Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Hyundai Creta N-Line | SUV tem vontade de brigar com gente maior

Por| Editado por Jones Oliveira | 11 de Junho de 2023 às 09h30

Link copiado!

Review Hyundai Creta N-Line | SUV tem vontade de brigar com gente maior
Review Hyundai Creta N-Line | SUV tem vontade de brigar com gente maior

Lançado em 2022, o Hyundai Creta N-Line veio com uma proposta bem comum dentro do mercado automotivo mundial — e também do brasileiro. Pegar uma versão do mesmo carro, incrementar o visual e lançá-la para atrair públicos diferentes dos já habituados à marca.

No caso do Creta N-Line, a ideia é trazer consumidores mais jovens para o produto, apelando para uma aparência mais ousada e esportiva, além de um bom investimento em equipamentos de tecnologia. O problema, talvez, esteja no preço, que já começa a beliscar modelos maiores e mais sofisticados, como o Jeep Compass em suas versões básicas.

A experiência com o Creta N-Line foi bem parecida com a variante Platinum Plus, que compartilha o mesmo motor 1.0 turbo. Entretanto, há diferenças e vantagens importantes, que vamos revelar agora.

Continua após a publicidade

Conectividade e Segurança

O Hyundai Creta N-Line é feito com base na versão Platinum Plus, mas traz mais equipamentos. Além dos itens de série desse modelo, a variante esportivada agrega o pacote Hyundai Smart Sense, com recursos de segurança ativa importantes e que devem atrair mais compradores.

Nesse caso, temos de novidade o alerta de colisão frontal, frenagem automática de emergência, alerta de saída de faixa com correção, centralizador de faixa e o alerta de tráfego cruzado traseiro com frenagem automática. Somam-se a isso, os demais recursos já vistos no Platinum Plus, como as câmeras de ponto cego e a câmera 360º para manobras, além, é claro, de itens mais triviais e igualmente importantes, como os seis airbags, controles de estabilidade e tração e o assistente de saída em rampa.

Com esse pacote, pelo menos no que diz respeito à segurança, o Creta N-Line atende mais do que se espera para a categoria dos SUVs compactos, muito embora existam concorrentes tão bem munidos quanto o crossover coreano.

O diferencial do Creta N-Line, assim como de outros modelos da linha, é o Hyundai Bluelink, que agrega serviços interessantes ao SUV e o torna mais conectado.

Continua após a publicidade

Entre os recursos disponíveis no Bluelink, estão:

  • Comandos remotos do carro, como abrir e fechar portas e vidros, ligar o veículo e definir a temperatura do ar-condicionado;
  • Localização do veículo em tempo real;
  • Função Vallet;
  • Modo de perímetro;
  • Alerta de velocidade;
  • Alerta de restrição de horário;
  • Notificação de furto ou roubo;
  • Paralisação e desligamento do carro em caso de furto;
  • Acionamento das autoridades de forma automática;
  • Sistema de SOS para colisões fortes ou para envio de guincho;
  • Monitoramento das funções do carro, como estado dos pneus e autonomia de combustível;
  • Agendamento de revisões e manutenções preventivas ou ativas;

O convívio com todos esses equipamentos torna a vida dentro do Creta N-Line mais segura e relaxada. Claro que a atenção na condução é sempre exigida, mas contar com a tecnologia para te proteger nunca é ruim. O único ponto que nos chamou a atenção negativamente nesse caso foi o uso das câmeras de ponto cego. Sinceramente, preferiríamos os alertas visuais no retrovisor, como acontece com o HB20.

Continua após a publicidade

Além disso, sentimos falta de algumas coisinhas, como o espelhamento sem fio para celulares na ótima central multimídia e o Android Auto com sua imagem “Cortada” na tela de 10,25 polegadas. Pelo valor do carro, um sistema de som assinado também viria bem a calhar.

Experiência de Uso e Conforto

O Hyundai Creta N-Line tem o mesmo motor 1.0 turbo de outros modelos da linha. O propulsor rende 120cv e 17,5 kgf/m e não recebeu mudanças para a variante com apelo esportivo. Por mais que o desempenho seja suficiente, um outro motor seria bem-vindo, como o 2.0 de 167cv, que equipa a versão N-Line Night Edition.

Entretanto, devemos elogiar a Hyundai pelo cuidado que teve em diferenciar, ao menos na dinâmica, o SUV esportivado das demais versões. Há, sim, um ajuste mais firme de suspensão e a eletrônica não invade tanto o volante em curvas. Além disso, o câmbio mitiga um pouco mais o turbo lag visto na variante Platinum Plus.

Continua após a publicidade

É gostoso dirigir o Creta N-Line. Sua dinâmica, a menos nessa versão, lembra muito a de um hatch médio.

O consumo e o desempenho, porém, seguem idênticos. Nossas médias não foram melhores do que 7 km/l na cidade e 9 km/l na estrada com etanol. Se você busca números melhores tanto na tocada quanto no combustível, a versão 2.0, acredite, é mais vantajosa.

Já quando pensamos em conforto, o Creta N-Line segue o DNA visto nessa geração do SUV e traz ótimo espaço interno, graças ao seu entre-eixos de 2,61m, um dos melhores da categoria. O porta-malas também é excelente, com 422 litros.

Continua após a publicidade

Os itens de comodidade também se fazem presentes, como o ar-condicionado digital e automático, carregador de celular por indução, função auto-hold, freio de mão eletrônico, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, sensores de chuva e crepuscular, ajustes do volante em profundidade e altura, teto solar panorâmico, chave presencial e saídas de ar para os ocupantes traseiros.

Mas, nem tudo são flores. Não há retrovisor interno eletrocrômico e os ajustes do banco do motorista são manuais. Pelo preço do carro, fazem falta sim. Reparem que as semelhanças com a versão Platinum Plus são muitas.

Continua após a publicidade

Design e Acabamento

Um dos motivos para você comprar o Hyundai Creta N-Line é, sem dúvida, seu design. Por mais que boa parte das linhas sejam as mesmas das demais versões, os tons escurecidos deram outra cara para o SUV. Confesso que gostei demais da versão N-Line nesse aspecto.

A peça principal da grade dianteira foi trocada. Saiu o cromado e entrou um preto brilhante que trouxe, em uma tacada só, mais elegância e agressividade para o crossover. O uso da técnica bi-tom também agrada e a traseira segue a mesma, porém mais harmoniosa com o restante do carro e com o acréscimo de uma saída dupla de escape.

Continua após a publicidade

A bola fora segue sendo a luz de ré, posicionada no para-choques. O conjunto óptico dianteiro, por sua vez, é todo em led, com exceção às luzes de seta.

Já o interior traz sentimentos mistos. Tudo é muito bonito e, diferente do que acontece no Tracker RS, tudo é escurecido ou preto. Há costuras vermelhas que remetem à versão, bem como as logomarcas “N-Line”, que também agregam visualmente.

Entretanto, o acabamento segue ruim, com muito plástico duro nas portas e painel. Há couro no volante, bancos e em parte dos encostos, mas não me parece suficiente. Os ruídos de plástico chegarão com muito tempo de uso.

Continua após a publicidade

Concorrentes

O principal concorrente do Hyundai Creta N-Line é o Chevrolet Tracker RS, que tem o mesmo apelo esportivo no visual e é encontrado por R$ 160 mil. Entretanto, clientes de outros modelos, como o Honda HR-V, Caoa Chery Tiggo 5X, Jeep Renegade e Volkswagen T-Cross podem se interessar. Os preços variam entre R$ 115 mil a R$ 190 mil.

Continua após a publicidade

Hyunda Creta N-Line: Vale a pena?

O Hyundai Creta N-Line é uma versão bem interessante do SUV da montadora sul-coreana, porém o que vai definir se você vai levá-lo para casa vai além de seus predicados. O preço é pouco convidativo e mesmo versões mais em conta do crossover passam praticamente as mesmas vantagens que o modelo esportivado.

Sinceramente, a versão com mais motor e um pouco mais de equipamentos, a Night Edition, custa menos de R$ 10 mil a mais e é superior no desempenho e no consumo. O Creta N-Line 1.0, por si, é ótimo, mas outros fatores podem fazer você pensar na aquisição.

O Hyundai Creta N-Line pode ser encontrado em todo o Brasil por R$ 171.590.

Continua após a publicidade

No Canaltech, o Hyundai Creta N-Line foi avaliado graças a uma unidade gentilmente cedida pela Hyundai Brasil.