cabana chegou em setembro ao streaming, repetindo o sucesso do livro na qual foi inspirada. Estrelada por Kim Riedle (Skylines) e Naila Schuberth (Bird Box: Barcelona), sua trama conta a história de uma mulher que consegue escapar de seu cativeiro junto com duas crianças, dando início a uma investigação que conecta o seu caso com o desaparecimento de mais mulheres.

Continua após a publicidade

História intrincada, a trama alemã conseguiu prender a atenção do telespectador, tanto pelos seus ganchos de episódios — que tornam a série perfeita para ser maratonada —, quanto pelas reviravoltas de sua história. Dividida em seis capítulos, ela não é baseada em eventos reais, embora muito tenha se especulado sobre o assunto na época de seu lançamento.

8. Sex Education

Dramédia britânica que há anos conquistou um público cativo, Sex Education também foi um dos destaques de 2023 na Netflix. No ar desde 2019, a série gira em torno de Otis (Asa Butterfield), um garoto virgem e inseguro, que na teoria sabe tudo sobre sexo, quando ele decide abrir uma clínica de saúde sexual em sua escola.

Continua após a publicidade

Sem perder o humor ácido que sempre foi uma de suas principais características, a série lançou sua quarta e última temporada em setembro deste ano, deixando muita gente triste com seu fim, mas emocionada pela forma honesta como foi encerrada. Não à toa, ao menos até outubro, a season era o lançamento deste ano mais assistido da plataforma em todo o Reino Unido.

7. A Diplomata

Provando que ainda há espaço para tramas políticas na TV, A Diplomata estreou em abril na Netflix com muito barulho. Estrelada por Keri Russell, a série segue os passos de uma diplomata promovida a embaixadora dos EUA no Reino Unido que precisa lidar com uma crise internacional e uma crise no próprio casamento, logo que ocupa o novo cargo.

Continua após a publicidade

Com um ritmo acelerado, que mescla as tensões geopolíticas da trama com as tensões do casamento da protagonista, a série criada por Debora Cahn (The West Wing) já foi renovada para uma segunda temporada. A boa recepção da crítica, inclusive, garantiu ao show uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Série de Drama, além da indicação de Melhor Atriz em Série de Drama para Russell.

6. A Queda da Casa de Usher

Nova dobradinha de Mike Flanagan (A Maldição da Mansão Bly) com a Netflix, A Queda da Casa de Usher é uma minissérie de terror gótico baseada em um conto de Edgar Allan Poe. A adaptação segue os passos de um poderoso CEO de uma empresa farmacêutica que, após perder os seis filhos, decide relembrar a história de sua família e sua ascensão ao poder.

Continua após a publicidade

Com um elenco muito ajustado para a trama, que conta com nomes como Carla Gugino (Jogo Perigoso) e Kate Siegel (A Maldição da Mansão Bill), a minissérie de oito episódios não trata de temas sobrenaturais (como poderia ser o esperado do autor), mas se dedica, na verdade, a falar de terrores intrínsecos ao ser humano, que nascem como fruto da nossa imaginação.

5. DNA do Crime

Uma das séries nacionais de maior destaque do ano também veio direto da Netflix. DNA do Crime, primeiro título nacional do gênero no streaming, conta a história de um grupo de policiais de Foz do Iguaçu que descobrem uma conexão entre um assalto em solo paraguaio a uma rede de criminosos de ambos os países.

Continua após a publicidade

A série de ação baseada em histórias reais chegou em novembro na plataforma, trazendo uma trama ágil e envolvente, que faz o público não conseguir desgrudar os olhos da tela. Estrelada por nomes já bastante conhecidos como Maeve Jinkings (Os Outros), Rômulo Braga (Valentina) e Thomas Aquino (Os Outros), o título já ganhou, inclusive, sinal verde para uma segunda temporada.

4. Samurai de Olhos Azuis

Série de animação que estreou sem grandes alardes no streaming, mas logo chamou atenção do público, Samurai de Olhos Azuis é um anime ambientada no Japão do século 17. Criado e escrito pelo casal Michael Green (Logan), o título gira em torno de uma mestre espadachim mestiça de olhos azuis que busca vingança contra quatro homens estrangeiros que tentaram dominar o Japão.

Continua após a publicidade

Bastante violenta e emocionante, a série foi uma das grandes surpresas do ano (quase nada havia sido falado sobre a produção até sua estreia), chamando atenção ainda pela sua fotografia, cores vibrantes e personagens muito bem construídos. Além de uma primeira temporada de oito episódios, Samurai de Olhos Azuis já foi renovada para uma segunda season.

3. One Piece

Essa sim uma série muito esperada desde o começo de 2023, One Piece chegou em agosto à Netflix. Baseada no mangá e anime de mesmo nome, a produção mostra as aventuras vividas pelo pirata Monkey D. Luffy e sua tripulação, enquanto eles navegam em busca do maior tesouro do mundo e enfrentam inimigos poderosos pelo caminho.

Continua após a publicidade

Sucesso absoluto desde sua estreia, o live-action conseguiu agradar os fãs da saga, mas também abraçar um novo público, que não necessariamente tinha algum passado com a franquia. De acordo com o site de métricas FlixPatrol, inclusive, o live-action conseguiu superar o recorde de Wandinha e Stranger Things, sendo o título da Netflix em primeiro lugar em mais países.

2. Corpos

Suspense policial que chegou na Netflix com a fama de ser “a nova Dark”, Corpos é uma minissérie britânica que desembarcou em outubro na plataforma. Ambientada em quatro anos diferentes (1890, 1941, 2023 e 2053), a produção acompanha um mesmo cadáver que aparece nesses quatro períodos e dá início a uma série de investigações intercruzadas.

Continua após a publicidade

Baseada nos quadrinhos de mesmo nome da Vertigo, a produção tem uma trama complicada, mas que é um prato cheio para teorias — e perfeita para ser maratonada.Tratando de temas espinhosos como viagem no tempo e realidades alternativas, ela prende a atenção do espectador da primeira à última cena.

1. Treta

Realizada em parceria com a A24, Treta foi definitivamente uma das melhores séries do ano — e não apenas da Netflix. Estrelada por Steven Yeun (Minari) e Ali Wong (Meu Eterno Talvez), ela segue os passos de dois desconhecidos, um faz-tudo sem dinheiro e uma empresária bem-sucedida, mas frustrada com a vida, que se envolvem em uma briga de trânsito.

Mostrando como a raiva e a infelicidade podem encontrar diferentes válvulas de escape, a série acompanha o desenrolar da “treta” entre os dois, que pouco a pouco toma proporções inimagináveis. Bastante aclamada, tanto pela crítica quanto pelo público, a produção foi lançada em abril na plataforma, contando ainda com as estrelas Ashley Park (Emily em Paris) e Joseph Lee (Buscando…) em seu elenco.