Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Switch 2 | Tudo o que sabemos sobre o próximo console da Nintendo

Por| Editado por Jones Oliveira | 31 de Julho de 2023 às 17h08

Link copiado!

Reprodução/Nintendo
Reprodução/Nintendo

Há seis anos no mercado, o Switch já não deixa dúvidas do sucesso que se tornou. Com mais de 125 milhões de unidades vendidas em todo o mundo, ele já é o segundo console mais vendido da história da Nintendo, superando o Wii e o Game Boy, ficando atrás apenas do DS. Por isso mesmo, é mais do que óbvio que as especulações sobre seu sucessor comecem a ganhar forma.

E não apenas por causa da sua trajetória bem-sucedida. Mais do que isso, os rumores sobre o próximo sistema da Big N se tornaram mais e mais recorrentes, com alguns boatos e informações surgindo aqui e ali. Tudo de maneira não oficial, é claro, já que a Nintendo sempre foi conhecida por não falar muito. Só que a gente também sabe que, onde há fumaça, há fogo, o quebra-cabeças da nova geração da empresa começa a se desenhar.

Continua após a publicidade

É em meio a essas especulações e falas da própria companhia que novos detalhes trazidos pelo site Video Game Chronicle surgem para alimentar as teorias sobre um Switch 2. Segundo a página, kits de desenvolvimento do novo console já estão nas mãos do que chama de parceiros-chaves da Nintendo e que é a partir desses modelos é que as primeiras descrições mais concretas surgiram.

Switch 2 ainda é um híbrido

Não que alguém duvidasse disso depois do sucesso do console atual, mas o VGC confirma a suspeita de que o novo sistema da Nintendo será novamente um híbrido, ou seja, podendo ser jogado tanto em uma TV ou no modo portátil. Essa versatilidade é apontada como um dos pontos centrais da ótima aceitação do Switch e faz todo o sentido a Big N apostar nisso em seu sucessor.

Continua após a publicidade

Por isso mesmo, o apelido dado pela comunidade vem sendo o óbvio Switch 2, já que não há qualquer nome provisório de conhecimento público até agora. Isso quer dizer que essa vai ser a escolha da empresa? Difícil dizer, embora a Nintendo não tenha o costume de numerar seus sistemas ao longo das gerações, optando por nomes (quase sempre) mais criativos.

De qualquer forma, o VGC aponta que a principal prova de que o Switch 2 vai ser mesmo híbrido é que a fabricante japonesa teria batido o martelo até mesmo no tipo de tela que seria integrada ao console. No caso, a companhia teria optado por lançar o sistema com um display de LCD por ser um componente mais barato do que o OLED, que oferece imagens muito melhores, mas que iria elevar o preço final ao consumidor de forma considerável.

Assim, a Nintendo teria preferido em uma tela mais simples e modesta justamente para oferecer um melhor custo-benefício, potencializando as vendas iniciais. Assim, não é nenhuma loucura imaginar uma revisão do console anos depois para trazer a versão OLED, exatamente como aconteceu com o Switch.

Continua após a publicidade

Para os fanáticos por qualidade, isso pode ser um ponto bastante negativo, mas é preciso lembrar que o sucesso do console atual se deu principalmente pela sua acessibilidade e isso passa diretamente em sua precificação. Se a Big N estiver mirando na mesma faixa entre US$ 200 e US$ 300 de seus últimos consoles, algumas concessões precisam ser feitas.

Esse relato da VGC, inclusive, vai ao encontro daquilo que a Sharp comentou no início de maio. A fabricante de telas deixou escapar à época que estaria trabalhando em um display LCD para o novo console da Nintendo e muita gente viu a fala como equivocada por causa da tecnologia envolvida. Agora, porém, as coisas passam a fazer mais sentido.

Ainda com cartuchos

Continua após a publicidade

Outro detalhe que torna o sucessor do Switch muito semelhante ao console atual é o fato de que, de acordo com essa descrição feita a partir dos kits de desenvolvimento, ele trará um slot para o uso de cartuchos.

Esse é um detalhe interessante não só pela insistência da fabricante no formato, mas por abrir dúvidas sobre uma eventual existência de retrocompatibilidade. A biblioteca de jogos do Switch é uma das mais vastas e variadas que a empresa já teve e seria muito interessante ter a possibilidade de levar todos esses títulos para um novo console. Já pensou jogar The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom no novo hardware?

Contudo, nem mesmo o VGC crava essa possibilidade e destaca que ainda há muita dúvida em torno dessa possibilidade, já que parceiros acreditariam que isso poderia limitar o potencial de vendas de jogos e atrapalhar na transição entre gerações.

Continua após a publicidade

Por outro lado, o site fala muito pouco sobre questões técnicas e quase não traz nenhum detalhe sobre o que podemos esperar dos componentes e do poder de fogo do Switch 2. Há muita especulação sobre a Nintendo finalmente entrar no mundo do 4K e de oferecer uma qualidade gráfica mais consistente para seus jogos — algo que foi muito debatido durante o lançamento do último Zelda, por exemplo. No entanto, não há nenhuma pista sobre isso.

Ao mesmo tempo, há espaço para algumas especulações acerca do tema. O fato de a empresa supostamente querer manter o conceito híbrido pode sinalizar que não há o interesse em correr atrás de gráficos ultrarrealistas e toda a experiência que Sony e Microsoft já entregam tão bem com seu PlayStation 5 e Xbox Series. Tanto que nem faria sentido trazer uma evolução tão grande e oferecer uma tela mais simples no modo portátil.

Por outro lado, o próprio fato de o Switch 2 ter uma tela de LCD ao invés de OLED ou mesmo LED pode ser um indicativo de que o hardware passará por melhorias significativas pensando no modo dock. Como a tela mais simples baratearia o console, a Nintendo poderia investir mais, por exemplo, nos componentes para quem for jogar na TV com todo o potencial que o sistema teria a oferecer. Qual seria? Não fazemos a menor ideia.

Quando o Switch 2 deve ser lançado?

Continua após a publicidade

A data de lançamento é outra questão que há tempos vem tirando o sono dos fãs e fazendo o pessoal teorizar. O primeiro Switch foi lançado em março de 2017 e, por essa razão, há quem acredite que a Big N quer repetir o calendário e lançar o seu sistema de nova geração no início de 2024. Já os adeptos da numerologia maluca dos ciclos da empresa ou de teorias tiradas do mais absoluto nada, as apostas apontam para um improvável fim de 2023.

A verdade é que a própria Nintendo já deixou claro que não veremos um Switch 2 neste ano fiscal. Isso significa que ele só deve aparecer a partir de abril de 2024. Já os relatos obtidos pelo VGC são mais precisos e apontam que o planejamento da companhia japonesa é fazer o lançamento só no final do ano que vem, com o anúncio do sistema sendo feito nos primeiros meses de 2024.

Ainda parece muito tempo, mas é um calendário bastante lógico quando olhamos para o cronograma de lançamentos do Switch para 2023. Há dois jogos grandes de Mario chegando nos próximos meses e dificilmente a empresa gostaria de ver Super Mario Bros. Wonder e o remake de Super Mario RPG serem ofuscados por esse novo console.

Continua após a publicidade

Isso sem falar que esse lançamento no fim do ano pegaria carona nas vendas de Natal — algo que Sony e Microsoft já fazem —, além de dar tempo para que seus estúdios parceiros preparem um catálogo de lançamentos mais robusto já de início. Embora um Zelda pareça pouco provável, seria hora de um Mario Kart 9?