Publicidade

AMD anuncia Ryzen 7 5800X3D e novos Ryzen 5000 e 4000

Por| Editado por Wallace Moté | 15 de Março de 2022 às 10h00

Link copiado!

AMD
AMD
Tudo sobre AMD

Após gerar grandes expectativas com teasers nos últimos meses, a AMD finalmente anunciou os últimos detalhes, incluindo preço e disponibilidade, do Ryzen 7 5800X3D, primeiro processador da marca para usuários a contar com a tecnologia de 3D V-Cache. Junto ao componente, a empresa também revelou novos modelos básicos da família Ryzen 5000, trouxe a série Ryzen 4000 aos desktops e divulgou excelentes notícias para donos de placas-mãe da série 300.

Ryzen 7 5800X3D chega em abril com preço competitivo

Destaque das novidades, o Ryzen 7 5800X3D é a nova versão com 3D V-Cache do Ryzen 7 5800X tradicional. Oficializado durante a CES 2022, em janeiro, o componente mantém boa parte das características do modelo original, mas triplica a quantidade de cache L3 de 32 MB para 96 MB ao empilhar memória diretamente sobre a CPU.

Continua após a publicidade

Desenvolvida em parceria com a TSMC e também utilizada nos chips EPYC Milan-X de servidores, para atingir impressionantes 768 MB de cache, a tecnologia de 3D V-Cache traz um enorme número de canais de comunicação via silício (TSVs) para estabelecer a comunicação do cache com a CPU, e utiliza uma nova técnica de soldagem que não requer material de fixação, tirando proveito de características do cobre para ligar as memórias e o chip.

Isso possibilitou que uma largura de banda de mais de 2 TB/s fosse atingida, minimizando a latência que a distância entre os componentes poderia ocasionar. Em contrapartida, devido à sensibilidade das memórias, os clocks dos núcleos tiveram de ser reduzidos, para evitar que o aquecimento da CPU afetasse o cache empilhado.

Além dos 96 MB de cache, sendo 32 MB em 2D e 64 MB em 3D V-Cache, o Ryzen 7 5800X3D traz 8 núcleos e 16 threads com clock base de 3,4 GHz e boost de 4,5 GHz (400 MHz e 200 MHz a menos que o 5800X, respectivamente), e consumo padrão de 105 W.

Continua após a publicidade

A AMD promete até 15% mais desempenho em games em comparação ao Ryzen 9 5900X, e ganhos semelhantes em comparação com o Intel Core i9 12900K, o que faria da novidade "a CPU mais rápida para jogos".

AMD amplia linha Ryzen 5000 com Zen 3

A AMD anunciou ainda uma série de novidades para a família Ryzen 5000 focadas no custo-benefício, e revelou soluções inéditas da série Ryzen 4000 para desktop, antes exclusiva de notebooks e PCs corporativos pré-montados. Mais poderosos, os novos Ryzen 7 5700X, Ryzen 5 5600 e Ryzen 5 5500 são baseados na microarquitetura Zen 3 e aparentam ser versões simplificadas de processadores já lançados.

Continua após a publicidade

O Ryzen 7 5700X é o mais avançado e traz um conjunto bastante similar ao do 5800X, mas com clocks mais baixos. São 8 núcleos e 16 threads, com clock base de 3,4 GHz e boost de 4,6 GHz, cache total de 36 MB (32 MB de cache L3), e consumo de 65 W. Já o Ryzen 5 5600, como o nome sugere, é similar ao 5600X, trazendo 6 núcleos e 12 threads, com clock base de 3,5 GHz, boost de 4,4 GHz, cache total de 35 MB (cache L3 de 32 MB) e consumo de 65 W.

Modelo mais peculiar dos três, o Ryzen 5 5500 parece estar mais próximo do Ryzen 5 5600G, em vez do 5600X, tanto pelas velocidades significativamente mais baixas, quanto pela capacidade de cache. São 6 núcleos e 12 threads, com clock base de 3,6 GHz, boost de 4,2 GHz, cache total de 19 MB (cache L3 de 16 MB) e consumo de 65 W.

Ryzen 4000 com Zen 2 chega aos desktops

Continua após a publicidade

Confirmando rumores, os novos processadores Ryzen 4000 foram pensados para quem quer economizar ainda mais, e não se importa de optar por tecnologias ligeiramente mais antigas — todos os chips são baseados na microarquitetura Zen 2, da série Ryzen 3000. Também há três modelos por aqui: Ryzen 5 4600G, Ryzen 5 4500 e Ryzen 3 4100.

Novamente, é possível traçar paralelos entre esses modelos e alguns dos chips já lançados pela empresa, no caso, modelos das linhas Ryzen 4000H e 4000U para notebooks. A estratégia de reaproveitar dies para laptops não foi confirmada pela AMD, mas é bastante provável, considerando não apenas que a companhia já fez isso no passado com o próprio Ryzen 5 5600G, como ainda a redução nos custos resultante da medida.

O Ryzen 5 4600G é bastante semelhante ao Ryzen 5 4600U/4600H, contando com 6 núcleos e 12 threads, clock base de 3,7 GHz, boost de 4,2 GHz, 11 MB de cache total (cache L3 de 8MB) e consumo de 65 W. Como o final "G" indica, há gráficos integrados Radeon por aqui de especificações não detalhadas. Porém, caso realmente seja uma versão para desktop do 4600U, é possível que se trate de uma Vega 6, com 6 Unidades Computacionais, 384 núcleos e frequência de até 1.500 MHz.

Continua após a publicidade

Enquanto isso, o Ryzen 5 4500 é muito similar ao Ryzen 5 4600U/4500U, também empregando 6 núcleos e 12 threads, com clock base de 3,6 GHz e boost de 4,2 GHz. Há 11 MB de cache total (cache L3 de 8 MB) e consumo de 65 W, mas sem gráficos integrados, que estariam desabilitados no modelo.

Por fim, o Ryzen 3 4100 compartilha as características do Ryzen 3 4300U — são 4 núcleos e 8 threads, rodando com clock base de 3,8 GHz e boost de 4,0 GHz, 6 MB de cache total (cache L3 de 4 MB) e consumo de 65 W, também sem a presença de gráficos integrados.

Com preços agressivos, os lançamentos visam barrar os avanços da Intel no segmento de entrada e aumentar a competitividade na categoria — os novos Core i5 12400 e Core i3 12100, equipados com núcleos Golden Cove e concorrentes diretos das novidades, mostraram potência para desafiar chips mais avançados.

Placas-mãe da série 300 ganham suporte oficial aos chips com Zen 3

Continua após a publicidade

Completando a extensa lista de anúncios, a AMD confirmou que atenderá aos inúmeros pedidos dos usuários e disponibilizará um update para placas-mãe da série 300 que liberará a compatibilidade com todos os modelos Ryzen, incluindo os baseados em Zen 3 e até mesmo as novidades anunciadas hoje. Algumas parceiras que trabalham com chipsets da marca já chegaram a liberar esse suporte por conta própria, mas agora a compatibilidade chega pelas mãos da própria AMD.

Serão atendidas pela novidade os modelos A320 de entrada, B350 intermediária e X370 entusiasta, com a chegada do update AGESA 1.2.0.7 de BIOS — a atualização deverá ser publicada pela fabricante da placa no site oficial. A data de disponibilidade também ficará a cargo das fabricantes, mas a AMD acredita que a novidade deve ser amplamente disponibilizada entre abril e maio.

Preço e disponibilidade

Continua após a publicidade

O Ryzen 7 5800X3D chega ao mercado em 20 de abril, com preço sugerido de US$ 449 (~R$ 2.310), curiosamente o mesmo valor de lançamento do 5800X tradicional. Já os novos integrantes da família Ryzen 5000 e os estreantes Ryzen 4000 chegam no decorrer do segundo trimestre de 2022, ainda sem uma data específica, com os seguintes preços:

  • Ryzen 7 5700X — US$ 299 (~R$ 1.540)
  • Ryzen 5 5600 — US$ 199 (~R$ 1.025)
  • Ryzen 5 5500 — US$ 159 (~R$ 820)
  • Ryzen 5 4600G — US$ 154 (~R$ 795)
  • Ryzen 5 4500 — US$ 129 (~R$ 670)
  • Ryzen 3 4100 — US$ 99 (~R$ 515)