Publicidade

Review BYD Yuan Plus | SUV chinês será pedra no sapato dos rivais

Por| Editado por Jones Oliveira | 04 de Junho de 2023 às 09h30

Link copiado!

Review BYD Yuan Plus | SUV chinês será pedra no sapato dos rivais
Review BYD Yuan Plus | SUV chinês será pedra no sapato dos rivais

O BYD Yuan Plus, SUV 100% elétrico da montadora chinesa, tem todos os requisitos necessários para se tornar uma verdadeira “pedra no sapato” dos concorrentes mais vendidos no Brasil atualmente, como o Jeep Compass, o Honda HR-V ou o Hyundai Creta.

A reportagem do Canaltech passou um tempo de posse do SUV compacto da BYD e comprovou que a marca não é a principal concorrente da Tesla na Ásia à toa, e certamente não entrou no mercado brasileiro para fazer papel de figurante.

O BYD Yuan Plus oferece ao cliente, por um preço competitivo, similar ao de alguns carros híbridos já à venda no país, todos os atributos que compõem o pacote ideal: design, conforto, desempenho, dirigibilidade e economia. Isso sem falar que é zero emissor de poluentes.

Continua após a publicidade

Conectividade e Segurança

O BYD Yuan Plus, como era de se esperar, após as experiências anteriores com o Han e o Tan, modelos premium da marca chinesa, também dá um show à parte quando os tópicos em questão são conectividade e segurança.

Continua após a publicidade

O SUV elétrico tem um pacote completíssimo, tanto em itens de conectividade quanto no que diz respeito à segurança. A lista inclui desde itens voltados para o infotenimento, como o quadro de instrumentos digital e a central multimídia de 12,8 polegadas, que gira automaticamente ao toque de um botão, até a iluminação ambiente com diversas opções de cores.

Entre os itens de segurança, destaque para o controle de cruzeiro adaptativo inteligente (ICC), o recurso que permite o reconhecimento automático de placas e sinais de trânsito (TSR) e, claro, a eficiente Inteligência Artificial, que até adverte, por voz, se o motorista ou o passageiro ao lado do condutor estiverem sem cinto de segurança com o carro em movimento.

Faltam, é verdade, alguns recursos que, pelo preço cobrado, poderiam fazer parte da lista, como a memória de banco do motorista, a abertura e fechamento automático do porta-malas e o ajuste elétrico do banco do passageiro.

Continua após a publicidade

Apesar destas pequenas falhas, a lista é bastante recheada e conta com os seguintes itens:

  • Volante multifuncional
  • Teto solar panorâmico
  • Bancos de couro
  • Bancos dianteiros elétricos, com aquecimento e ajuste elétrico de 6 posições para o motorista e 4 para o passageiro vias
  • uma porta USB-A e uma USB-C frontais
  • uma porta USB-A e uma USB-C traseiras
  • Faróis full-LED com projetores
  • Iluminação ambiente multicolor
  • Quadro de instrumentos digital de 5 polegadas
  • Carregamento sem fio do smartphone
  • Central multimídia BYD DiLink de 12,8 polegadas, com tela giratória
  • 6 airbags (frontais, laterais e de cortina)
  • Cintos de segurança com pré-tensionador e limitador de força
  • Aviso de cinto nas cinco posições
  • Detecção de ponto cego (BSD)
  • Controle Eletrônico de Estabilidade (ESP) e tração (TCS)
  • Freio de estacionamento eletrônico com Auto Hold
  • Assistente de partida em rampas
  • Aviso de Abertura de Porta
  • Controle de cruzeiro adaptativo inteligente (ICC)
  • Controle inteligente de limite de velocidade
  • Reconhecimento de Sinais de Trânsito (TSR)
  • Frenagem autônoma emergencial (AEB)
  • Assistente de mudança (LCA) e permanência em faixa (LKA)
  • Aviso de colisão frontal (FCW) e traseira (RCW)
  • Alerta de tráfego cruzado traseiro (RCTA)
  • Frenagem autônoma emergencial em ré (RCTB)
  • Sensores de estacionamento dianteiros e traseiros
  • Câmera 360 graus para auxílio a manobras
Continua após a publicidade

Experiência de uso e Conforto

Quem diz que “carro elétrico é tudo igual”, certamente não teve a experiência de se sentar ao volante do BYD Yuan Plus. Claro que a sensação de pisar fundo no acelerador e sentir o toque imediato — neste caso de 31,6 kgf/m — do motor elétrico de 204cv é similar à experimentada em outros modelos, mas o SUV chinês tem suas particularidades.

O carro tem tração dianteira e um desempenho extremamente eficiente, seja qual for o modo de condução escolhido (Eco, Normal e Sport). Há ainda duas variações de acerto de volante (esportivo e normal). Dependendo da escolha, o SUV muda um pouco o comportamento dinâmico, especialmente nas curvas em velocidades um pouco mais elevadas.

A agilidade e a sensação de segurança, porém, não mudam, independentemente da configuração. O BYD Yuan Plus apresenta excelente estabilidade e rigidez torcional da carroceria satisfatória, mesmo com eventuais rolagens de carroceria mais bruscas sentidas em algumas situações.

Continua após a publicidade

Segundo a BYD, o SUV acelera de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e tem velocidade máxima limitada eletronicamente a 160 km/h. Não chegamos a fazer o teste por questões de segurança, mas o “coice” ao pisar fundo no acelerador é, sem dúvida, bastante forte.

Autonomia mais que real

A autonomia declarada do SUV elétrico, antes da nova portaria exigindo os números PBEV, era de 458 quilômetros por ciclo. Agora, a informação é de que o Yuan Plus roda “apenas” 294 km a cada carga completa.

Continua após a publicidade

O que se viu, na prática, no entanto, foi surpreendente, e muito mais fiel aos números originais do que aos revisados. Ao contrário de muitos modelos elétricos que já testamos, em que basta uma acelerada mais forte para a bateria “evaporar”, o BYD Yuan Plus e seu conjunto Blade rodaram 462 km, e encerraram o período com a reportagem com 22 km no “tanque”.

Design e Acabamento

O design do BYD Yuan Plus é bastante interessante, tanto pelo exterior harmonioso quanto pelo interior que é, digamos assim, inusitado. Por fora, os principais destaques do design vão para a grade dianteira, que ostenta as iniciais BYD em um elemento paralelo prateado, que liga um farol ao outro, para as rodas aro 18 com design exclusivo e, claro, para as lanternas traseiras, unidas por um filete horizontal, também devidamente iluminado.

Continua após a publicidade

Na cabine, a mistura de elementos dá o tom. A central multimídia de 12,8 polegadas, que gira ao toque de um botão (disponível na própria tela e no volante multifuncional), dá o ar futurista, enquanto as saídas de ar em formato de meia argola e o porta-objetos com “cordas de violão” podem despertar sentimentos antagônicos nos consumidores.

Em relação ao acabamento, no entanto, ninguém pode reclamar. A BYD fez questão de colocar nos bancos, nas portas, consoles e painéis materiais de excelente qualidade. Assim, dificilmente o consumidor terá motivos para reclamar de barulhinhos incômodos com o passar do tempo.

Concorrentes

Continua após a publicidade

A BYD não revelou, como fez a GWM ao apresentar Haval H6, quais são os concorrentes diretos que planeja derrubar com a chegada do Yuan Plus ao mercado, mas as especificações do modelo o colocam em rota de colisão com alguns dos SUVs mais badalados do mercado brasileiro.

O desempenho e, principalmente o preço, podem fazer o BYD Yuan Plus incomodar até mesmo alguns dos SUVS a combustão, como o Jeep Compass. O modelo da Stellantis custa aproximadamente R$ 250 mil em sua variante topo de linha (Trailhawk TD350 4x4) e, na versão híbrida, beira os R$ 340 mil.

No segmento de rivais elétricos, o SUV chinês tem pela frente o “conterrâneo” JAC E-JS4, um dos primeiros a ser lançado no Brasil, mas que ainda não engatou as vendas, e o Peugeot e-2008 GT, ambos com entre-eixos menores (2,62 m e 2,60 m) contra 2,72 m do Yuan Plus.

Continua após a publicidade

O representante francês hoje custa R$ 259.990, enquanto o JAC E-JS4 teve o preço reduzido e está saindo por R$ 242.990. O pacote de acessórios oferecido pelo JAC, porém, é infinitamente inferior ao do BYD Yuan Plus.

Outro que pode ser encarado como adversário direto é o GWM Haval H6 em sua versão PHEV (híbrido plug-in), que custa os mesmos R$ 269.900 do Yuan Plus. A diferença entre eles é que o SUV da BYD é 100% elétrico, enquanto o da Great Wall Motor tem junto um motor a combustão.

BYD Yuan Plus: vale a pena?

Continua após a publicidade

O BYD Yuan Plus está à venda, em junho de 2023, pelo mesmo preço da época em que foi anunciado no mercado brasileiro. Por se tratar de um SUV 100% elétrico de boas proporções (4.45 metros de comprimento x 1,87 m de largura x 2,72 m de entre eixos) e cheio de tecnologia, sem dúvida é uma excelente opção de compra.

O Yuan Plus ainda tem pontos a serem superados antes de se estabelecer por completo no mercado, já que a marca, embora poderosa na China, dá seus primeiros passos no mercado brasileiro. De qualquer forma, já mostrou que tem potencial para fazer as atuais líderes do mercado abrirem os olhos e capricharem em seus produtos.

O BYD Yuan Plus é vendido no Brasil em versão única por R$ 269.990, mesmo preço que a montadora chinesa cobra pelo seu SUV híbrido, o Song Plus DM-i.

* O Yuan Plus avaliado pelo Canaltech foi gentilmente cedido à reportagem pela BYD.