Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Snapdragon X Elite vaza em testes de notebook misterioso da Lenovo

Por| Editado por Wallace Moté | 01 de Março de 2024 às 08h40

Link copiado!

(Imagem: Divulgação/Qualcomm)
(Imagem: Divulgação/Qualcomm)
Tudo sobre Qualcomm

Um notebook misterioso da Lenovo equipado com o aguardado Snapdragon X Elite foi encontrado em testes no banco de dados do Geekbench 6, mostrando resultados pouco animadores. Os números obtidos estão abaixo do que foi apresentado pela Qualcomm no passado, ainda que o mais provável é que esta seja uma unidade de pré-produção e otimizações precisem ser implementadas. 

Identificado pelo número de modelo 83ED, o laptop da Lenovo aparece equipado com o Snapdragon X Elite, 32 GB de RAM e Windows 11 em sua versão Insider Preview, para teste de novos recursos. Os dados do Geekbench também indicam que o dispositivo estava configurado no modo balanceado de desempenho, o que pode afetar os resultados. De fato, a performance registrada não impressiona, ao menos considerando a avaliação de um núcleo e da GPU.

Continua após a publicidade

O aparelho atinge 1.628 pontos em single-core e 11.392 pontos em multi-core, pontuações bem abaixo do esperado em comparação aos benchmarks divulgados pela Qualcomm. Ainda assim, há avanços notáveis em comparação à geração anterior, com performance que já chega a rivalizar com o Apple M3: o Lenovo ThinkPad X13s, equipado com o Snapdragon 8cx Gen 3, marca 1.564 pontos em single-core e 6.397 pontos em multi-core, o que dá vantagem de 5% e 80%, respectivamente, para o modelo desconhecido com X Elite.

Por sua vez, o recém-lançado MacBook Pro com Apple M3 marca 2.834 pontos com um núcleo, e 10.224 pontos com todos os núcleos, fazendo o laptop da Maçã ser 75% mais rápido em single-core, mas perder por 12% em multi-core. Essa diferença gritante de desempenho entre single e multi-core já é um forte indício de haver problemas de otimização no momento, e há ainda mais evidências quando olhamos o teste de computação da GPU e os metadados dos registros.

Rodando o benchmark de OpenCL, a GPU Adreno do Snapdragon X Elite marca míseros 10 pontos, número fora da realidade para componentes modernos. Além disso, as frequências de operação da CPU aparecem zeradas nos metadados, outro sinal de existir alguma incompatibilidade entre o Geekbench e o notebook, e até com a própria versão do Windows, que vem recebendo aos poucos otimizações para trabalhar melhor com a arquitetura ARM.

Continua após a publicidade

A Qualcomm havia prometido que veríamos os primeiros laptops equipados com a plataforma na metade de 2024, portanto as fabricantes, que incluem a Lenovo considerando o teste vazado, têm até ao menos junho para ajeitarem seus dispositivos. Vale lembrar que não é incomum vermos testes, sejam de smartphones ou computadores, com desempenho baixo nesse período de pré-lançamento, justamente por estar havendo o desenvolvimento de drivers e software apropriado para tirar melhor proveito do hardware.

Apostando no novo núcleo Oryon, o Snapdragon X Elite promete revolucionar o mercado de PCs com níveis de performance e eficiência energética que superariam não apenas AMD e Intel, mas até mesmo a Apple. O CEO da Qualcomm, Cristiano Amon, está confirmado para comparecer à Computex 2024, principal feira de computadores do ano marcada para junho, portanto é muito provável que a grande estreia da plataforma ocorra na ocasião. Até lá, novos vazamentos devem esclarecer melhor as capacidades do chip.

Fonte: Gizmochina