Pandemia e streaming levam à queda na pirataria de filmes do Oscar

Pandemia e streaming levam à queda na pirataria de filmes do Oscar

Por Felipe Demartini | Editado por Jones Oliveira | 29 de Março de 2021 às 11h46

Que a pandemia do novo coronavírus teve um forte impacto na indústria do cinema, isso todo mundo sabe; agora, os números mostram um reflexo disso, também, sobre a pirataria. De acordo com um novo levantamento, a maior disponibilidade de longas indicados ao Oscar nos serviços de streaming, assim como a menor presença de grandes blockbusters, levou a uma grande baixa no número de downloads na temporada de premiações deste ano.

Os dados são da MUSO, empresa especializada em pesquisas relacionadas à pirataria. A pesquisa coloca Bela Vingança como o filme mais baixado entre os indicados, com uma demanda de aproximadamente 1,3 milhão de downloads entre outubro de 2020 e fevereiro de 2021 — o segundo colocado, Os Sete de Chicago, acumulou cerca de um milhão, enquanto Judas e o Messias Negro aparece bem abaixo, completando o top 3 com 599 mil cópias baixadas.

Os números, para os analistas, desenham um panorama no qual a disponibilidade de longas por streaming faz reduzir a pirataria, mas, ao mesmo tempo, também um em que a presença de grandes atores e blockbusters de renome incentiva os usuários mais do que uma indicação ao Oscar, em si. Prova disso é a proximidade de Os Sete de Chicago do primeiro colocado, cujo elenco tem nomes como Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo) e Sacha Baron Cohen (Borat: Fita de Cinema Seguinte).

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A comparação também exibe esse mesmo movimento. Coringa, de 2019, apresentou um pico de mais de 34,8 milhões de downloads em um período semelhante, assim como Ford Vs. Ferrari (7,4 milhões) e Era Uma Vez Em Hollywood... (5,9 milhões), os grandes nomes da temporada de premiações do ano passado. Na temporada de premiações deste ano, é Tenet que sai vencedor, com 17,1 milhões de downloads, ainda que esteja indicado apenas aos prêmios de efeitos visuais e design de produção, passando longe das categorias principais do Oscar.

Gráficos mostram fluxo de downloads de filmes indicados ao Oscar entre o final de 2020 e o começo de 2021, com números bem abaixo dos registrados na premiação anterior — maior presença de streamings e menos blockbusters seriam motivos (Imagem: Reprodução/MUSO)

O filme dirigido por Christopher Nolan também é o único com indicações ao Oscar a aparecer na lista de mais baixados entre outubro de 2020 e fevereiro de 2021. No período, Tenet acumulou 12,4 milhões de downloads, seguido de Mulher-Maravilha 1984, com 11,6 milhões, e Os Croods 2: Uma Nova Era, com 6,2 milhões. Chama a atenção, ainda, a presença forte de blockbusters do passado, com Vingadores: Ultimato, de 2019, aparecendo na nona colocação, tendo sido baixado 3,3 milhões de vezes no período.

A MUSO também destaca que dos oito filmes mais pirateados desta temporada de premiações, apenas três estão disponíveis globalmente em serviços de streaming, o que indica que, para os outros, a preferência pode acabar sendo pelos meios legais. Com o fechamento dos cinemas e o adiamento da estreia global de muitos dos títulos, a muita gente, restou apenas a pirataria como forma de consumir o material, ao mesmo tempo em que o interesse pelos longas, em si, mostra uma baixa considerável.

Os pesquisadores destacam, por outro lado, que uma vitória no Oscar, cuja cerimônia acontece no dia 25 de abril, pode mudar um pouco as coisas. É o que os especialistas chamaram de “efeito Parasita”, citando o longa de Bong Joon-Ho que foi o vencedor da estatueta maior em 2020 — antes, ele era o quarto mais baixado, com 5,6 milhões de downloads, chegando a 12,7 milhões após a vitória e chegando a ter um pico de 1,3 milhão no dia seguinte ao da premiação.

Entretanto, novamente, a MUSO traça aqui um paralelo diferente, já que Parasita ganhou estreias globais e voltou a muitas telas após ser considerado o melhor filme de 2020, algo que não deve acontecer com o ganhador de 2021 por causa da pandemia. Por isso, apesar deste movimento inicial bem mais lento, os pesquisadores apostam em um número entre 25 milhões e 30 milhões de downloads para o maior vencedor do Oscar deste ano — e aproveitam para mostrar uma preferência por Bela Vingança, entre todos os indicados.

Fonte: MUSO

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.