Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Café ajuda a emagrecer? Descubra o que diz a ciência

Por| Editado por Luciana Zaramela | 10 de Outubro de 2022 às 12h42

Link copiado!

 ijeab/envato
ijeab/envato

Os poderes reanimadores da cafeína já são comprovados e aproveitados por bilhões de pessoas mundo afora — sabemos até mesmo qual café é melhor para a saúde. Mas será que a bebida é boa para a perda de peso? Há algumas pesquisas apontando os benefícios do café para a performance em treinos, mas fora isso, não há estudos definitivos sobre o caso. Falaremos sobre alguns deles aqui.

Algumas pesquisas sugerem que a cafeína pode reduzir o apetite e acelerar o metabolismo, mas a aplicação de tais benesses a todos os apreciadores do líquido ainda é discutida. Isso pode variar, aliás, a partir do tipo de café a ser consumido: um latte, que leva leite no preparo, terá muito mais calorias do que um expresso, isto é, sem adições. Há, também, suplementos cafeínicos, muito mais concentrados.

Continua após a publicidade

Como perdemos peso?

É claro que o simples ato de beber café não vai fazer ninguém emagrecer do dia para a noite. Com algumas variações por conta de hormônios e idade, no fim o mais importante para a perda de peso é uma dieta equilibrada, principalmente com déficit calórico, que pode ser ajudada com exercícios. O café preto tem uma quantidade ínfima de calorias, então pode ser consumido moderadamente sem problemas.

Algumas pesquisas apontam que a cafeína diminui o "hormônio da fome", a grelina, mas não se sabe exatamente o quão grande é esse efeito. Consumi-la antes de uma refeição, segundo cientistas, pode diminuir a quantidade de calorias ingerida, mas o efeito não dura mais do que 3 ou 4 horas. Há, no entanto, um estudo que não viu os mesmos resultados em testes com voluntários, então é difícil generalizar esse benefício. Surpreendentemente, o café descafeinado pareceu suprimir mais o apetite do que o cafeinado.

O café também acelera o metabolismo, provavelmente pelo seu conteúdo cafeínico, que aumenta a termogênese — ou produção de calor —, que, por sua vez, queima gordura. O estímulo de neurotransmissores como a adrenalina também ajuda na aceleração metabólica. Testes de um estudo de 2017 apontaram benefícios do café combinado com exercícios, melhorando a queima de gordura, mas foram realizados em escala pequena, precisando de mais pesquisas para confirmação.

O café ajuda ou atrapalha na perda de peso?

Ao longo do tempo, acabamos desenvolvendo uma tolerância à cafeína, seus efeitos diminuem e o impacto a longo prazo pode se perder. E não é indicado consumir a bebida em excesso, já que efeitos adversos podem incluir tremedeiras, arritmia e enjoos. Algumas atitudes de consumo podem acabar atrapalhando o plano de emagrecimento também.

Falamos das calorias adicionais: se sua ideia é perder peso, melhor beber o café preto, sem adições. Açúcar, creme, leite e mel aumentam bastante a quantidade calórica da bebida, com até mesmo relações apontadas entre o consumo de bebidas adoçadas com obesidade. Um bom truque para cortar calorias e ainda adicionar ao sabor do seu café é utilizar canela.

Continua após a publicidade

Também há de se cuidar do que se consome com o café — é preferível bebê-lo na companhia de ovos mexidos ou outros alimentos baixos em caloria, evitando bolos e doces no geral. É melhor, também, consumir o líquido pela manhã ou início da tarde. O café, se tomado mais tarde no dia, pode afetar o sono, tanto na demora para dormir quanto em sua duração, já que a cafeína se liga aos receptores de adenosina, bloqueando a sensação de sono. Sono ruim está ligado ao ganho de peso.

Uma opção são suplementos cafeínicos, mas não há muita pesquisa sobre seus benefícios: uma pesquisa, por exemplo, não viu influência significativa deles na diminuição do apetite. Como a ciência aponta que o consumo de cafeína deve ser limitado a 400 mg diárias, pílulas com a substância podem conter mais, afetando negativamente a saúde através do aumento da pressão e ritmo cardíaco. Há pouca regulação nesse tipo de suplemento.

Fonte: Obesity, Appetite, JACN via LiveScience