Review Volvo XC40 Pure Electric | SUV pode ser o único carro da sua garagem

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 20 de Março de 2022 às 09h30
Felipe Ribeiro/ Canaltech

Lançado em setembro de 2021, o Volvo XC40 Pure Electric foi o primeiro carro da Volvo com motor 100% elétrico, responsável por inaugurar uma nova era na montadora sueca e dar início à promessa de acabar com os automóveis a combustão até 2030. Hoje, o SUV já lidera o mercado nacional no seu segmento.

E a estratégia da marca se mostrou acertada quando, de fato, o produto foi materializado. O XC40 Pure Electric traz tudo o que o seu irmão híbrido plug-in possui, mas melhora em quase todos os aspectos, sobretudo quando pensamos em desempenho e conectividade.

O Volvo XC40 Pure Electric, primeiro carro 100% elétrico da marca sueca (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

A experiência com o XC40 Pure Electric é, talvez, a melhor que já tivemos com um carro elétrico e traz à luz um pensamento: esse pode, sem dúvidas, ser o seu único carro na garagem. Sem medo.

Prós

  • Desempenho de esportivo
  • Autonomia de mais de 400km
  • Pacote de segurança
  • Google nativo
  • Acabamento luxuoso

Contras

  • Design não passa exclusividade
  • Infraestrutura para carros elétricos no Brasil

Conectividade e Segurança

A grande novidade em conectividade apresentada pelo Volvo XC40 Pure Electric é algo que mudou completamente a nossa relação com um automóvel. O SUV 100% elétrico da marca estreou o sistema operacional Android Automotive, que leva os benefícios do Google para o carro de forma nativa.

Com ele, podemos executar comandos com o uso da voz por meio do Google Assistente, além de utilizar aplicativos de maneira nativa, como o Google Maps e o Spotify. Segundo a Volvo, a lista de apps será ampliada com regularidade e sempre via over the air, graças à conexão 4G ilimitada e nativa fornecida pela Claro.

Sistema operacional do Google muda a maneira como nos relacionamos com o carro (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Durante os testes do Canaltech, o sistema trouxe muita comodidade e praticamente aboliu o uso do celular nos trajetos, seja para o espelhamento, seja para ouvir música. Além disso, a conexão com o Google Assistente abre um enorme leque de possibilidades, como por exemplo o pareamento com outros dispositivos como lâmpadas e ar-condicionado doméstico.

A única bola fora, porém, é que usuários da Apple não terão o CarPlay neste momento, mas a Volvo já prometeu que vai instalar o recurso em breve.

Já em termos de segurança, o XC40 Pure Electric dá show. Ele vem equipado com tudo o que a empresa oferece em termos de assistência ao motorista e segurança ativa.

De série, o carro vem equipado com o piloto automático adaptativo, alerta de colisão frontal, frenagem automática de emergência, seis airbags, sensor de ponto cego, alerta de tráfego cruzado traseiro, alerta de mudança e permanência em faixa, cintos de segurança com pré-tensão, alerta de colisão traseiro, câmera de manobras 360º e o Pilot Assist.

O sensor de ponto cego do Volvo XC40 Pure Electric em ação (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Durante o uso, sentimos que os sistemas se comportam como os demais modelos da marca avaliados pelo Canaltech, com a diferença primordial da câmera 360º, muito útil em manobras e situações apertadas no trânsito.

O XC40 Pure Electric também tem os controles de estabilidade e tração, seletor de tracionamento, serviço de concierge Volvo on Call, sistema ISOFIX e vetorização de torque.

Conforto e Experiência de uso

Mesmo com esse ótimo conjunto de conectividade e tecnologia, a maior diferença do XC40 Pure Electric para o Hybrid é seu motor, claro. O propulsor elétrico T8 de 408cv e 67,3 kgf/m de torque dá ao SUV um comportamento de esportivo, já que a potência e o torque aparecem de modo imediato.

O 0 a 100 km/h é feito em apenas 4,9 segundos, pouca coisa mais lento do que o Volvo S60 Polestar, que tem a mesma potência do que o SUV. O acerto de suspensão, embora privilegie o conforto, não deixa o carro molenga em curvas.

O Volvo XC40 Pure Electric vai de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Seu conjunto de baterias está no assoalho e garante que o centro de gravidade seja baixo, ajudando nessa sensação de dirigibilidade mais segura. A tração é sempre integral, já que há um motor em cada eixo.

Mas a experiência de uso com o Volvo XC40 Pure Electric é elevada a níveis ainda maiores justamente pelo fato de ele ser um carro elétrico com autonomia excelente. São 420km de alcance, algo que o coloca como um dos melhores no segmento e que proporciona um uso sem maiores dores de cabeça.

Claro que a infraestrutura de carregamento ainda é complicada, mesmo em São Paulo, mas já é possível tornar o XC40 Pure Electric como seu único carro na garagem, já que a autonomia é idêntica a de um carro a combustão abastecido com etanol, por exemplo.

Embora a autonomia do XC40 elétrico seja ótima, carregar ainda é um desafio (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Além disso, com o sistema operacional do Google integrado, é possível achar os carregadores pela cidade de modo rápido e conveniente. Ou seja: não será tão complicado traçar um “plano de voo” com o XC40 Pure Electric.

Já com relação ao espaço interno do SUV, por mais que a Volvo o considere um C-SUV, ou seja, um utilitário compacto, ele tem medidas parecidas com a de SUVs médios convencionais, casos de Jeep Compass e VW Taos. Sendo assim, há muito conforto na cabine, seja para os ocupantes da frente ou de trás.

O porta-malas de 414 litros dá conta do recado e também dispõe de compartimentos que, se bem usados, podem ser de grande utilidade às famílias.

Espaço interno do Volvo XC40 Pure Electric (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Os itens de conforto do Volvo XC40 Pure Electric incluem o ar-condicionado digital e de duas zonas, sensor crepuscular, sensor de chuva, retrovisor interno eletrocrômico, ajustes elétricos dos bancos dianteiros, abertura e fechamento elétrico do porta-malas e com sensor de presença, rebatimento elétrico dos retrovisores, carregamento de celular por indução e luz do farol direcionada com o esterçamento.

"A autonomia do XC40 Pure Electric permite que ele seja seu único carro na garagem. Sem medo."

— Felipe Ribeiro

Design e Acabamento

O visual do Volvo XC40 Pure Electric mudou muito pouco em relação ao irmão híbrido e isso pode incomodar alguns clientes — mas está longe de ser um defeito. O carro segue sendo lindo e imponente, como o restante da linha Volvo.

Já em termos de acabamento, tudo segue o padrão da montadora sueca, com materiais de excelente qualidade espalhados por toda a cabine e um estilo que mescla sobriedade com imponência. Tudo é muito bem pensado dentro do Volvo XC40 Pure Electric.

Acabamento primoroso é um dos destaques do SUV elétrico da Volvo (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Concorrentes

Os concorrentes mais próximos do Volvo XC40 Pure Electric são os SUVs Audi e-Tron e Jaguar i-Pace, que custam na faixa dos R$ 600 mil a R$ 700 mil. Entretanto, clientes que miram no Nissan Leaf ou no Chevrolet Bolt podem fazer um esforcinho e olharem com carinho para o carro sueco.

Volvo XC40 Pure Electric: vale a Pena?

Se há um carro elétrico que vale a pena, esse carro é o Volvo XC40 Pure Electric. Com excelente motor e autonomia generosa, ele tem tudo para ser o único carro da sua garagem.

Com ótimo pacote de tecnologia e segurança, o SUV 100% elétrico também se coloca como um dos carros mais bem pensados do mercado brasileiro, além de ser extremamente agradável de guiar.

O Volvo XC40 Pure Electric pode ser encontrado em todo o Brasil por cerca de R$ 400 mil.

No Canaltech, o Volvo XC40 Pure Electric foi avaliado graças a uma unidade gentilmente cedida pela Volvo Cars Brasil.