SUVs mais baratos do Brasil: qual o melhor para comprar?

SUVs mais baratos do Brasil: qual o melhor para comprar?

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 13 de Fevereiro de 2022 às 12h00
Divulgação/Hyundai

Os SUV se tornaram os queridinhos dos brasileiro e marcaram presença entre os mais vendidos do Brasil em 2021. Se você está entre os fãs desse tipo de carro e está pensando em comprar um sem gastar muito, o Canaltech vai te ajudar a escolher o melhor SUV barato.

Passamos um tempo testando os principais SUVs de entrada à venda no Brasil e preparamos um guia completo para você. A ideia é dar ao consumidor a chance de fazer uma escolha baseada não apenas no design, mas em outros pontos importantes que devem ser considerados na compra de um carro novo.

Conforto, desempenho, conectividade e, claro, o custo-benefício foram avaliados a fundo em uma lista que conta com cinco representantes do segmento: Chevrolet Tracker, Hyundai Creta, Honda HR-V, Peugeot 2008 e Jeep Renegade.

Os modelos da Renault, Duster e Captur, além do Volkswagen T-Cross, foram solicitados, mas não estavam disponíveis nas montadoras para empréstimos à reportagem. Por isso, eles ficarão fora do comparativo neste primeiro momento. Caso tenhamos a oportunidade de testá-los no futuro, as considerações e notas serão acrescentadas para complementar o material.

Peugeot 2008 está entre os SUVs testados para o comparativo (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

Para descobrir qual o melhor SUV barato para comprar no Brasil, levamos em consideração os quesitos "Design e Acabamento", "Conforto", "Desempenho", "Conectividade e Tecnologia" e "Custo-benefício". Para cada um deles, foram atribuídos pontos (3 para o melhor, 2 para o segundo e 1 para o terceiro). Ao final de todos os quesitos, a soma dos pontos definirá o “campeão".

Preparados? Então vamos lá.

1. Design e Acabamento

O Hyundai Creta pode até ter causado polêmica ao surgir com um design bem diferente do que estávamos acostumados, mas a verdade é que o diferente pode ser bom. E o SUV sul-coreano se encaixou perfeitamente nesse cenário. O Creta levou a melhor sobre os rivais tanto no quesito design quanto no acabamento, caprichado em todos os detalhes.

Visual polêmico do Hyundai Creta tornou o design do carro uma "paixão proibida" (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

No retrovisor do SUV da Hyundai, com farol alto e pedindo passagem vem o Honda HRV, que apesar de estar há um bom tempo na estrada com o mesmo visual (agora com data para mudar), tem justamente no design seu ponto forte. O acabamento interno segue a tradição dos modelos japoneses e também é praticamente impecável, mesmo entre os SUVs mais baratos.

Entre os demais modelos testados, Jeep Renegade e Chevrolet Tracker aparecem cabeça a cabeça brigando pelo terceiro lugar do pódio. Ambos têm como pontos positivos o design atraente, mas pecam no quesito acabamento – por isso ficaram atrás do Honda.

O Peugeot 2008, no entanto, ficou fora da briga, pois abusou dos elementos de plástico duro na cabine.

  • 1º lugar:: Hyundai Creta - 3 pontos
  • 2º lugar: Honda HRV - 2 pontos
  • 3º lugar: Chevrolet Tracker e Jeep Renegade - 1 ponto

2. Conforto

O conforto de um SUV está entre os 5 motivos que listamos recentemente que podem te fazer trocar um carro sedan ou hatch por um do segmento no futuro. E entre os 5 SUVs testados pelo Canaltech, o que não faltou foi conforto.

Conforto do Creta também deixa os concorrentes no chinelo (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Novamente o Hyundai Creta levou a melhor sobre os rivais. Bancos com acabamento em couro, excelente espaço interno, tanto na frente quanto atrás, e um rodar suave, sem trepidações, fizeram do SUV sul-coreano o campeão nesse quesito.

A vice-liderança neste ponto saiu do Honda HRV e foi para o Jeep Renegade. Em sua versão mais simples, a Sport, o que foi deixado um pouco de lado foi o desempenho, mas não o conforto. O SUV “abraça” os ocupantes e transmite segurança, fatores fundamentais para um veículo do segmento.

Mais uma vez o Peugeot 2008 acabou na lanterna, principalmente por conta do irrisório espaço para quem se senta atrás.

  • 1º lugar: Hyundai Creta: 3 pontos
  • 2º lugar: Jeep Renegade: 2 pontos
  • 3º lugar: Chevrolet Tracker e Honda HRV: 1 ponto

3. Desempenho

O Peugeot 2008, que ficou atrás dos demais SUVs nos dois primeiros quesitos, teria a chance de se recuperar na análise de desempenho se a versão testada (Skywalker) fosse a de entrada da linha, pois ela conta com o motor 1.6 THP, um “monstro” em desempenho.

Desempenho da Tracker foi o melhor entre os SUVs mais baratos do Brasil (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

Como o comparativo é entre os SUVs de entrada das marcas, no entanto, temos que considerar o motor 1.6 comum, sem o turbo e, portanto, mais fraco. E isso derrubou o modelo francês para a terceira posição, junto do Honda HR-V.

O líder em desempenho foi o Chevrolet Tracker, que fez bonito com o motor 1.0 turbo de 116 cavalos e 16,8 kgfm de torque. Além de ágil e rápido nas arrancadas e retomadas, ele também apresentou bons números no consumo de combustível, com média de 13 km/l na cidade e 14,8 km/l na estrada, abastecido com gasolina.

O Hyundai Creta ficou com a segunda posição graças ao bom desempenho do motor 1.0 turbo de 120 cavalos e 17,5 kgfm de torque. Sim, ele é mais potente que o Chevrolet, mas o SUV sul-coreano é um pouco mais pesado, o que acabou dando vantagem ao Tracker.

O Honda HR-V, com seu motor 1.8, ficou em terceiro, junto do Peugeot. O Renegade, desta vez, segurou a lanterna, pois o motor 1.8 sofreu muito para empurrar o pesado SUV, além de ter exagerado no consumo de combustível: 4,8 km/l.

  • 1º lugar: Chevrolet Tracker: 3 pontos
  • 2º lugar: Hyundai Creta: 2 pontos
  • 3º lugar: Honda HRV e Peugeot 2008: 1 ponto

4. Conectividade e Tecnologia

Os SUVs estão cada vez mais carregados de conectividade e tecnologia, e esse também é um dos motivos que fizeram os brasileiros se apaixonarem pelo segmento. Entre os 5 modelos testados pelo Canaltech, quem deu show também neste quesito foi o Hyundai Creta.

Pacote tecnológico do Peugeot 2008 não é o melhor, mas não decepciona (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

O SUV da Hyundai sobra em relação aos concorrentes, mesmo em sua versão de entrada, a Comfort. Mesmo aqui, o Creta traz um pacote bastante sólido e completo, e por isso leva 3 pontos.

O segundo lugar nesta disputa ficou com o Chevrolet Tracker, que também dá ao usuário comodidades dignas de um veículo premium, como internet nativa, acesso ao sistema OnStar e uma central multimídia que corresponde às expectativas, além de um computador de bordo bastante completo.

No terceiro lugar vieram o Renegade e o SUV francês, que tem no i-Cockpit um charme todo especial.

  • 1º lugar: Hyundai Creta: 3 pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker: 2 pontos
  • 3º lugar: Jeep Renegade e Peugeot 2008: 1 ponto

5. Custo-benefício

O custo-benefício entre os SUVs mais baratos do Brasil analisados pelo Canaltech levou em conta muito mais do que puramente o preço, normalmente salgado, que o consumidor precisa pagar por qualquer um dos modelos que tenha preferência.

É nessa hora que precisam ser pesados outros fatores, como preço do seguro, consumo de combustível e até mesmo depreciação de mercado. Afinal, a não ser que você pretenda “casar” com o carro, é sempre bom saber se ele tem um bom valor de revenda no momento de fechar o negócio.

O cenário atípico estabelecido após o início da pandemia da covid-19, no entanto, jogou por terra aquela velha máxima de que “basta tirar o carro da concessionária para perder 20% do valor”. Dados da Tabela Fipe provaram isso e mostraram que a situação mudou.

HR-V foi um dos SUVs que mais ganhou valor de mercado em 2021 (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

Segundo a tabela, um Chevrolet Tracker 2021, como o testado para o comparativo, valorizou nada menos do que 31,68% entre janeiro de 2021 e janeiro de 2022, passando de R$ 87.554 para R$ 108.524.

Logo na sequência apareceu o SUV campeão de vendas no Brasil em 2021. O Jeep Renegade, em sua versão Sport, saiu de R$ 81.325 em janeiro para R$ 103.703 12 meses depois, com valorização de 31,45%.

Outro entre os SUVs mais baratos do Brasil que se valorizou foi o Honda HR-V. Ele saiu de R$ 112.854 para R$ 138.369, acumulando alta de 22,61% no período de 12 meses, completando o pódio.

Na quarta posição da lista aparece o Peugeot 2008, que em sua versão básica (Allure) iniciou 2021 ao preço de R$ 71.845 e virou para 2022 custando R$ 85.562 – alta de 22,24%.

O Hyundai Creta teve a menor valorização, mas, para ser justo com o SUV sul-coreano, ele chegou ao mercado há menos tempo. Desde então, saiu de R$ 109.374, em outubro de 2021, para R$ 117.596 em janeiro de 2022, com valorização de 7,52%.

  • 1º lugar: Chevrolet Tracker: 3 pontos
  • 2º lugar: Jeep Renegade: 2 pontos
  • 3º lugar: Honda HR-V: 1 ponto

Veredicto

Após analisar a fundo cada um dos itens que consideramos mais importantes, vamos à soma final para definir qual entre os SUVs mais baratos do Brasil é o melhor para comprar.

Antes do resultado, vamos deixar claro que todos mostraram bons pontos positivos e negativos, que estão melhor descritos em suas análises particulares. Peugeot 2008, Chevrolet Tracker, Hyundai Creta, Jeep Renegade e Honda HR-V são excelentes opções para quem quer entrar no segmento de SUVs.

Pontuação final

  • 1º lugar: Hyundai Creta: 11 pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker: 10 pontos
  • 3º lugar: Jeep Renegade: 6 pontos
  • 4º lugar: Honda HRV: pontos
  • 5º lugar: Peugeot 2008: 2 pontos

Esse guia, claro, tem o peso da opinião pessoal, que varia de acordo com o gosto particular de cada um, mas é uma forma de tentar facilitar o árduo trabalho de escolher o melhor entre tantas boas opções.

A reportagem seguirá testando os modelos atualizados que surgirem em 2022 e, sempre que possível, montará comparativos para ilustrar o que cada um dos carros à venda no Brasil têm a oferecer para um mercado cada vez mais exigente.

Com informações: Tabela Fipe

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.