10 filmes mais buscados no Google em 2021

10 filmes mais buscados no Google em 2021

Por Durval Ramos | Editado por Jones Oliveira | 08 de Dezembro de 2021 às 22h30
Reprodução/Galeria Dist., Marvel Studios, Warner Bros

O Google divulgou a sua tradicional lista de termos mais pesquisados do ano e, no que diz respeito ao cinema, o resultado está bem longe de ser uma surpresa. Dos 10 filmes mais pesquisados pelos brasileiros em 2021, metade deles são produções relacionadas a super-heróis, sejam eles da Marvel ou da DC — e nenhum deles foi Homem-Aranha: Sem Volta para Casa.

E diante dessa perspectiva, parece claro que o pessoal estava com muitas saudades de uma sala de cinema e um balde de pipoca, já que a grande maioria das produções que dominaram as pesquisas em 2021 foi lançada neste segundo semestre, quando a vacinação já estava avançada e os números da covid-19 demonstravam queda.

A história de Suzane von Richtofen foi um dos destaques do cinema nacional em 2021 (Imagem: Divulgação/Galeria Distribuidora)

Outro destaque é que dois dos dez longas mais procurados são filmes nacionais. Marighella chegou aos cinemas há apenas um mês e se revelou um dos campeões de pesquisas no Google — muito relacionado às controvérsias envolvendo sua produção e à figura histórica do personagem-título — e A Menina que Matou os Pais juntou o barulho causado pelo caso real e a popularidade de atriz Carla Diaz, recém-saída de um reality show.

De qualquer forma, os 10 filmes mais buscados pelos brasileiros no Google são um bom termômetro do que foi tendência por aqui ao longo do ano — e chegou a hora de descobrir quais são eles.

10. A Menina que Matou os Pais

O caso Suzane von Richthofen é um dos episódios mais conhecidos do noticiário policial do Brasil e que, quase 20 anos depois, ainda gera um misto de curiosidade e revolta no público. Assim, não é de se espantar que A Menina que Matou os Pais, a adaptação cinematográfica dessa história, tenha sido um sucesso.

O longa protagonizado por Carla Diaz chamou a atenção por ter sido lançado em conjunto com O Menino que Matou Meus Pais em uma estratégia inusitada: cada um dos filmes abordava uma versão diferente da história, sendo um com Suzane vítima e, no caso deste, adotando a versão da polícia de que ela foi cúmplice no crime. E, pelo visto, essa foi a versão comprada também pelo público.

9. Duna

A superprodução da Warner Bros despertou a curiosidade de muita gente em 2021. Também pudera, já que Duna realmente chamava a atenção de todo mundo graças à sua grandiosidade e importância histórica. Afinal, estamos falando da adaptação de um dos maiores e mais influentes clássicos de ficção científica até hoje.

Isso sem falar que muita gente deve ter corrido para o Google para entender melhor a história de Paul Atreides, o que é a tal especiaria que é tão cobiçada no universo e qual a relação do planeta desértico Arrakis com o povo Fremen na luta do protagonista contra o Império. Por ser a primeira parte da história, muita coisa ficou em aberto e é natural que o pessoal tenha corrido em busca de respostas.

8. Cruella

Parece que faz tanto tempo, mas foi em 2021 que vimos a icônica vilã de 101 Dálmatas virar uma protagonista cheia de carisma e charme no Disney+. Cruella foi uma das apostas do Mickey Mouse com lançamentos híbridos enquanto os cinemas ainda tentavam reabrir em todo o mundo. E, enquanto as pessoas ainda se decidiam se deveriam se arriscar a sair de casa ou não, as buscas pelo longa só cresceram.

E a verdade é que Cruella foi uma das grandes surpresas do ano. Depois de alguns live actions bem questionáveis, o retorno da Disney ao universo de 101 Dálmatas foi muito divertido e apresentou um lado totalmente novo da vilã, mas que não relativizava as crueldades que a personagem apresentava no filme original — e tudo isso com muito estilo e uma trilha sonora incrível.

7. O Esquadrão Suicida

Falando em estilo e trilha sonora, era óbvio que o diretor James Gunn iria chamar a atenção dos brasileiros com o seu irreverente O Esquadrão Suicida. A sua estreia no Universo Cinematográfico Estendido da DC (DCEU, na sigla em inglês) pegou o grupo que tinha ficado muito mal visto pelo público depois do fracasso de 2016 e deu uma roupagem totalmente nova, muito mais irreverente e divertida.

Para isso, O Esquadrão Suicida trouxe de volta apenas personagens pontuais, como a Arlequina (Margot Robbie) e Rick Flag (Joel Kinnaman), e introduziu um novo rol de outros vilões para compor o time. O resultado foi uma aventura bem simples, mas que funciona muito bem não se levando a sério e esbanjando carisma.

6. Marighella

Dirigido por Wagner Moura, o filme nacional Marighella foi cercado de controvérsias e polêmicas antes mesmo de chegar aos cinemas. O longa conta a história do escritor, político e guerrilheiro brasileiro que lutou contra a ditadura militar, mas foi engolido pela polarização política do país e se viu no centro de várias discussões e adiamentos que duraram mais de um ano até que ele fosse finalmente exibido.

Tanto que todas as discussões e debates acalorados que surgiram são de fatos em torno da obra e não do filme em si. Diante disso, é natural que o pessoal tenha procurado Marighella no Google para entender todas as polêmicas e quem foi a figura histórica.

5. Invocação do Mal 3

É claro que não poderia faltar um bom filme de terror nesta lista e a série Invocação do Mal se mostrou a favorita do brasileiro nesse sentido. Lançado também nesse momento de reabertura dos cinemas, o terceiro longa da franquia misturou duas coisas que a gente adora em boas histórias do tipo: crimes misteriosos e suspeita de possessão.

A nova investigação do casal Ed (Patrick Wilson) e Lorraine Warren (Vera Farmiga) coloca os pesquisadores paranormais diante de um caso de assassinato no qual o suspeito diz ter sido forçado pelo demônio a cometer o crime. E é aí que surge a dúvida: foi mesmo algo demoníaco ou apenas a mais pura loucura?

4. Venom: Tempo de Carnificina

A sequência da história do simbionte inimigo do Homem-Aranha também foi muito bem no Google neste ano. Apesar de a crítica especializada ter batido duramente em Venom: Tempo de Carnificina, o personagem ainda tem um enorme apelo entre o público e a nova aventura foi um dos destaques do ano.

A razão para isso é simples: desta vez, Venom não era o único simbionte dos quadrinhos a aparecer nas telas. Como o próprio título entrega, o vilão Carnificina fez a sua estreia e a curiosidade de ver como o serial killer dominado por um alienígena amorfo sedento por sangue fez muita gente correr para o cinema. Isso e a cena pós-crédito que conectava Venom ao Homem-Aranha e ao Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês).

3. Liga da Justiça de Zack Snyder

De lenda urbana a sucesso mundial, a Liga da Justiça de Zack Snyder é um caso a ser estudado. O diretor se afastou da produção do filme de 2017 após uma série de problemas com o estúdio e também algumas tragédias pessoais, mas não desistiu de trazer a sua visão do grupo ao mundo. Assim, a campanha na internet ganhou tanta força que a Warner e a HBO Max decidiram bancar o projeto. E foi assim que o corte de quatro horas foi lançado.

Em linhas gerais, o famigerado Snyder Cut é o mesmo Liga da Justiça que vimos nos cinemas, mas com muito mais tempo para desenvolver personagens como o Ciborgue (Ray Fisher) e o Flash (Ezra Miller), além de algumas mudanças significativas no confronto final. Ele é realmente grandioso como os fãs esperavam, embora não o suficiente para salvar o DCEU.

2. Viúva Negra

O primeiro filme do MCU depois de Vingadores: Ultimato também se envolveu em algumas controvérsias. Planejado inicialmente para chegar aos cinemas em 2020, Viúva Negra precisou ser adiado diversas vezes por causa da pandemia da covid-19 até que a Disney decidiu fazer um lançamento híbrido, liberando-o também no streaming pelo Premier Access — o que revoltou a atriz Scarlett Johanson e resultou em uma batalha judicial entre ela e o Mickey.

Deixando as fofocas de bastidores de lado, o longa é uma bela despedida da Viúva Negra do universo da Marvel. E o adeus da personagem não poderia ser feito de outro jeito que não uma grande aventura envolvendo os mistérios de seu passado. É assim que somos apresentados a uma nova geração de espiões, além de outros velhos e carismáticos camaradas.

1. Eternos

E o filme que mais chamou a atenção do brasileiro e mais motivou buscas no Google foi Eternos. É muito provável que esse grande número de pesquisas tenha sido acompanhado de um “quem são”, já que os imortais da Marvel são ilustres desconhecidos mesmo para os leitores mais cativos de quadrinhos.

Ainda assim, todo esse mistério e o tom épico adotado pela diretora Chloé Zhao despertou a curiosidade do pessoal — assim como as várias críticas que o longa recebeu. Apresentar dez novos protagonistas não é tarefa fácil, ainda mais quando eles são seres imortais que vivem na Terra há milhares de anos e que precisam encarar uma divindade e os próprios dogmas e crenças para salvar o mundo.

Fonte: Google - Pesquisas do Ano 2021

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.