Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

O que é Bard, a IA do Google?

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 13 de Julho de 2023 às 18h15

Link copiado!

Mojahid Mottakin/Unsplash
Mojahid Mottakin/Unsplash
Tudo sobre Google

O Bard é um chatbot desenvolvido pelo Google que utiliza inteligência artificial generativa para fornecer respostas às perguntas dos usuários baseado em aprendizado de máquina e processamento de linguagem natural.

Assim como o ChatGPT da Open AI e outros chatbots similares, o Bard utiliza um enorme conjunto de dados para gerar texto, gerar código de programação, traduzir idiomas, escrever diferentes tipos de conteúdo criativos, oferecer respostas e desenvolver diálogos.

Como o Google Bard funciona?

Continua após a publicidade

Para fornecer respostas de forma informativa aos usuários, o programa utiliza a técnica de aprendizado de máquina, que consiste em tornar os computadores mais inteligentes sem a intervenção de um programador. O modelo fundacional do chatbot do Google é a tecnologia Gemini Pro, que oferece suporte multimodal (ou seja a diferentes tipos de entradas — textos, fotos, vídeos e códigos) de forma nativa e promete mais qualidade que as concorrentes na leitura de formatos variados.

Assim, ao realizar uma pergunta ao Bard, ele utiliza o conhecimento com o qual foi treinado e também conteúdos em tempo real, dependendo da questão, para apresentar a melhor resposta.

A plataforma pode realizar diversas atividades com bastante precisão — você pode solicitar tarefas como:

  • Escrever diferentes tipos de conteúdo criativo, como poemas, códigos, scripts, músicas e e-mail;
  • Traduzir textos de outros idiomas;
  • Gerar códigos de programação;
  • Resolver problemas de matemática e física;
  • Pedir sugestão de roteiro de vídeo;
  • Responder às suas perguntas de forma abrangente e informativa, mesmo que sejam abertas, desafiadoras ou estranhas;
  • Desenvolver diálogos.

O Bard também consegue receber imagens e fornecer respostas relevantes. Por exemplo, você pode enviar uma foto do Cristo Redentor e pedir ao chatbot para descrever detalhes sobre o monumento. Essa funcionalidade pode não estar disponível no Brasil.

Outros recursos específicos incluem:

  • Renomear, fixar e selecionar conversas recentes na barra lateral;
  • Exportar códigos em Python para o Redplit e o Google Colab;
  • Compartilhar respostas do Bard em aplicativos e redes sociais por links.
Continua após a publicidade

Uma informação interessante sobre o Bard é que ele utiliza avaliadores humanos para verificar as conversas com os usuários no chatbot. Portanto, é importante evitar criar diálogos que contenham informações pessoais ou comprometam a privacidade.

Quem pode usar o Bard?

Atualmente, o Bard está disponível gratuitamente para usuários maiores de 18 anos que possuam uma conta pessoal do Google. O acesso ao Bard foi inicialmente disponibilizado por meio de uma lista de espera, mas ele está acessível em diversos países, incluindo o Brasil.

Continua após a publicidade

Qual a diferença entre o Bard e o ChatGPT?

Apesar da semelhança entre as ferramentas e suas finalidades, há algumas diferenças que podem ser notadas com o uso. A principal delas é que, no ChatGPT, as respostas estão limitadas a acontecimentos até setembro de 2021. Já o Bard é atualizado constantemente e pode fornecer informações recentes, em tempo real, ainda que ele apresente alguns problemas nesse sentido.

Além disso, é possível notar que o Bard tem mais facilidade em compreender assuntos mais elaborados e apresenta diálogos mais realistas. O ChatGPT se limita ao conteúdo que é escrito.

Bard se torna Gemini

Continua após a publicidade

Em janeiro de 2024, Gemini se tornou o nome oficial da inteligência artificial do Google, abandonando o nome Bard.

O projeto da inteligência artificial cresceu, recebendo site próprio (gemini.google.com), um app para Android e integração com o aplicativo do Google no iOS. 

Além da versão convencional gratuita, o Google apresenta o Gemini Advanced, pacote extra incluso na assinatura do Google One que oferece recursos de criação de conteúdo, geração de códigos de programação, ajuda para escrever e-mails no Gmail, textos no Docs, elaborar planilhas e slides.

Se você que aprender a usar o Gemini, o Canaltech preparou um tutorial que ensina como usar o Gemini e apresenta exemplos de perguntas que a IA é capaz de responder.