Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Qualcomm confirma que Galaxy S23 terá apenas versão Snapdragon

Por| Editado por Wallace Moté | 28 de Julho de 2022 às 09h25

Link copiado!

Samsung
Samsung
Tudo sobre Qualcomm

A Qualcomm confirmou que a linha Galaxy S23, família de smartphones topo de linha da Samsung para 2023, terá apenas versões equipadas com chip Snapdragon. O acordo, que duraria por múltiplos anos, seria a principal novidade da companhia para o trimestre fiscal mais recente, atendendo ainda notebooks, tablets, dispositivos de Realidade Estendida (XR) e até mesmo conectividade 6G.

Qualcomm confirma que Galaxy S23 terá apenas Snapdragon

O anúncio foi feito durante conferência a investidores realizada na tarde desta quarta-feira (27), referente ao segundo trimestre fiscal de 2022, e trata da parceria entre as gigantes para o uso de plataformas Snapdragon, bem como ao licenciamento de tecnologias relacionadas a redes móveis a partir do 3G. Esse acordo está vigente desde 2009, e agora foi estendido para 2030, com algumas novidades interessantes.

Continua após a publicidade

A notícia de maior peso é a exclusividade dos chips Snapdragon nos smartphones Galaxy premium, incluindo a linha Galaxy S23. Detalhes específicos ainda são escassos, mas ao ser questionado sobre como esse novo contrato impactaria a relação das duas companhias, o CEO da Qualcomm, Cristiano Amon, revelou se tratar de uma parceria de "múltiplos anos", atendendo a aparelhos da Samsung globalmente.

"Nós estimamos ao longo dos muitos anos dessa relação [...] uma participação de cerca de 40% contra a solução própria deles [o Samsung Exynos] com o Galaxy S22, antes desse acordo. Nossa participação subiu para 75%. E agora estamos anunciando um acordo de múltiplos anos para alimentar os smartphones Samsung Galaxy globalmente", afirmou Amon. O executivo também citou explicitamente o Galaxy S23, e reforçou se tratar de fornecimento global de múltiplos anos.

Outro ponto importante é que a parceria abrangeria mais dispositivos, como notebooks, tablets, dispositivos de Realidade Estendida (XR), além de tecnologias de redes móveis, como o 6G — ainda em fase de testes, a conexão de sexta geração poderia atingir velocidades de 1.000 Gbps, e já está prevista para ter a regulamentação iniciada em 2025, inclusive no Brasil.

Samsung nega fim do Exynos

Apesar da notícia, em sua própria conferência a investidores, a Samsung desmentiu rumores de que a linha Exynos seria descontinuada — vale destacar que esses rumores também apontavam para a exclusividade do uso de chips Snapdragon nas famílias Galaxy S23 e S24. A gigante afirmou estar apenas reestruturando o modelo de negócios da divisão de System-on-Chip (SoC), e buscando um plano para se fortalecer no médio a longo prazo.

"Em particular, estamos focando em fortalecer a competitividade da próxima geração do Exynos mobile, e estamos tentando maximizar a participação de mercado de nossos principais clientes ao fortificar a cooperação com companhias líderes de IP [como a ARM] e começar o desenvolvimento inicial", afirmou a gigante sul-coreana.

Continua após a publicidade

Além de complementar o novo acordo com a Qualcomm, as declarações da Samsung reiteram os esforços da companhia em desenvolver um chipset otimizado para a família Galaxy S, iniciativa que ainda deve demorar a gerar frutos, mas que já está em pleno planejamento, considerando as contratações de engenheiros especializados de rivais como Apple e TSMC.

Fonte: The Motley Fool, PhoneArena, Android Authority