Retrospectiva: as 10 notícias que mais bombaram em 2017

Por Patrícia Gnipper | 29 de Dezembro de 2017 às 13h39

Sempre tem aquelas notícias que rendem "zilhões" de acessos instantaneamente. Seja por conta de seu conteúdo polêmico, ou porque o assunto está em alta, ou ainda porque a coisa é mesmo muito interessante, algumas notícias se destacam entre as publicadas naquele dia ou semana. É o caso de qualquer coisa sobre o WhatsApp, por exemplo, que rende uma chuva de comentários falando que "o Telegram é melhor", enquanto muitas outras pessoas ficam desesperadas quando o serviço sai do ar.

Já quando há lançamentos da Apple, muita gente acaba acessando para manter acesa a treta entre quem prefere Android e quem é fanboy declarado da Maçã. E o que falar sobre as notícias sobre descobertas da NASA, que rendem outra briga boa: de um lado do ringue, defensores da exploração espacial, enquanto, do outro, quem acha que esse dinheiro todo deveria ser destinado a resolver problemas da Terra, como "a fome na África".

Mas chega de blá-blá-blá e vamos ao ranking das 10 notícias que mais bombaram no Canaltech em 2017:

1) Diretor da Uber leva soco no rosto no Senado

Essa notícia rendeu bastante. Acontece que, em meio às polêmicas quanto à regulamentação de aplicativos de transporte urbano no Brasil, como o Uber, por exemplo, os ânimos ficaram bastante alterados, não somente entre a população que já se acostumou com esses apps que acabam, de alguma maneira, substituindo os táxis tradicionais, como também entre os representantes das empresas e a classe política.

No dia 31 de outubro, o diretor de comunicação da Uber, Fabio Sabba, levou uma muqueta no rosto em Brasília durante a votação do projeto de lei. Enquanto o executivo concedia uma entrevista, um suposto taxista decidiu dar a porrada e sair correndo. O repórter que o entrevistava confirmou tudo, servindo como testemunha da ocorrência que foi aberta na delegacia do Senado.

2) YouTuber "morre" ao vivo em campanha chocante de conscientização no trânsito 

A segunda notícia que mais bombou no ano foi sobre uma campanha de conscientização quanto aos perigos de se usar smartphone enquanto dirige. No vídeo, a YouTuber israelense Ashley Waxman Bakshi usa o dispositivo enquanto está dirigindo, transmitindo tudo ao vivo em seu canal como se fosse uma live qualquer do cotidiano. Até então, ninguém sabia que se tratava de uma campanha, acreditando ser algo rotineiro da webcelebridade.

Eis que, de repente, a YouTuber bate o carro, e uma mensagem surge na transmissão dizendo que "nós a matamos". Somente aí surge a explicação informando que 80% dos acidentes de trânsito são causados por pessoas que usam os telefones no volante, mas, ainda assim, a coisa não ficou instantaneamente clara para a audiência, que seguiu acompanhando atentamente a transmissão para saber se estava mesmo tudo bem com a moça, que precisou explicar a coisa toda logo depois.

3) Sarahah, app que envia mensagens anônimas a seus amigos, causa polêmica na web 

A galera não aprende mesmo. Há pouco menos de três anos, o Secret surgiu para causar uma treta gigantesca na internet, com seu app que publicava mensagens anônimas em uma linha do tempo. Originalmente criado para se publicar aqueles segredos que você jamais contaria para ninguém, as pessoas acabaram estragando o serviço para jogar veneno adoidado, causando muito babado e confusão.

Acontece que em 2017 surgiu o Sarahah, app igualmente anônimo que permitia o envio de mensagens não assinadas para seus contatos das redes sociais, e sem direito de resposta. A notícia de sua polêmica internacional bombou horrores aqui no Canaltech, mas, para o alívio geral, dessa vez a maioria das pessoas estavam criticando justamente quem não tinha coragem de ofender o amiguinho dando a cara para bater.

4) Mulher compra iPhone 7 da China e recebe surpresa desagradável (mas engenhosa)

Em maio, uma das notícias mais populares foi sobre essa garota que, quando comprou um iPhone 7 da China atraída pelo precinho de banana, teve uma surpresa para lá de desagradável. A coisa não teria tomado tanta proporção caso o pacote recebido tivesse em seu interior um tijolo (como já aconteceu no passado). O que chamou mesmo a atenção de geral foi a engenhosidade do golpe cujo teor levou a nerdice às alturas.

Ao abrir o pacote, a brasileira Andressa se deparou com um iPhone 3 ao lado de um iPhone 4, junto de uma carta de fusão de Yu-Gi-Oh!. Ou seja: juntando o 3 e o 4 dos dois iPhones com a carta de fusão, o resultado seria um iPhone 7. Seu desabafo viralizou nas redes sociais, dividindo opiniões entre quem achou a piada chinesa muito de mau gosto, e quem deu achou o golpe muito bem arquitetado.

5) NASA admite que evidências da existência do Planeta Nove são válidas

Deixando de lado a discussão quanto a Plutão ser ou não ser o nono planeta do Sistema Solar, recentemente a NASA admitiu que as chances de haver um planeta ainda não descoberto nos confins de nosso quintal espacial são grandes. A notícia explodiu porque reacendeu a discussão quanto à existência de Nibiru, que seria o vilão espacial responsável pelo fim do nosso mundo.

E por falar no apocalipse, outra notícia que se destacou entre as mais acessadas do ano foi justamente a do fim do mundo que deveria ter acontecido no dia 23 de setembro. Segundo a teoria, Nibiru (ou Planeta X) estaria vagando pelo Sistema Solar em uma rota inevitável de colisão com a Terra (e governos com agências espaciais estariam escondendo essa informação de todos nós).

6) Canaltech inaugura assistência técnica especializada em São Paulo

"Para a nooooossa alegria", a notícia sobre a inauguração do Canaltechfix foi uma das mais lidas de 2017. A assistência técnica oficial do Canaltech é especializada em smartphones, tablets e Macbooks, oferecendo aos nossos leitores fiéis uma opção confiável e com preço justo para o reparo de seus dispositivos. O mais bacana é que a gente oferece retirada e entrega via motoboy na cidade de São Paulo e, para quem é de outros estados, tudo pode ser feito pelos Correios.

Além disso, a gente também inaugurou em 2017 a nossa loja de produtos oficiais com a marca Canaltech. Com a oferta de cabos, fones de ouvido, adaptadores veiculares, capinhas, películas e a tão desejada caneca exclusiva do Canaltech, os leitores do site podem contar com a loja virtual como uma fonte segura de produtos de qualidade.

7) Conheça a voz por trás do “gemidão do Zap”

Se você não caiu no gemidão do ZAP, provavelmente você pregou essa peça em algum colega. A pegadinha foi uma das coisas mais difundidas em 2017, causando constrangimentos generalizados para quem tem a mania de ouvir mensagens de áudio sem um fone de ouvido. Teve até político ouvindo o gemidão em sessões públicas transmitidas pela TV, para se ter noção da dimensão que a coisa tomou.

Mas o que era, de fato, o gemidão do ZAP? O trecho de áudio era, na verdade, um recorte do filme erótico My Fantasy Girls 3, sendo que a dona dos gemidos se chama Alexis Texas, atriz pornô panamenha que, até então, não fazia ideia de que sua voz rendeu uma das modinhas mais controversas do ano aqui no Brasil.

8) Ela voltou! Nokia anuncia oficialmente seu primeiro smartphone Android

Lá entre o finalzinho dos anos 1990 e os primeiros anos da década de 2000, quem dominava o mercado de aparelhos celulares era a Nokia. O "tijolão" aparentemente indestrutível rende memes até hoje, deixando uma imensidão de fãs com saudades daquele "tempo bom que não volta nunca mais".

Eis que, em 2017, a HDM Global (que comprou os direitos da marca Nokia) chegou com os dois pés na porta anunciando o primeiro smartphone Nokia equipado com Android, marcando o retorno da companhia finlandesa ao universo da telefonia móvel.

9) Estrupro e suicídio sendo transmitidos ao vivo pelas redes sociais

Em janeiro, uma sueca foi sequestrada por três criminosos que, ao decidir estuprar a moça, acharam que seria legal transmitir a coisa toda ao vivo pelo Facebook. As imagens revoltantes percorreram os quatro cantos da internet, especialmente pelo fato de que os três homens aparecem rindo de seu feito, enquanto a rede social nada fez para impedir que o crime fosse transmitido. Três horas depois, a vítima descobriu a existência da transmissão, acionando a polícia por conta própria, que, felizmente, a resgatou com vida, prendendo os abusadores.

Então, em julho, outro caso envolvendo a transmissão ao vivo de coisas que são caso de polícia chamou a atenção de geral. Uma brasileira de 19 anos, moradora do Acre, vinha publicando desabafos deprimidos no Facebook, até que não segurou mais a onda e decidiu cometer suicídio, transmitindo tudo ao vivo pelo Instagram. Para tornar a tragédia ainda mais pesada, o Corpo de Bombeiros até chegou a ser acionado por amigos desesperados que acompanhavam a transmissão, mas a família da garota havia se mudado de casa recentemente, e os bombeiros foram enviados ao local errado, não conseguindo impedir a morte da jovem.

10) Conspiracionistas vazam nova "prova" de que a ida do homem à Lua seria uma farsa

Desde que a NASA anunciou a chegada do homem à Lua pela primeira vez na história, uma grande quantidade de pessoas alimentam a teoria conspiratória de que a coisa toda foi encenada em estúdios de televisão, e que a gente nunca botou os pés em outro lugar além da Terra. Quase cinquenta anos se passaram e essa discussão ainda se mantém ativa, fazendo desta notícia uma das 10 mais polêmicas do ano.

É que, em novembro, um vídeo surgiu no YouTube questionando um detalhe de uma foto tirada em dezembro de 1972, durante uma das missões Apollo que chegaram ao nosso satélite natural. Na imagem, vemos o visor do traje espacial de um dos astronautas, que, segundo a conspiração, estaria refletindo a figura de uma pessoa com roupas normais, o que seria impossível de acontecer caso aquela cena tivesse mesmo sido registrada no espaço.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.