Publicidade

10 filmes vencedores do Oscar para assistir no Paramount+

Por| Editado por Jones Oliveira | 08 de Março de 2023 às 17h15

Link copiado!

MGM, Paramount Pictures
MGM, Paramount Pictures

A temporada de Oscar é mais do que apenas acompanhar a cerimônia e assistir aos filmes indicados — é também a oportunidade de visitar alguns dos ganhadores das edições passadas para conhecer alguns dos clássicos ou rever uma história genuinamente boa. E, nesse sentido, os assinantes do Paramount+ não têm do que reclamar.

O streaming pertence a um dos estúdios mais tradicionais de Hollywood e só isso já é garantia de que seu catálogo vai ter uma quantidade mais do que significativa de obras premiadas. De ganhadores do Oscar de Melhor Filme àquelas produções que renderam a estatueta por seu roteiro excepcional e atuações únicas, não faltam opções para quem conferir o que há de melhor na Sétima Arte.

Seja você é um cinéfilo ou alguém que quer conhecer mais do mundo do cinema, confira alguns dos grandes vencedores do Oscar disponíveis no Paramount+ e já prepare sua maratona de clássicos.

Continua após a publicidade

10. Ghost: Do Outro Lado da Vida

Ghost: Do Outro Lado da Vida é um daqueles filmes que já foi tão referenciado em tudo quanto é lugar que a gente esquece do quanto ele é bom. A história de um amor que nem mesmo a morte é capaz de separar marcou toda uma geração, principalmente pela icônica cena do vaso em que o espírito do personagem de Patrick Swayze visita a amada Demi Moore.

Contudo, quem levou o Oscar para casa não foi o casal de protagonistas, mas a lendária Whoopi Goldberg na categoria Melhor Atriz Coadjuvante. Além disso, o longa também conquistou a estatueta de Melhor Roteiro Original — o que comprova quanto essa história é boa.

Continua após a publicidade

9. Whiplash: Em Busca da Perfeição

Um dos maiores clichês de Hollywood é a história do professor que inspira seus alunos para torná-los perfeitos — e Whiplash: Em Busca da Perfeição faz questão de ir na contramão dessa imagem. No longa, J.K Simmons vive um instrutor musical que passa a treinar um estudante baterista de jazz vivido por Miles Teller.

A grande sacada do roteiro é mostrar o quanto o professor era abusivo e tóxico na vida do aluno, sempre forçando-o a ir além de seus limites. E embora isso realmente tenha ajudado o jovem a aperfeiçoar sua técnica, também começou a trazer marcas profundas em sua vida — e que o filme explora muito bem.

Continua após a publicidade

Whiplash: Em Busca da Perfeição ganhou em três categorias no Oscar 2015: Melhor Montagem, Melhor Mixagem de Som e Melhor Ator Coadjuvante graças à interpretação monstruosa de Simmons.

8. Homem-Aranha no Aranhaverso

Continua após a publicidade

Não há como negar que Homem-Aranha no Aranhaverso é o filme mais influente da última década com uma certa vantagem. Vencedor do Oscar de Melhor Animação em 2019, o longa abriu as portas para o conceito de multiverso e fez com que essa ideia de múltiplas realidades deixasse de ser uma brincadeira de ficção-científica para virar uma ferramenta narrativa e estética muito popular — e que gera efeitos inclusive na premiação deste ano.

Além disso, o encontro dos diferentes Homens-Aranhas de mundos distintos quebrou diversos paradigmas em termos de animação. Com seu tom quase caótico e explorando diferentes estilos artísticos, Aranhaverso inspirou vários outros filmes que vieram na sequência e até alguns que ainda vão estrear.

7. Gênio Indomável

Continua após a publicidade

O filme que ajudou a deslanchar a carreira de Matt Damon, Gênio Indomável é também uma daquelas histórias inspiradoras que parecem ser feitas para brilhar no Oscar — não por acaso, levou duas estatuetas na edição de 1998 do prêmio.

A trama assinada pelo próprio Damon e Ben Affleck conta o drama de um jovem e rebelde rapaz que, apesar de sua vida conturbada e aparentemente sem rumo, se revela ser um gênio da matemática. E é a partir da amizade com um professor vivido pelo sempre fantástico Robin Williams, o protagonista passa a encontrar seu caminho.

Gênio Indomável venceu o Oscar de Melhor Roteiro Original e Melhor Ator Coadjuvante para Williams.

6. Forrest Gump: O Contador de Histórias

Continua após a publicidade

Tom Hanks é um daqueles atores que colecionam clássicos, mas poucos trabalhos são tão emblemáticos em sua carreira quanto Forrest Gump: O Contador de Histórias. O personagem é encantador por sua simplicidade e sua capacidade imaginativa e conquista a todos contando suas desventuras imaginárias em que ele inspira a todos à sua volta.

Isso tudo ajudou a fazer com que o longa ganhasse seis Oscar em 1995. Forrest Gump venceu Melhor Filme naquele ano e Hanks levou uma estatueta para casa, assim como o diretor Robert Zemeckis. Além disso, ganhou também em Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição e Melhores Efeitos Visuais.

5. Falcão Negro em Perigo

Continua após a publicidade

Filmes de guerra sempre são bem-recebidos pela Academia e se tornam os favoritos do Oscar, mas Falcão Negro em Perigo faz por merecer o destaque recebido na edição de 2002 da premiação. Dirigido por Ridley Scott, ele conta a história real de uma operação realizada por militares americanos durante a Guerra Civil da Somália em que dois helicópteros caem em território inimigo.

E embora tenha conquistado apenas dois Oscar em categorias técnicas — Melhor Montagem e Melhor Som —, é um filmaço que traz Scott em sua melhor forma colocando o espectador dentro do confronto.

4. Rocky: Um Lutador

Continua após a publicidade

Se hoje estamos comemorando a estreia de Creed 3 é porque, há quase 50 anos, um desconhecido Sylvester Stallone conquistou o mundo com Rocky: Um Lutador. O filme abriu as portas de Hollywood para o ator e o ajudou a se tornar o astro de ação que todos conhecemos — muito embora a história do boxeador fracassado seja um drama no sentido mais puro da palavra.

O primeiro Rocky é tão incrível que chegou já sendo indicado a 10 Oscar e levando três — Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Edição. Além disso, o próprio Stallone foi indicado graças à sua atuação como esse simplório lutador que conquistou (e ainda conquista) o coração do mundo.

3. Meu Pai

Continua após a publicidade

O recente Meu Pai é um daqueles filmes que são um soco no estômago — principalmente para famílias que vivem o mesmo drama do personagem vivido por Anthony Hopkins. O ator vive um homem que passa a sofrer com os efeitos do Alzheimer, com a memória se esvaindo e a sua própria percepção da realidade não sendo mais confiável.

E, apesar de tudo isso, ele se recusa a aceitar a ajuda da família e se torna até mesmo agressivo com a filha que tenta auxiliá-lo no dia a dia. Uma situação muito dramática e com atuações poderosas que garantiram a Meu Pai o Oscar de Melhor Ator para Hopkins e também de Melhor Roteiro Adaptado.

2. Top Gun: Ases Indomáveis

Continua após a publicidade

Por ser um estúdio bastante tradicional, a Paramount tem em seu catálogo alguns dos grandes sucessos de Hollywood, como Top Gun: Ases Indomáveis. A sequência do clássico volta a disputar a maior premiação do cinema em 2023, mas o primeiro voo de Tom Cruise também fez bonito em 1987, quando concorreu em quatro categorias.

Tudo bem que a maioria eram técnicas e ele venceu somente em Melhor Canção Original com Take My Breath Away, mas isso não diminui o impacto e o sucesso do longa.

1. O Poderoso Chefão

Considerada uma das maiores obras-primas da história do cinema, O Poderoso Chefão é uma das jóias da coroa da Paramount quando o assunto é clássico. O filme de Francis Ford Coppola é genial em tudo o que se propõe e traz a história definitiva de máfia ao contar a saga da família Corleone.

O curioso é que, apesar de ser aclamado por todo mundo há quase meio século, o longa venceu apenas três Oscar, mesmo tendo sido indicado a dez categorias. Ainda assim, ganhou o prêmio de Melhor Filme e Marlon Brando venceu a disputa de Melhor Ator. Também ganhou em Melhor Roteiro Adaptado.