Publicidade

O que esperar do Android 15? | Novos recursos e previsões

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 15 de Abril de 2024 às 08h35

Link copiado!

André Magalhães/Canaltech
André Magalhães/Canaltech

O Android 15 é a nova versão do sistema operacional para dispositivos móveis, com lançamento previsto para o segundo semestre de 2024. A primeira versão Beta foi lançada e confirma algumas das primeiras novidades já confirmadas para a nova geração do Robozinho Verde.

Quando o Android 15 será lançado?

O sistema, que internamente tem o codinome “Vanilla Ice Cream” (“sorvete de baunilha”, em tradução livre), foi confirmado em 16 de fevereiro de 2024, dia em que o Google lançou o Android 15 Developer Preview 1 aos desenvolvedores, e recebeu a primeira versão Beta no dia 11 de abril. 

Continua após a publicidade

O cronograma oficial divulgado pela companhia informa que a versão estável chega somente após o final de julho, mas uma aposta mais sensata e precisa giraria entre agosto e outubro. Mais informações devem ser reveladas durante a conferência Google I/O, marcada para começar no dia 14 de maio.

Para efeito de comparação, o Android 13 foi lançado em agosto de 2022 e o Android 14, em outubro de 2023 — no caso da versão mais recente, a empresa decidiu combinar o lançamento do sistema com o anúncio da nova linha de celulares Pixel, então pode ser que isso vire uma tendência.

Novos recursos do Android 15

Continua após a publicidade

Algumas funções que já foram ventiladas para a nova atualização graças às últimas versões de teste do Android 14 QPR, que é a "prévia da prévia" do Android 15. Além disso, a chegada do Developer Preview também confirmou outras novidades que devem pintar na versão final. Confira a lista completa:

Widget na tela de bloqueio

O Android pode voltar a incluir widgets na tela de bloqueio, função removida na versão 5.0 Lollipop, de 2014. Informações encontradas no código da versão Android 14 QPR2 Beta 3 mostram que a ferramenta de personalização deve voltar à próxima atualização e acompanhar o rival iOS. 

Saúde da bateria

Continua após a publicidade

Outra novidade que pode aparecer no Android 15 é uma opção para checar o nível da bateria do aparelho. Uma aba “Saúde da bateria” pode exibir dados sobre a vida útil do componente e ajudar a identificar a melhor hora para trocá-lo — o iOS já possui uma configuração do tipo. 

Esconder apps

O Android deve receber um recurso chamado Private Space, uma espécie de pasta segura para esconder aplicativos e pastas no sistema. A Samsung já faz algo parecido com a Pasta Secreta da linha Galaxy, mas a novidade seria aplicada a todos os dispositivos com o sistema operacional.

Barra de navegação mais discreta

Continua após a publicidade

O Android mudou a forma de visualizar apps em tela cheia no Beta: agora, a tela é expandida de ponta a ponta, ocupando os espaços anteriormente destinados à barra de navegação e à barra de notificações. O recurso ajuda a aumentar a área útl da interface do aparelho.

Abrir apps com comando de voz

Continua após a publicidade

O Google desenvolve uma função para abrir qualquer aplicativo do sistema com um comando de voz — atualmente, isso só é válido para o Google Assistente e outros apps do mesmo estilo, como Bixby e Alexa. A novidade permitiria acessar softwares úteis sem usar as mãos, e a desenvolvedora garante que manteria a privacidade das falas no aparelho. 

NFC com mais atualizações

Tecnologia de comunicação por aproximação, o NFC pode ganhar uma estrutura modular no Android 15, de acordo com o desenvolvedor Mishaal Rahman: isso significa que o componente pode ser atualizado a qualquer momento e não depende de um update no sistema para receber novidades. Outras tecnologias como Bluetooth e Wi-Fi já usam o mesmo padrão.

Novo modo desktop

Continua após a publicidade

O modo desktop do Android transforma o sistema numa área de trabalho de computador, mas é indicado apenas para desenvolvedores. A próxima geração deve reformular o recurso e torná-lo mais amigável para o grande público, especialmente nos comandos para gerenciar as janelas abertas.

Maior suporte a teclados físicos

O sistema também desenvolve melhorias de acessibilidade para os teclados físicos conectados. Seria possível ver uma prévia do periférico e configurar um ajuste parecido com o das teclas de aderência do Windows para configurar ações.

Busca por palavras em PDFs

Continua após a publicidade

O leitor nativo de PDFs do sistema foi reforçado na versão Beta do Android 15 e agora consegue pesquisar por palavras e expressões dentro de um documento. Além disso, a renderização melhorou o suporte a arquivos no formato protegidos por senha e otimizou a leitura dos conteúdos.

Mensagens via satélite

Outra novidade confirmada pelo Google é a possibilidade de enviar mensagens via satélite — o recurso é uma alternativa quando não há sinal dos dados móveis ou conexão por Wi-Fi, por exemplo, e por isso se torna uma opção valiosa em situações de emergência.

Continua após a publicidade

Compartilhar só uma parte da tela

Por padrão, o Android 14 mostra toda a interface do sistema ao gravar ou compartilhar a tela. O Beta do Android 15 introduziu um recurso que permite selecionar apenas uma parte do app e ocultar dados sensíveis durante a gravação.

Melhoria de pouca luz

Continua após a publicidade

A câmera do Android 15 será reforçada com um modo chamado “Melhoria de pouca luz”, que aumenta a exposição da prévia da imagem automaticamente e facilita na leitura de QR Code ou na hora de tirar uma foto rápida. 

Pares de apps para dobráveis

Os celulares dobráveis estão cada vez mais em alta no mercado, e uma eventual atualização do Android pode melhorar a experiência dos usuários com eles. O SO pode oferecer uma opção para salvar atalhos com pares de apps na tela inicial: dessa forma, já é possível abrir duas ferramentas de uma vez com a tela dividida e agilizar processos no aparelho.

Proteção contra phishing

Continua após a publicidade

O Google também prepara melhorias no antivírus Play Protect para reforçar a segurança contra tentativas de phishing, de acordo com o site Android Police. Um novo recurso seria capaz de identificar “atividades de phishing do app ou outro comportamento enganoso” e avisar o usuário.

O que gostaríamos de ver no Android 15

O Canaltech também preparou uma lista de mudanças que seriam muito bem-vindas na atualização:

Atualizações disponíveis logo após o lançamento

Uma das principais críticas ao sistema operacional envolve a distribuição das atualizações. Esse é um problema que não depende só do Google/Android, porque também passa pelas decisões internas das fabricantes e adaptação do SO para todos os modelos, mas tem uma diferença gritante com o rival iOS.

Quando uma nova versão do sistema do iPhone é lançada, o download já fica disponível para todos os modelos compatíveis — logo, qualquer pessoa pode baixar o novo iOS no primeiro dia. Com o Android, a situação pode demorar meses em alguns aparelhos.

Não existe uma solução fácil, mas seria muito interessante para a comunidade se houvesse uma maneira de encurtar essa janela e distribuir o Android para mais dispositivos nas primeiras semanas após o lançamento.

Android como webcam

Ainda em comparação com o rival, o iOS possui uma função nativa para transformar o iPhone em webcam rapidamente no macOS com a Câmera de Continuidade. Alguns celulares da Samsung possuem uma opção parecida com o Windows, mas seria interessante se o Android ampliasse a função para todos os dispositivos.

Mais funções de IA

O Android 14 deu o pontapé inicial para a chegada de recursos de IA aos celulares, especialmente com as linhas Pixel 8 e Galaxy S24. O Google provavelmente deve manter o embalo com a próxima atualização e liberar mais recursos para outros aparelhos.

Muitos apps da empresa seriam beneficiados com a integração a uma IA generativa. O Maps, por exemplo, poderia dar mais informações e sugestões sobre locais, enquanto o Fotos poderia agilizar a pesquisa por imagens específicas.

Quais celulares vão receber o Android 15?

A lista oficial de dispositivos compatíveis com a atualização depende de cada fabricante, mas é possível traçar algumas expectativas com base nos ciclos de suporte das empresas. É comum que marcas como Samsung, Motorola e Xiaomi ofereçam em média quatro anos de atualizações do sistema para os dispositivos, então aparelhos lançados a partir de 2020 poderiam estar elegíveis ao update.

Vale lembrar que os celulares Samsung Galaxy S24 terão sete anos de suporte — e, com sorte, esse movimento da Samsung pode ser estendido para outras linhas da empresa lançadas em 2024 e copiado por fabricantes rivais de aparelhos Android.