Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Galaxy S23: time da Samsung estaria "insatisfeito" com uso do Exynos 2300

Por| Editado por Wallace Moté | 19 de Setembro de 2022 às 14h30

Link copiado!

Divulgação/Samsung
Divulgação/Samsung
Tudo sobre Samsung

Um novo vazamento aponta para divergências entre departamentos internos da Samsung quanto ao uso de processadores para a série Galaxy S23. Ainda sem acordo definido, é dito que a Samsung MX (time de dispositivos móveis) quer toda a linha de smartphones com processadores Snapdragon, mas a Samsung Electronics estaria relutante e insiste no uso de chips Exynos em parte dos modelos vendidos ao redor do mundo.

O rumor foi divulgado na manhã desta segunda-feira (19) pelo informante Ice Universe, ressaltando que a divisão móvel (Samsung MX) estaria insatisfeita em equipar modelos da linha Galaxy S23 com o chip da própria fabricante — provavelmente devido aos problemas encontrados nos últimos anos, em especial no Galaxy S21 e Galaxy S22.

Continua após a publicidade

Com vazamentos consistentes nos últimos meses, temos visto a cada nova semana informações ressaltando que a Samsung teria desistido de implementar o Exynos 2300 no Galaxy S23 e apostaria exclusivamente no poderoso e mais econômico chip Snapdragon 8 Gen 2 da Qualcomm.

Como ressaltado pelo CEO da Qualcomm Cristiano Amon no fim de julho, a empresa teria fechado acordo de "múltiplos anos para alimentar os smartphones Samsung Galaxy globalmente" com chips Snapdragon. A Samsung negou o fim da linha Exynos e reforçou que estaria reestruturando o modelo de negócios da sua divisão de chips para maior integração com os produtos Galaxy.

Snapdragon 8 Gen 2: Qualcomm quer menor consumo de bateria

Supostamente sofrendo com "falta de espírito inovador", a divisão de processadores da Samsung já enfrentou complicações com a fabricação do chip Snapdragon 8 Gen 1, cujo alto consumo energético e constante superaquecimento teria forçado a Qualcomm a fechar acordo com a TSMC para fabricar os futuros chips de alto desempenho.

Como resultado, o Snapdragon 8 Plus Gen 1 trouxe um menor consumo de energia e processamento aprimorado poucos meses depois. Com anúncio esperado para novembro, o novo Snapdragon 8 Gen 2 deve trazer ainda menor consumo de bateria como principal demanda da Qualcomm.

Embora seja incerto se a Samsung deve ou não implementar seus chips Exynos na linha Galaxy S23, o fato é que a maioria dos modelos vendidos ao redor do mundo deve consistir de chips da Qualcomm.

Esperados com mesma tela, câmera, design e bateria do Galaxy S22 e S22 Plus, os novos S23 e S23 Plus devem oferecer o chipset como principal diferencial. Já o Galaxy S23 Ultra traria melhorias avançadas como o novo sensor principal de 200 MP com exclusiva tecnologia Hexa²Pixel e corpo ligeiramente mais reto.

Continua após a publicidade

Fonte: Ice Universe, via SamMobile