Review Toyota Corolla Cross XRE | Equilibrado, confiável e caro demais

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 17 de Abril de 2022 às 09h00
Felipe Ribeiro/ Canaltech

As variantes 2.0 flex do Toyota Corolla Cross respondem pela maioria das vendas do SUV desde o seu lançamento, no início de 2021. Esse sucesso se dá pela ânsia da população brasileira em ter um SUV e na boa fama da montadora japonesa, que esbanja confiabilidade.

Com bom desempenho, espaço interno razoável e dirigibilidade equilibrada, o Toyota Corolla Cross XRE pode não ter o consumo e pacote de equipamentos da versão Hybrid, mas atende o usuário que precisa de um carro com conforto e segurança para a família.

O Toyota Corolla Cross XRE (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

O problema, talvez, esteja no preço. Rivais com nível de equipamento até superior custam praticamente a mesma coisa do que o Corolla Cross XRE, casos do Jeep Compass e do Volkswagen Taos.

O Canaltech passou um tempinho com o Toyota Corolla Cross XRE antes de sua atualização recente, que acrescentou de série os equipamentos do Toyota Safety Sense e vai te contar em detalhes como foi a experiência.

Prós

  • Desempenho
  • Consumo
  • Confiabilidade
  • Segurança
  • Design

Contras

  • Preço
  • Espaço Interno
  • Acabamento

Conectividade e Segurança

Mesmo sem os itens que compõem o Toyota Safety Sense, presentes no modelo XRE 2023, o Corolla Cross é um carro bem seguro e confiável desse ponto de vista.

São seis airbags de série, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa e distribuição eletrônica de frenagem, além, é claro de toda a construção robusta característica da Toyota. Há freios a disco nas quatro rodas.

Cabine do Corolla Cross não esbanja modernidade (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Em termos de conectividade, pouco muda com relação ao modelo Hybrid, já que a central multimídia é a mesma, com os recursos já conhecidos, como espelhamento de celular via Android Auto e Apple CarPlay com fio e tela sensível ao toque.

Alguns detalhes internos e que têm a ver com a tecnologia fizeram faltam, sobretudo se levarmos em conta o preço do carro, como a ausência de um cluster digital e uma central multimídia com resolução melhor e mais recursos.

Cluster principal do SUV é simples demais (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Versão 2023 mais segura e tecnológica

O período que passamos com o Corolla Cross XRE foi anterior às boas atualizações que toda a gama do SUV sofreu. Agora, o modelo vem de série com os seguintes recursos, pertencentes ao Toyota Safety Sense:

  • Alerta de colisão frontal com detecção de pedestres e ciclistas;
  • Frenagem automática de emergência;
  • Alerta de ponto cego;
  • Piloto automático adaptativo (ACC);
  • Alerta de saída de faixa com correção ativa (LCS);
  • Comutação automática do farol alto.

Conforto e Experiência de Uso

Por mais que sejam feitos sobre a mesma plataforma, o Corolla Sedan e o Corolla Cross possuem comportamentos bem diferentes, embora na variante flex essa discrepância seja bem menor e isso tenha a ver com o ótimo motor 2.0 Dynamic Force, que entrega 177cv e 21,4 kgf/m de torque.

Com esse propulsor, o Corolla Cross XRE fica bem mais ágil do que o modelo Hybrid e com desempenho bem parecido com o do sedan. Em nossos testes, o 0 a 100km/h foi feito em 10 segundos, pouco a mais do que no três volumes. Já no consumo, houve uma pequena piora, com médias de 8 km/l no etanol em uso misto.

Porte do Corolla Cross é muito bom, mas o espaço interno poderia ser melhor (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

O segredo, além dos bons números do motor, está na relação com o câmbio do tipo CVT, que tem 10 marchas simuladas. Além de proporcionar bom nível de consumo e conforto, a primeira marcha engatada dá ao SUV uma arrancada que lembra muito a de um motor turbo.

Sim, Taos e Compass andam mais, mas não muito mais do que o Corolla Cross. Os mais puristas e defensores dos motores aspirados podem ficar satisfeitos com o Dynamic Force.

Motor 2.0 Dynamic Force dá conta do recado (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Já em termos de espaço interno e usabilidade, o Corolla Cross não faz feio, muito embora seja superado — e muito — pelo sedan. São 2,64m de entre-eixos e 4,46m de comprimento, que ajudam pessoas altas a viajarem com relativo conforto nos bancos de trás. O porta-malas é de ótimos 440 litros.

Os itens de conforto são contemplados pelos sensores de estacionamento traseiros, ar-condicionado digital, retrovisor interno eletrocrômico e chave presencial.

Sentimos falta, porém, de algumas coisinhas, como os sensores crepuscular e de chuva, além do ar-condicionado dual zone. Modelos como o Jeep Renegade, por exemplo, possuem o recurso de série.

"O segredo do bom desempenho do Corolla Cross XRE é a relação do seu motor 2.0 com o câmbio CVT, que é excelente"

— Felipe Ribeiro

Design e Acabamento

O Corolla Cross tem design com personalidade e bem diferente de outros modelos da linha da Toyota, algo muito positivo hoje em dia. Sua dianteira é bem elegante e agressiva, enquanto a traseira tem elementos mais robustos. As rodas, nessa versão XRE, são aro 18 e diamantadas.

Já o acabamento, apesar de ser considerado bom, tem falhas irritantes, principalmente se compararmos o SUV com o sedan. Há o uso abundante de plástico duro na cabine e soluções nada agradáveis para alguns detalhes de projeto, como o famigerado freio de estacionamento nos pés.

Concorrentes

Os principais concorrentes do Toyota Corolla Cross são o Jeep Compass e o Volkswagen Taos, que custam entre R$ 150 e R$ 210 mil. Há, também, o Caoa Chery Tiggo 7 Pro, que sai na faixa de R$ 190 mil.

Toyota Corolla Cross XRE: Vale a pena?

Se você busca um SUV gostoso de ser guiado, com bom espaço interno e confiabilidade mecânica acima de qualquer suspeita, o Corolla Cross pode ser a pedida. O problema, talvez, esteja no preço, que é superior ao de rivais diretos com menor oferta de equipamentos.

O Toyota Corolla Cross XRE pode ser encontrado nas concessionárias Toyota em todo o Brasil por R$ 178 mil.

No Canaltech, o Toyota Corolla Cross XRE foi avaliado graças a uma unidade gentilmente cedida pela Toyota do Brasil.