Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

O que é QR Code?

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 03 de Outubro de 2022 às 17h50

Link copiado!

Canaltech/Felipe Freitas
Canaltech/Felipe Freitas

O QR Code ou Código QR é uma espécie de código de barras criado para ser o sucessor do modelo antigo usado nos supermercados e lojas. Uma das vantagens é a possibilidade de ser escaneado usando a câmera de um telefone celular, tablet ou dispositivo similar.

Criado em 1994 pela companhia japonesa Denso Wave, o QR Code foi pensado para o uso na indústria automobilística com a finalidade de rastrear os veículos durante o processo de fabricação. Isso era possível graças à capacidade de armazenar mais informações do que código de barras convencional, além de fazê-lo com mais agilidade.

Continua após a publicidade

Mas esse formato só se fortaleceu a partir da última década. O fortalecimento das redes sociais, a expansão da internet móvel e, principalmente, a popularização dos smartphones com câmeras (e leitores integrados) foram os responsáveis pela explosão das famosas frases "aponte sua câmera" ou "escaneie o QR Code".

QR é uma abreviação de quick response (resposta rápida, em português), já que o intuito é permitir uma conexão direta e quase instantânea a partir do escaneamento. Hoje, os códigos QR são usados para criação de links, direcionamento para pagamentos via Pix, cardápios em restaurantes e promoções ou ofertas.

Como funciona o QR Code?

Um código QR é um tipo de código de barras que armazena informações em um conjunto pixels pretos e brancos, com formatos e espessuras únicas, dentro de uma grade quadrada. Diferentemente das listras bidimensionais usadas em produtos tradicionais, aqui a combinação de desenhos possibilita uso muito mais amplo.

Os padrões representam códigos binários que podem ser interpretados para revelar os dados. A leitura inicial é feita com base nos três quadrados grandes fora do código QR. A seguir, são analisados os quadrados individuais da grade e atribuídos valores se eles forem pretos ou branco. Por fim, são analisados o formato e as posições deles.

Os dados armazenados em um código QR podem incluir URLs de sites, números de telefone ou até 4 mil caracteres de texto. Os códigos QR também podem ser usados ​​para:

  • Baixar um aplicativo na App Store ou Google Play;
  • Autenticar contas online e fazer o login;
  • Acesse dados do Wi-Fi criptografado sem revelar a senha;
  • Enviar ou receber dados de pagamento;
Continua após a publicidade

Outra vantagem é a possibilidade de personalizar os códigos com logomarcas, cores e até formatos próprios. É essa versatilidade que fez dos QR Codes uma aposta popular no mundo da comunicação digital.

Como usar um QR Code?

A maioria dos celulares modernos possui scanners de QR embutidos, seja integrado ao app de câmera, seja como uma solução à parte. Mas esse mecanismo é necessário para escanear os códigos QR, caso contrário o aparelho verá apenas um desenho na tela.

Digitalizar um código QR é simples, basta seguir o passo a passo abaixo:

Continua após a publicidade
  1. Abra o aplicativo do leitor de QR ou a câmera em seu smartphone;
  2. Aponte para a câmera do celular para o código QR (não importa o ângulo, ele deve conseguir ler);
  3. Aguarde um ou dois segundos e confira as informações que surgem na tela.

Dependendo do conteúdo, seu telefone deve se comportar de maneira diferente. Se for adicionar um contato, ele vai sugerir abrir o app de Agenda, Contatos ou Telefone. Se for para visualizar um vídeo, o aplicativo deve indicar o YouTube (se for hospedado lá) ou algum reprodutor de mídia.

É seguro usar QR Code?

Os códigos em si não possuem problemas de segurança. Mas, como toda ferramenta tecnológica, bandidos podem usá-la para o mal. A ideia é a mesma dos encurtadores de link: usar o QR Code para direcionar as pessoas para páginas maliciosas, infectadas ou falsas.

Continua após a publicidade

Logo, nem sempre é seguro usar os códigos QR, porque é impossível saber qual a destinação do link apenas olhando para a combinação. Mesmo ao escanear, os dados apresentados podem ser confusos.

A dica é escanear apenas de locais que você confia, como o cartaz de uma grande rede de varejo ou do restaurante que costuma frequentar. Evite escanear links de páginas desconhecidas, perfis de redes sociais suspeitos ou promoções muito mirabolantes.