Publicidade

Android TV x Google TV: quais as diferenças entre os dois sistemas?

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 29 de Agosto de 2021 às 17h00

Link copiado!

Alveni Lisboa/Canaltech
Alveni Lisboa/Canaltech
Tudo sobre Google

Muita gente se confunde perguntando quais as diferenças entre Google TV e Android TV, afinal ambos são da mesma companhia e parecem ter o mesmo propósito.

De primeira, vale dizer que ambos não são concorrentes e muito provavelmente a sua televisão roda os dois sistemas — isso porque o Android TV é o sistema base enquanto o Google TV é uma interface que roda sobre ele.

A grosso modo, é como se o Google TV estivesse para o Android TV como interfaces de celular como One UI e MIUI estão para o Android.

Continua após a publicidade

Mas se você ainda está na dúvida, não tem problema: o Canaltech explica agora tudo em detalhes.

Android TV: o robozinho na televisão

O Android TV é um sistema operacional baseado no Android, desenvolvido pelo Google especificamente para televisores inteligentes, reprodutores de mídia digital, set-top boxes e soundbars.

Continua após a publicidade

Lançado em 2014, ele surgiu para entregar às fabricantes uma solução gratuita e eficaz para rodar aplicações nas então emergentes smart TVs.

Desde então a biblioteca de softwares cresceu muito e hoje há uma variedade imensa disponível gratuitamente, principalmente serviços de streaming de mídia.

Um dos diferenciais é a interface simples, leve e bastante rápida para a entrega de mais fluidez nos televisores, mesmo naqueles com menos recursos de hardware. Além disso, o Android TV conta com total integração com o Google Assistente para propiciar pesquisa por voz, atividades inteligentes, integração com celulares e recursos úteis para o cotidiano, como controlar sua casa.

Continua após a publicidade

Assim como o irmão mais velho nos celulares, esse software é construído sobre uma plataforma de código aberto e permite que desenvolvedores trabalhem sobre ele para efetuar melhorias. Isso abriu muitas possibilidades, inclusive para os piratas, que usam o sistema para rodar em set-up boxes voltadas para difusão de canais via internet (IPTV).

Televisores da TCL e da Sony, por exemplo, costumam vir com o Android TV instalado de fábrica, mas, como mencionado acima, são as pequenas "caixinhas de mídia" onde o sistema operacional reina. Alguns provedores de TV por assinatura regulares de IPTV oferecem esses aparelhos já com a plataforma do Google embarcada, o que garante imensa compatibilidade com apps da Play Store e a possibilidade de instalar aplicações de modo externo, via pendrive ou direto da internet.

E o Google TV?

Aqui a coisa é um pouco mais complicada porque a criadora do Android fez uma bagunça imensa com a nomenclatura, o que causa confusão até hoje. Isso porque este já foi o nome de um produto e, hoje, é o nome de uma interface.

Continua após a publicidade

No início, em 2010, a Google TV era um projeto de televisor inteligente criado pela companhia em parceria com Intel, Sony e Logitech. Espécie  de antecessor do Android TV, ele rodava uma versão do Android e a versão Linux do navegador Google Chrome para oferecer uma experiência de acesso à internet do próprio aparelho.

Apesar do relativo impacto na indústria, a TV ficou longe de ser um sucesso comercial, principalmente por causa do elevado preço na época, e o projeto foi descontinuado.

De TV para interface

Continua após a publicidade

Os anos passaram e, em 2021, o Google voltou com o nome do passado, porém com um propósito diferente: o Google TV é uma interface que roda sobre o Android TV.

O foco do Google TV é centralizar várias plataformas de entretenimento, de modo mais restrito que a antecessora, porém com muito mais eficácia e desempenho.

A interface lembra outros sistemas de TV e opera como uma central multimídia. Ali, você cadastra os streamings que assina e pode usar a barra de pesquisa para encontrar um filme ou série em qualquer um deles sem ter que navegar individualmente em cada app.

Continua após a publicidade

Embora seja jovem, o sistema operacional já tem compatibilidade com praticamente todos os principais serviços de streaming do momento, como Netflix, Amazon Prime Video, Disney +, HBO Max, Peacock e até Apple TV.

Ele também tem integração com o Google Assistente e vem embarcado nos novos Chromecasts, em algumas marcas de televisores e funciona também como um aplicativo de celular para Android.

Google TV + Android TV

Continua após a publicidade

A ideia do Google é manter ambos os sistemas ativos, sendo o Google TV criado e mantido pela gigante de Mountain View, enquanto o Android TV deve ser trabalhado por desenvolvedores independentes e empresas interessadas. Independentemente da escolha, o fato é que ambos cumprem o seu papel de oferecer recursos extras para televisores.