SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Review Radeon RX 7600 XT | GPU 'barata' com 16 GB de VRAM

Por| 08 de Fevereiro de 2024 às 17h30

Link copiado!

Jones Oliveira/Canaltech
Jones Oliveira/Canaltech
Tudo sobre AMD

Já faz um tempo que a AMD vem conseguindo atender bem o segmento intermediário de placas de vídeo, com lançamentos equilibrados que se apresentam com um bom custo-benefício. Prova disso é a bem-sucedida Radeon RX 7600, que agora ganha uma versão mais encorpada: a Radeon RX 7600 XT.

O grande atrativo da nova GPU são seus 16 GB de memória de vídeo, algo bastante raro para a faixa de preço de US$ 330 que ela está inserida. A única placa de vídeo com a mesma especificação e preço é a Intel ARC A770, mas a concorrente teórica da AMD aqui é a GeForce RTX 4060 Ti, que tem os mesmos 16 GB e custa cerca de US$ 500.

🛒 Compre a Radeon RX 7600 XT com o melhor do Brasil preço aqui!

Continua após a publicidade

Porém, apesar de se apresentar como a placa de vídeo com 16 GB de VRAM mais acessível da AMD, há um detalhe inconveniente sobre a 7600 XT: ela tem desempenho semelhante e especificações praticamente idênticas aos da RX 7600.

Então por que comprar a Radeon RX 7600 XT? Mais do que isso: por que ela existe e foi lançada?

Prós

Continua após a publicidade
  • Muita VRAM para uso profissional
  • Clocks ligeiramente superiores
  • Baixas temperaturas

Contras

  • Baixo custo-benefício para jogos
  • Pouco poder computacional para 16 GB
  • Especificações iguais à RX 7600

Radeon RX 7600 XT: Design

Continua após a publicidade

Diferentemente da Radeon RX 7600, a AMD não disponibilizou um modelo de referência da RX 7600 XT. Em vez disso, eu recebi um modelo da XFX, o SPEEDSTER QICK 309 Radeon RX 7600 XT, para fazer este review.

Dentro da linha de GPUs da XFX, a QICK 309 se encaixa na família de modelos intermediários Quicksilver. Com 3 fans de 90mm, a placa é dual slot e tem 30,2cm de comprimento por 11,4cm de profundidade e 5cm de espessura — tamanho padrão para esse tipo de componente na atualidade.

O diferencial fica para a discrição da GPU. O visual é bastante sóbrio e soturno, com a XFX optando por uma carcaça feita em plástico preto com textura de bolinhas e detalhes em cinza. Na lateral, a logo não traz qualquer tipo de LED, reforçando a austeridade da peça. Na mesma região, há dois conectores de alimentação de 8 pinos, além de um switch de dual BIOS.

Continua após a publicidade

Na parte inferior, o backplate de metal segue a identidade visual da QICK 309, vindo todo na cor preta e com a logo da XFX vazada. Na extremidade direita da peça, há um corte para favorecer a circulação de ar e resfriamento do PCB — que é menor que o dissipador.

Em matéria de conectividade, a RX 7600 XT segue o que a AMD vem praticando há algum tempo e traz 1 conector HDMI 2.1 e 3 Display Port 2.1.

Radeon RX 7600 XT: Construção

Continua após a publicidade

Internamente, a XFX SPEEDSTER QICK 309 Radeon RX 7600 XT conta com dois dissipadores de alumínio interligados com 5 heatpipes de 6mm feitos em cobre niquelado. Há uma boa quantidade de aletas para ajudar na dissipação do calor, o que contribui para a placa operar bem fria mesmo quando está sob alta demanda.

A XFX também tratou de distribuir bastante thermal pads por toda a placa de vídeo. Todos os módulos de memória, VRM e o backplate contam com eles para auxiliar no resfriamento.

Sobre a placa em si, a XFX fez um excelente trabalho para proteger e garantir a qualidade da energia que chega aos circuitos. As entradas de energia contam com redutores e fusistores tanto na parte frontal, quanto na traseira. O mesmo se aplica às saídas HDMI e Display Port, com cada uma tendo fusíveis individuais.

Mas o que mais chama a atenção na construção da RX 7600 XT da XFX são os VRMs com power stage Infineon TDA21472 de 70A. Presentes em placas high end como as AMP Extreme, esses componentes têm uma eficiência altíssima e trabalham com bastante folga, além de comprovarem o esmero que a fabricante norte-americana teve com a construção da GPU.

Continua após a publicidade

Radeon RX 7600 XT: Especificações

Historicamente, as placas da AMD versão XT trazem especificações e desempenho superiores aos apresentados na versão padrão. Curiosamente, isso não aconteceu da maneira que deveria na 7600 XT.

A RX 7600 XT vem com GPU Navi 33, 32 CUs, 2.048 processadores de fluxo, 128 bit de barramento de memória... Tudo igual ao que a RX 7600 apresenta. Para contornar essa mesmice, a AMD dobrou a quantidade de VRAM para 16GB e deu um leve tapa no game clock (de 2.250 MHz para 2.5399 MHz) e boost clock (de 2.655 MHz para 2.810 MHz) em busca de mais desempenho. Esse pequeno ajuste faz a 7600 XT drenar mais energia que a RX 7600, consumindo até 190W contra 165W da irmã mais velha.

Continua após a publicidade

O problema é que isso não é suficiente para justificar a existência da 7600 XT — principalmente quando pensamos em jogos. Se a placa contasse pelo menos com interface de 192 bit para oferecer mais largura de banda para esse tanto de VRAM, veríamos um salto de desempenho aceitável em games, e certamente um bastante interessante em tarefas profissionais e de criação de conteúdo.

Contudo, nos testes que você verá a seguir, a nova placa da AMD não consegue desgrudar nem da RTX 4060, o que me leva a crer que seu desempenho é bastante similar ao da irmã RX 7600. E essa é uma preocupação sobretudo quando pensamos em preço.

A RX 7600 XT chega ao mercado custando cerca de US$ 330, enquanto sua irmã custa US$ 270 — uma diferença de cerca de 20% que não necessariamente se traduz em performance in-game.

Continua após a publicidade
Especicações Radeon RX 7600 XT vs concorrência
RX 7600 XTRX 7600RTX 4060 Gaming XARC A770 8 GB
ArquiteturaNavi 33 (RDNA 3)Navi 33 (RDNA 3)AD107DG2-512
Processo de fabricação6nm6nm5nm6nm
PCI-E Bus4.0 x 84.0 x 84.0 x 84.0 x16
Transistores (bilhões)13,313,318,921,7
SMs / CUs / Xe-Cores32322432
GPU Cores (Shaders)2048204830724096
Tensor / AI Cores646496512
RT Cores32322432
Clock GPU (Mhz)1.9801.7201.8302.100
Boost Clock (MHz)2.7552.6552.595
2.400
Tecnologia de VRAMGDDR6GDDR6GDDR6GDDR6
VRAM (GB)1688GDDR6
Clock VRAM (MHz)2.2502.2502.1252.000
Clock efetivo VRAM (Gpbs)18181716
Largura de banda (GB/s)288288272512
Cache L2 (Infinity)32322416
Alimentação2x82x81x82x8
TBP (W)190165115225

Setup de testes

No Canaltech, a Radeon RX 7600 XT foi avaliada em uma bancada de testes baseada em processador Intel Core i9-14900K com 32 GB de memória RAM DDR5-6400 e SSD NVMe PCIe 4.0.

Confira o setup completo de testes para a Radeon RX 7600 XT:

Continua após a publicidade
  • Processador: Intel Core i9-14900K
  • Placa-mãe: ROG Strix Z790-E Gaming WiFi (BIOS v.1501)
  • Memória RAM: 32 GB (2x16GB) Kingston Fury Renegade KF572C38 DDR5-6400
  • Armazenamento: 1TB Kingston SFYRS1000G
  • Arrefecimento: Cooler Master MasterLiquid PL360 Flux
  • Fonte: Cooler Master XG Plus 850 Platinum
  • SO: Windows 11 Pro

Radeon RX 7600 XT: Desempenho em jogos

Partindo para os testes da Radeon RX 7600 XT focados em games, vale um adendo muito importante. Os 16 GB de VRAM da nova placa da AMD dão um respiro bem-vindo para algumas situações bem específicas, mas não é pré-requisito para rodar absolutamente nenhum jogo, tampouco garantem mais desempenho neles.

Continua após a publicidade

Atualmente, a maioria dos jogos rodam muito bem, obrigado, com apenas 8 GB de VRAM. Quando extrapolam essa barreira, geralmente é por falta de otimização e gerenciamento precário de recursos. E mesmo nesses casos, 12 GB de VRAM são mais do que suficientes.

Sabendo disso, cabe outro alerta, este para os mais desavisados: esses 16 GB de VRAM não vão fazer você conseguir jogar em 4K, muito menos vão melhorar sua experiência com ray tracing, por exemplo. Para isso, é necessário uma placa de vídeo com mais poder computacional que a RX 7600 XT, como a RX 7700 XT, a RX 7800 XT e até mesmo uma RX 6750 XT.

Isso ficou evidente nos testes sintéticos de gameplay do 3DMark, os primeiros que executei para fazer este review. Neles, a Radeon RX 7600 XT fica atrás até mesmo da Intel ARC A770 em alguns cenários que exigem mais poder computacional, evidenciando que seus 16 GB de VRAM não são tão determinantes assim para obter mais desempenho. Nos testes que envolvem ray tracing, sombreamento e reflexo em tempo real, a GPU da AMD é ultrapassada pela GeForce RTX 4060, que tem clock de GPU e de memória inferiores.

Você lembra que na introdução deste review eu falei que o concorrente teórico da RX 7600 XT era a GeForce RTX 4060 Ti, que tem os mesmos 16 GB de VRAM? Bastou este primeiro contato para comprovar que não é preciso ir atrás do modelo da Nvidia com 16 GB para fazer frente à peça da AMD, pois a RTX 4060 de 8GB já se apresenta como uma adversária à altura, rivalizando nestes primeiros testes e nos demais que executei.

Assim, com as expectativas alinhadas, vamos aos testes com jogos em si.

RX 7600 XT: Desempenho em jogos Full HD (1080p)

Tratando-se de uma placa de vídeo mainstream, a RX 7600 XT não deve apresentar qualquer dificuldade para rodar jogos em Full HD. A exceção são jogos que utilizam ray tracing e path tracing, exigindo um poder de processamento extra que esse componente não vai conseguir oferecer.

Ainda que por uma pequena margem, aqui chama a atenção como a placa da AMD está à frente das duas concorrentes que eu pude testar para este review: a RTX 4060 e a ARC A770. A exceção é o caso de Red Dead Redemption 2, que utiliza API Vulkan e faz a placa do time vermelho brilhar.

Concorrência à parte, a RX 7600 XT é uma placa feita para jogar em Full HD com qualidade máxima. Ela não apresentou dificuldades para superar a barreira dos 60FPS em FHD em 8 dos 9 jogos testados. Alan Wake 2 é um desafio até para as placas mais parrudas, e já falamos extensivamente sobre ele.

RX 7600 XT: Desempenho em jogos QHD (1440p)

Subindo a barra de resolução, a RX 7600 XT conseguiu superar a barreira dos 60 FPS em 5 dos 9 jogos que eu testei para este review. Desses 4 títulos que ficaram abaixo da média ideal, 3 são bem recentes e 1 é conhecido há anos por entortar GPUs.

A RX 7600 XT até consegue rodar jogos em 1440p nativo, mas apenas os mais leves e antigos — algo que a principal concorrente neste review também é capaz de fazer. A diferença de desempenho entre elas se dá pelo clock ligeiramente maior da Radeon e, em menor escala, aos 8GB de VRAM adicionais.

Uma forma de extrair mais fôlego da placa é ativar recursos de upscaling de imagem como FSR e XeSS. Nesse caso, a RX 7600 XT chega a abrir até 41 FPS de vantagem em relação à RTX 4060 em Red Dead Redemption 2. Apesar da boa margem, o jogo da Rockstar utiliza API Vulkan, terreno propício para o bom desempenho de GPUs AMD. Assim, no geral a diferença entre as concorrentes fica na casa dos 5 FPS a 10 FPS, praticamente um empate técnico.

Outra maneira de ganhar ainda mais quadros por segundo é ativar o AMD Fluid Motion Frames (AFMF), o novo recurso de geração de quadros do time vermelho implementado a nível de driver. Durante meus testes, a funcionalidade ainda não era compatível com todos os jogos; e os que eram, alguns apresenteram problemas de stuttering e incosistência de desempenho.

Por esse motivo, os resultados de upscaling com AFMF ficaram de fora deste review. Apesar disso, como o AFMF acabou de sair do beta, a perspectiva é de melhorias e ampliação de suporte da tecnologia à medida que novos drivers sejam lançados. Vale à pena ficar de olho.

RX 7600 XT: Desempenho em jogos 4K (2160p)

Na última escala de resolução, a 7600 XT já perde completamente o fôlego e supera a barreira dos 60 FPS em apenas dois dos nove jogos avaliados. Nesse cenário, os títulos já começam a demandar poder de processamento além do que a placa da AMD é capaz de entregar; por isso, o que vi foram sessões de gameplay abaixo dos 60FPS e 30FPS, numa experiência sofrível e "injogável".

Ativar recursos de upscaling não ajudou tanto, como já era esperado. Apenas dois jogos se aproveitaram bem da técnica e subiram para a casa dos 60FPS, com os demais ficando abaixo disso e repetindo a experiência desagradável de gameplay.

Em outras palavras, a RX 7600 XT ainda consegue lidar com títulos mais leves e contornar a falta de fôlego com recursos de upscaling em QHD, mas definitivamente não é uma placa recomendada para quem busca uma boa experiência jogando títulos recentes em 4K.

RX 7600 XT: Criação de conteúdo

Se a quantidade absurda de 16 GB de memória de vídeo da RX 7600 XT não faz tanta diferença assim para jogos, para o que exatamente ela serve?

A 7600 XT é uma placa de vídeo voltada para o público consumidor, mas eu sinto que a abordagem adotada pela AMD para propangadeá-la é errada. A companhia vende a peça como uma GPU para games até 1440p, mas, depois de tantos testes de gameplay, ficou evidente que ela compete com modelos de 8 GB mais baratos.

Com tanta VRAM assim, a 7600 XT deveria ser propagandeanda como uma placa de vídeo voltada para trabalho. Via de regra, aplicações para criação de conteúdo, audiovisual, modelagem 3D e até inteligência artificial demandam mais memória de vídeo para renderização, aceleração de processos e inferência. E é aqui que os 16 GB da 7600 XT começam a fazer a diferença.

Foi isso o que percebi ao executar os testes de edição de imagem e de vídeo com o auxílio do UL Procyon e suíte de aplicativos Adobe. Na edição de vídeos com o Premier Pro, a placa de vídeo da AMD praticamente empata com a rival da Nvidia, compensando uma aparente falta de fôlego graças à grande quantidade de VRAM para alocação de recursos e agilidade de processamento.

O benchmark do Procyon usa o Photoshop e o Lightroom em testes que priorizam a edição de fotos em lotes, com esses arquivos sendo alocados na memória de vídeo para agilizar processos de retoque, aplicação de filtros e redimensionamento. Nesse cenário, os 16 GB da 7600 XT fazem ela saltar nos gráficos de desempenho e rivalizar com a RTX 4070 SUPER, que tem muito mais poder de processamento, mas é limitada a "apenas" 12 GB de VRAM.

Aqui temos os primeiros indicativos de que a Radeon RX 7600 XT é uma boa placa de vídeo para rotinas de trabalho.

RX 7600 XT: Profissional e inteligência artificial

Adentrando no ramo de aplicações profissionais, eu executei uma bateria de testes usando o SPECviewperf para simular cargas de trabalho de renderização em 3D. Esses testes exigem mais consistência no processamento dos dados, diferente dos jogos que se aproveitam de picos de desempenho, e quanto mais memória de vídeo disponível, mais rápido o trabalho é executado.

Em testes que fazem renderização com oclusão de ambiente, transparência, shaders e iluminação em tempo real, a GPU da AMD fica bastante próxima do modelo da Nvidia — notoriamente mais hábil em lidar com esse tipo de trabalho. O ponto mais baixo aqui é, sem dúvidas, os testes do Blender, que empregam ray tracing pesado e derrubam a RX 7600 XT para a última posição.

Por outro lado, testes como o 3DSMax e Creo, que focam principalmente em vértices, wireframes e visualização 3D, catapultam a RX 7600 XT nos gráficos de desempenho.

Para os testes de inteligência artificial, eu utilizei a suíte do UL Procyon. Ela performa testes de inferência LLM e deep learning focados em TensorRT, OpenVINO e WinML. Desses três, a GPU da AMD suporta apenas o Windows Machine Learning, o que acabou limitando o resultado dos benchmarks executados.

Ainda assim, a RX 7600 XT apresenta bastante potencial lidando com tarefas de IA, sobretudo quando as rotinas envolvem volumes maiores de dados (float32) — portanto, mais memória de vídeo para alocação desses conjuntos. Nesse cenário, o desempenho do componente da AMD supera o de seu principal rival.

Para ser 100% assertivo sobre as capacidades de a RX 7600 XT lidar com inferência de IA, eu terei de diversificar estes testes. Quando isso for feito, os gráficos acima contarão com outras cargas de trabalho para melhores conclusões.

RX 7600 XT: Consumo e temperatura

Para medir o consumo e temperatura máximos da RX 7600 XT em full load, eu usei o teste de estresse de GPU do AIDA64 Engineer.

Ao longo de todas as baterias de testes, a RX 7600 XT rivalizou em pé de igualdade com a GeForce RTX 4060, mas o teste de consumo mostrou que isso custou caro à placa da AMD. Para entregar esse desempenho, a peça opera em clocks ligeiramente mais altos e consome praticamente 50W a mais que sua rival.

Apesar dessa constatação, o consumo máximo de 172W da RX 7600 XT que eu obtive não chega ao teto de 190W estabelecido pela AMD.

Drenar esse tanto de energia pode levar muita gente a concluir que a RX 7600 XT superaquece, mas não é esse o caso. Como mostrei na seção Construção deste review, a XFX utilizou todos os artifícios para fazer desta uma placa bem fria.

Isso fica evidente pelos dois blocos de dissipadores (relativamente hiperdimensionados) até o uso de VRMs de alta eficiência e aplicação de thermal pads em lugares críticos. O resultado disso é uma placa que consome, sim, mais energia, mas opera nos mesmos 63°C da concorrência sob estresse intenso em um escritório a temperatura ambiente de 30°C.

Concorrentes

A principal concorrente teórica da AMD Radeon RX 7600 XT é a Nvidia GeForce RTX 4060 Ti 16GB. Mas essa placa não só é bem mais cara (~R$ 3.600), como também entrega muito mais desempenho.

Correndo por fora, outra concorrente da nova placa de vídeo da AMD é a Intel ARC A770 de 16GB. O preço é parelho ao da RX 7600 XT (na casa dos R$ 2.400) e as especificações equivalentes.

Na prática, entretanto, as principais rivais da Radeon RX 7600 XT é o modelo padrão da linha, a RX 7600, que custa menos e tem desempenho similar em jogos Full HD; e a GeForce RTX 4060 de 8GB, que é vendida na casa dos R$ 1.900 e apresenta um custo-benefício mais interessante.

🛒 Compre a Intel ARC A770 16 GB com o melhor preço aqui!

🛒 Compre a Nvidia GeForce RTX 4060 8 GB com o melhor preço aqui!

🛒 Compre a Radeon RX 7600 com o melhor preço aqui!

Vale a pena comprar a AMD Radeon RX 7600 XT?

A Radeon RX 7600 XT chegou ao mercado como a GPU com 16GB mais barata já feita pela AMD. Esse tanto de memória de vídeo impressiona e chama a atenção, sobretudo dos mais desavisados.

E isso é ponto de ressalva, principalmente porque o time vermelho vende essa nova placa como ideal para rodar games até 1440p. Nos testes que fiz, não resta dúvidas de que a RX 7600 XT é boa para jogos em Full HD, mas, quando partimos para os 1440p (QHD), ela começa a perder fôlego e se salva apenas pelo uso do FSR.

O problema surge de verdade quando calculamos a média de desempenho real da RX 7600 XT e a comparamos com o que a GeForce RTX 4060 entrega. Em Full HD, a GPU da AMD tem uma vantagem de 14%; em QHD, a dianteira desaparece e o desempenho passa a ser 16% inferior.

E agora basta colocar os preços na mesa para ver que é bem difícil indicar a GPU recém-lançada da AMD para quem quer jogar com ela: na publicação deste review, no Brasil, a RX 7600 XT estava custando R$ 2.399; já a MSI GeForce RTX 4060 Gaming X NV Edition saía por R$ 1.939. A diferença de preço é de mais de 21% a favor da GPU da Nvidia, o que faz dela mais atrativa para quem tem um olhar mais atento.

A situação poderia ser ainda mais delicada se eu tivesse testado a RX 7600 padrão. Com especificações tão semelhantes à 7600 XT, é fato que o desempenho das placas seria bastante equiparado em games. Só que a RX 7600 custa a partir de R$ 1.700 no Brasil, 34% a menos que a RX 7600 XT.

Então por que comprar a Radeon RX 7600 XT?

A questão é a necessidade e o público-alvo. Atualmente, são raros os jogos que exigem tanta VRAM assim, então esses 16GB não fazem sentido para games agora. Eles são uma garantia de que a placa vai tankar lançamentos futuros, mas, até que isso aconteça, outros modelos estarão no mercado fazendo concorrência.

Contudo, se você precisa de uma GPU com 16 GB para tarefas profissionais e/ou quer se aventurar na seara do machine learning e inteligência artificial, a RX 7600 XT é uma boa placa de vídeo. Por se tratar de um modelo para consumidor final, obviamente o desempenho não será o mesmo que o de uma Radeon PRO W770, por exemplo, mas é um ponto de partida bom e barato.

No fim das contas, a RX 7600 XT apresenta pouquíssimas diferenças em relação à RX 7600. É uma boa GPU para jogar em FHD e se aventura bem no QHD, mas há outras placas de vídeo que valem mais a pena comprar — tanto na concorrência quanto na AMD. A própria RX 7600 padrão já dá conta do recado nessa faixa de atuação, enquanto uma RX 6750 XT é a melhor opção para quem busca por mais desempenho.

Para além disso, a RX 7600 XT é uma boa placa de vídeo para uso profissional e trabalhos com inteligência artificial. Nesse segmento, ela é uma excelente opção de entrada, com VRAM de sobra e baixo custo. Se esse for o seu objetivo, vale a pena comprá-la.

🛒 Compre a Radeon RX 7600 XT com o melhor preço do Brasil aqui!