Samsung adota padrão de envio de arquivos sem fio desenvolvido por OPPO e Xiaomi

Samsung adota padrão de envio de arquivos sem fio desenvolvido por OPPO e Xiaomi

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 21 de Junho de 2021 às 18h40
Divulgação/Samsung

O envio de arquivos entre smartphones evoluiu substancialmente nos últimos anos. Ainda que siga sendo utilizado, o Bluetooth não é mais a opção principal para a tarefa — soluções como o AirDrop para dispositivos da Apple são cada vez mais comuns, e incentivaram o Google no desenvolvimento do Nearby Share, novo padrão do Android que atua de maneira semelhante.

No entanto, a tecnologia foi implementada apenas no ano passado, e não atinge velocidades muito altas, mantendo-se na casa dos 2 Mbps. Diante disso, em 2019, Oppo, vivo e Xiaomi se uniram para formar a Mutual Transmission Alliance (MTA), sistema que se baseia em Bluetooth e Wi-Fi Direct para transferir arquivos em velocidades substancialmente maiores, de até 20 Mbps.

Desde então, a aliança cresceu com a entrada de diversos novos integrantes, e acaba de ganhar um novo membro de peso: a Samsung.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Samsung é novo membro da MTA

Segundo informações do site ITHome, e do leaker Ice Universe, a Samsung é agora integrante da aliança e poderá tirar proveito dos protocolos MTA para transferência de arquivos. Com eles, os dispositivos da empresa não apenas poderão enviar arquivos rapidamente entre si, como também com aparelhos de outros membros do grupo, que inclui ainda Asus, OnePlus, Meizu, ZTE, Hisense, além das três fundadoras.

A Samsung ainda não anunciou quais dispositivos serão compatíveis, nem mesmo revelou um prazo para a adoção do recurso, mas basta apenas uma atualização de software para que a novidade seja integrada. Assim sendo, podemos esperar que os celulares topo de linha da marca mais recentes recebam a tecnologia, e há chances de que algum nível de integração ocorra ainda com PCs Windows e o aplicativo Seu Telefone.

Quick Share e o futuro do Nearby Share

A decisão de adotar os protocolos MTA é curiosa, considerando que a gigante sul-coreana já possui o próprio sistema de transferência de alta velocidade, o Qucik Share. De maneira bastante similar à tecnologia da Xiaomi, vivo e OPPO, a solução da Samsung estabelece uma conexão usando Bluetooth e então ativa o Wi-Fi Direct para envio dos arquivos.

O Samsung Quick Share já atua de maneira similar ao MTA, mas funciona exclusivamente com dispositivos da marca (Imagem: Reprodução/Samsung)

Uma vantagem, no entanto, está na comunicação com a Samsung Cloud, permitindo, por exemplo, que os dados sejam enviados também para aparelhos como os televisores da marca. Por outro lado, apenas dispositivos Samsung são suportados, o que explicaria um dos motivos pelos quais a empresa pode ter optado por adotar o MTA.

A entrada da Samsung para a aliança também coloca pressão no Google, considerando que a sul-coreana é uma das maiores fabricantes do mundo Android e constantemente figura no top 3 de fabricantes mundiais de smartphones.

Fonte: TechRadar, GSMArena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.