SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Apple irá investir US$ 4,7 bi em servidores para levar IA ao iOS 18

Por| Editado por Jones Oliveira | 25 de Outubro de 2023 às 10h15

Link copiado!

Apple
Apple
Tudo sobre Apple

A Apple planeja investir pesado em servidores de Inteligência Artificial em 2024 para introduzir IA Generativa ao iOS 18. Segundo o analista Ming-Chi Kuo, a projeção é investir US$ 4,7 bilhões em servidores Nvidia HGX de oito GPUs H100 para treinar IA Generativa.

Ainda de acordo com o analista, a empresa já teria direcionado cerca de US$ 620 milhões ao longo de 2023 para desenvolver soluções em IA para seus produtos. Ao que tudo indica, o plano é acelerar o treinamento para implementar a tecnologia o quanto antes.

Continua após a publicidade

Correndo atrás da concorrência

No segmento de software e serviços, a Microsoft já investiu mais de US$ 10 bilhões em plataformas como o ChatGPT, com capacidade de processamento de LLM (large language models) e compreensão contextual. A companhia fundada por Bill Gate vem embarcando cada vez mais implementações de IA em seus produtos, como o Microsoft Copilot, implementado ao Edge e Microsoft 365.

O Google, por sua vez, está trabalhando para avançar o Bard, sua plataforma própria, de certa forma concorrente do ChatGPT da OpenIA. A principal vantagem da empresa é que, por se tratar de uma tecnologia proprietária, é possível embarcar o Bard de forma nativa no Android e no Google Assistente, criando um ecossistema integrado de fácil acesso para os usuários.

Continua após a publicidade

Por essa razão, o movimento da Apple de escalonar o investimento no setor é importante, mas não surpreendente. A integração fácil e intuitiva entre todos os produtos do portfólio da empresa é um de seus principais diferenciais e está diretamente ligada ao controle rigoroso do ecossistema de software entre iOS, macOS e loja de aplicativos.

Segundo Kuo, a estimiativa inicial é de que a Apple adquira entre 2 mil e 3 mil servidores com H100 no próximo ano e migre para os B100 no futuro. Contudo, a Big Tech já desenvolveu chips proprietários para seus produtos, garantindo independência de parcerias com a Intel, por exemplo. Dessa forma, faria sentido que esse primeiro investimento seja apenas para ganhar tempo até que eles consigam lançar servidores próprios para IA.