Galaxy S21 deve ser o último top de linha da Samsung com furo na tela

Por Alberto Rocha | 13 de Setembro de 2020 às 15h00
Divulgação/Samsung
Tudo sobre

Samsung

Saiba tudo sobre Samsung

Ver mais

Com os principais lançamentos de 2020 da Samsung já apresentados, começam a circular cada vez mais rumores acerca dos próximos dispositivos da fabricante sul-coreana, entre eles o Galaxy S21 - que também pode a vir se chamar S30. Conforme relatado pelo site PhoneArena, além de marcar a estreia de uma GPU AMD em seu chipset, a principal linha de smartphones da empresa também pode ser a última a contar com um furo na tela para acoplar a câmera frontal.

A informação surgiu em uma conversa entre os famosos vazadores Ice Universe e Ross Young no Twitter, na última quinta-feira (10). De acordo com eles, a Samsung “está muito à frente de outras soluções” de câmera sob a tela, além de ter “requisitos mais rígidos do que outras marcas”. Em estágio avançado de pesquisa e desenvolvimento, a previsão é que a companhia a torne comercialmente viável já no próximo ano.

Contudo, ainda é preciso uma longa etapa de testes e, por conta disso, talvez não haja tempo suficiente de sua estreia acontecer na linha Galaxy S21 - que deve ser anunciada em março, ficando para uma próxima geração da linha Galaxy Fold (provavelmente o Galaxy Z Fold 3) a ser anunciada no final de 2021.

Apple também deve estrear câmera sob a tela em 2021

Dando continuidade as previsões, o leaker Ice Universe, em publicação na última sexta-feira (11), afirma que a Apple também reserva para o ano que vem o lançamento de um iPhone com câmera embutida, abandonando de vez o notch e adotando um Touch ID no display.

“Superficialmente, a Apple tem uma queda pelo notch, mas, na verdade, está trabalhando duro para dominar a câmera sob a tela e a tecnologia dobrável. Talvez, no próximo ano, o notch desapareça sem deixar vestígios”, revela a publicação em tradução livre.

Patente de Touch ID mostra que sensor óptico fica instalado sob a tela OLED do celular (Imagem: Apple/USPTO)

Vale lembrar que diversas fabricantes já trabalham nesse tipo de tecnologia há bastante tempo. A primeira fabricante a lançar um smartphone dessa forma foi a ZTE, em agosto deste ano, com o Axon 20, enquanto a Xiaomi, outra pioneira no desenvolvimento, chegou a registrar uma patente em maio.

Fonte: PhoneArena  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.