Publicidade

Novo Ryzen 7 5800X3D não suporta overclocking, AMD confirma

Por| Editado por Wallace Moté | 17 de Março de 2022 às 10h41

Link copiado!

Reprodução/AMD
Reprodução/AMD
Tudo sobre AMD

Primeiro processador da AMD a contar com tecnologia de cache empilhado, o Ryzen 7 5800X3D teve a ausência de suporte a overclocking confirmado.

A informação foi dada pelo gerente de marketing técnico da empresa, Robert Hallock, que trouxe ainda alguns detalhes sobre como a tecnologia deve afetar os games e não causar impactos significativos em apps profissionais, como alguns usuários esperavam.

Ryzen 7 5800X3D não suporta overclocking da CPU

Continua após a publicidade

Em entrevista ao site HotHardware, Robert Hallock confirmou que o novo Ryzen 7 5800X3D não suportará overclocking da CPU, em virtude da presença do 3D V-Cache.

O executivo explica que a tecnologia ainda não está completamente madura e consegue atuar apenas com voltagens entre os 1,3 V e 1,35 V, impossibilitando que valores mais altos sejam aplicados no chip.

Diante desse cenário, a AMD decidiu bloquear por completo as modificações de clocks e voltagem no processador, em uma trava a nível de hardware — nem mesmo as fabricantes de placas-mãe poderão liberar a função.

Continua após a publicidade

Dito isso, o diretor de marketing esclarece que o overclock do Infinity Fabric e da RAM seguem disponíveis, e que a limitação é exclusiva do 5800X3D, não ditando os próximos lançamentos da marca, que seguirão desbloqueados.

Outro ponto curioso apontado por Hallock é que o 3D V-Cache beneficia especificamente os gamers, não tendo um impacto significativo para profissionais.

Segundo ele, os games acessam a memória com frequência, fazendo com que um cache maior beneficie os usuários ao aumentar o número de informações mantidas próximas à CPU. Os apps profissionais buscam dados com muito menos frequência, não apresentando assim vantagens com a nova tecnologia.

Chip promete 15% de ganho sobre o Ryzen 9 5950X em games

Continua após a publicidade

Anunciado durante a CES 2022 em janeiro, o AMD Ryzen 7 5800X3D inaugura a tecnologia de 3D V-Cache da empresa entre os processadores para consumidores.

Com clocks mais baixos, para evitar aquecimento excessivo nas memórias empilhadas, o componente compartilha a maior parte das configurações do 5800X tradicional.

São 8 núcleos baseados na microarquitetura Zen 3, com clock base de 3,4 GHz e boost de 4,5 GHz (400 MHz e 200 MHz a menos que o 5800X, respectivamente), e consumo padrão de 105 W.

Continua após a publicidade

Em cache, o chip embarca 32 MB em 2D e 64 MB em 3D V-Cache, prometendo até 15% mais desempenho que o irmão Ryzen 9 5950X de 16 núcleos e 32 threads, superando até mesmo o Core i9 12900K de 16 núcleos e 24 threads, atual campeão de performance em jogos.

A novidade está confirmada para estrear no mercado global em 20 de abril, com preço sugerido de US$ 449 (~R$ 2.295), mesmo valor de lançamento do 5800X original.

Não há informações sobre os preços a serem cobrados no Brasil até o momento.

Fonte: HotHardware, VideoCardz