Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Ryzen 7 5800X3D é até 29% superior em games ao Core i9 12900K em teste

Por| Editado por Wallace Moté | 12 de Abril de 2022 às 15h40

Link copiado!

Divulgação/AMD
Divulgação/AMD
Tudo sobre AMD

A menos de uma semana do início das vendas, o primeiro review mais aprofundado do novo Ryzen 7 5800X3D, realizado pelo site XanxoGaming, indica que o lançamento cumpre as promessas da AMD e supera o core i9 12900K, chip de uma categoria superior da Intel, em até 29% quando o assunto são os games. Caso isso se confirme, a novidade pode fragilizar os avanços da 12ª geração Alder Lake e proporcionar um enorme upgrade para usuários da linha Ryzen.

Ryzen 7 5800X3D supera i9 12900K em até 29% em games

Começando pelas bancadas de testes utilizadas, o Ryzen 7 5800X3D manteve o conjunto dos testes preliminares divulgados anteriormente, com placa-mãe X570 Gigabyte AORUS Master, 32 GB de RAM DDR4-3200 G.Skill FlareX em quad-channel com timings CL14, placa de vídeo Nvidia GeForce RTX 3080 Ti Founders Edition, SSDSamsung 980 Pro de 1 TB, water cooler Arctic Liquid Freezer II 360 e fonte EVGA SUPERNOVA 750W P2.

Continua após a publicidade

Para o Core i9 12900K, o portal utilizou uma bancada com placa-mãe ASUS TUF Gaming Z690-Plus WiFi D4, com as mesmas memórias, placa de vídeo e fonte. As únicas diferenças ficam para o cooler da CPU, substituído por um water cooler Lian Li Galahad 360, e para o SSD, que deu lugar a um TeamGroup Delta MAX de 250GB. Os games foram testados em 1080P e 720P com configurações gráficas no máximo, para agilizar e simplificar os testes.

A lista de títulos selecionados inclui 11 jogos, listados a seguir:

  • Assassin’s Creed Origins
  • Borderlands 3 (DX12)
  • Control (DX12)
  • Death Stranding
  • F1 2020
  • Final Fantasy XV
  • Metro Exodus
  • Shadow of the Tomb Raider (DX12)
  • Middle Earth: Shadow of War
  • Strange Brigade (DX12 – Async ON)
  • The Witcher 3: Wild Hunt

Segundo o XanxoGaming, em 1080P, o Ryzen 7 5800X3D mostra avanços notáveis e entrega desempenho praticamente idêntico ao i9 12900K na maioria dos games testados.

A exceção vai para três dos títulos — Final Fantasy XV, Shadow of the Tomb Raider (SoTR) e The Witcher 3 — em que o lançamento da AMD abre vantagem com enormes margens. Os números vão de 10% em SoTR a impressionantes 29% em Final Fantasy XV.

Em 720P, o cenário é bastante semelhante, com desempenho competitivo entre as duas soluções, mas vantagens massivas que crescem ainda mais nos três títulos mencionados. As diferenças são gritantes a ponto de fazer com que o 1% Low do Ryzen 7 seja mais alto que a média do Core i9.

Continua após a publicidade

Após realizar testes com memórias mais rápidas, rodando a 3.600 MT/s, o site acredita que a limitação do chip da Intel nesses casos seja largura de banda, e pretende agora utilizar kits DDR5 a 6200 MT/s em novas análises para confirmar as suspeitas. Independente disso, os resultados do chip da AMD não são invalidados, e praticamente confirmam as promessas da companhia.

Chip empolga menos em outras cargas de trabalho

Mesmo com a vantagem apresentada em games, o Ryzen 7 5800X3D é muito menos empolgante em se tratando de outras cargas de trabalho. Testes do chip em apps profissionais, como Blender, e em benchmarks renomados, como o Geekbench 5, revelam que o lançamento quase não apresenta ganhos em comparação ao 5800X tradicional. Nos melhores cenários, os avanços atingem os 11%, valores ainda distantes das capacidades do rival do time azul.

Continua após a publicidade

A pouca evolução em tarefas profissionais não chega como uma surpresa — o time vermelho havia confirmado em entrevistas que a tecnologia3D V-Cache de cache empilhado entregaria ganhos reais apenas em games, por acessarem a memória RAM com mais frequência que os apps de trabalho e benchmarks.

Esses resultados ajudam a destacar como o Core i9 12900K não deixou de ser um chip premium potente. O flagship da Intel também traz algumas vantagens marcantes frente ao rival da AMD, incluindo um upgrade extra de geração com a mesma plataforma, possibilidade de realizar overclocking, melhor performance por núcleo, maior quantidade de threads e suporte a tecnologias recém-lançadas, como as memórias DDR5 e o barramento PCIe 5.0.

Apesar disso, para usuários que já possuem um sistema baseado em alguma plataforma recente da AMD compatível com a série 5000 e que tenham foco em games, o Ryzen 7 5800X3D mostra ser um upgrade muito mais interessante que o esperado, dando um último fôlego ao soquete AM4 antes da chegada dos aguardados Ryzen 7000 e do novo soquete AM5. A solução começa a ser vendida no próximo dia 20 de abril, com preço sugerido de US$ 449 (~R$ 2.100).

Continua após a publicidade

Fonte: XanxoGaming, WCCFTech