Review Chevrolet Equinox | O anti-Compass perfeito, não fosse por um detalhe

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 24 de Julho de 2022 às 09h30
Felipe Ribeiro/ Canaltech

Lançado em 2017, o Chevrolet Equinox nunca teve bom desempenho nas vendas no Brasil. Entretanto, isso não quer dizer muita coisa quando avaliamos um produto desse nível, com altíssimo grau de satisfação entre seus clientes e avaliadores.

A terceira geração do SUV médio da Chevrolet tem jeitão de carro americano, sempre priorizando o conforto e a dirigibilidade. A missão, porém, é das mais ingratas: tentar emplacar em um segmento que tem o Jeep Compass como líder absoluto e inalcançável.

O Chevrolet Equinox é o SUV médio da GM no Brasil (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Predicados para isso, o Equinox tem, ainda mais depois da restilização lançada no começo deste no mercado brasileiro. O carro ficou mais bonito, tecnológico e manteve o seu principal trunfo: o espaço interno. Mas nem tudo são flores.

O Chevrolet Equinox 2022, caso fosse mais competitivo, poderia ser o anti-Compass ideal. Veja nesta análise os motivos pelos quais esse SUV pode te encantar, mas te afastar por conta de um detalhe: o preço.

Prós

  • Design
  • Tecnologia
  • Segurança
  • Conforto

Contras

  • Desempenho poderia ser melhor
  • Falta de versões
  • Preço
  • Consumo

Conectividade e Segurança

O Chevrolet Equinox 2022 evoluiu bastante, mas talvez o ponto que mais mereça atenção é justamente nos requisitos de conectividade e segurança, onde o salto foi o maior de todos junto com o design. Diferentemente do que aconteceu com a primeira versão da atual geração do SUV, avaliada pelo Canaltech há tempos, o carro está dentro do que a General Motors pensa para seus modelos e deu um banho de tecnologia no produto.

Comecemos pela central multimídia, a My Link, que está em sua melhor versão no Equinox. Além da ótima resolução, o equipamento recebeu conectividade 4G nativa e aplicativos nativos, como o Spotify e a AmazonAmazon Alexa, algo que muda completamente a relação com o carro, dispensando a conexão com celulares. Isso também fica possibilitado por conta do GPS nativo.

A central My Link está em sua melhor versão no Equinox 2022 (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Mas caso você faça questão do espelhamento, saiba que agora ele é compatível com o Android Auto e o Apple CarPlay sem fio. Na variante Premier, a topo de gama, isso fica ainda mais convidativo graças ao carregador de celulares por indução. Combo perfeito em termos de conectividade.

A bola fora talvez seja o tamanho da tela (8 polegadas), já que trata-se de um carro grande, com painel largo. Entretanto, não é algo que atrapalhe a experiência de uso. O sistema de som, por sua vez, é assinado pela Bose na versão Premier.

O park assist é um dos recursos mais legais do Equinox (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Já em termos de segurança, o Equinox manteve o nível e traz um bom pacote de itens que ajudam o motorista a ter uma condução mais tranquila. O alerta de colisão frontal detecta pedestres e carros e está sempre bem alinhado com a frenagem automática de emergência. Os alertas, aliás, podem ser dados por som ou vibrações no banco do motorista.

Além disso, o Equinox tem um dos recursos mais legais para esse tipo de carro: o alerta de ponto cego com sistema de tráfego cruzado traseiro. Por ser comprido, o SUV se torna mais amigável com esse recurso, tanto nas vias quanto na saída de vagas.

Cluster principal do Equinox poderia ser 100% digital, né? (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Sentimos falta, porém, do piloto automático adaptativo, presente em todos os principais concorrentes do SUV, como o próprio Jeep Compass, o Volkswagen Taos e o Toyota Corolla Cross. Em contrapartida, o sistema de manutenção em faixa está presente em ambas as versões do modelo.

O pacote de segurança e conectividade também possui os controles de estabilidade e tração, seis airbags, freios a disco nas quatro rodas, sistema de concierge e telemetria OnStar, assistência de recuperação veicular, ISOFIX para cadeirinhas infantis e vetorização de torque.

SUV estaciona sozinho

Um dos recursos mais legais disponíveis em ambas as versões do Chevrolet Equinox é o sistema de estacionamento semiautômomo. Com ele, você pode estacionar o SUV em vagas apertadas, tanto na rua quanto em shoppings. Para isso, basta apertar um botão no console e seguir as orientações no cluster principal.

Conforto e Experiência de uso

O Chevrolet Equinox é um dos SUVs mais confortáveis do mercado, sendo o que tem o melhor aproveitamento do espaço em seu segmento. Entretanto, algumas ressalvas merecem ser feitas.

O motor 1.5 turbo de 172cv e 27,8 kgf/m de torque dá ao Equinox uma boa tocada. Sem empolgar, mas também sem irritar. Talvez pelo porte do carro e pelo torque chegar a 2.000rpm, sentimos que falta um pouquinho de vigor em alguns momentos, sobretudo se compararmos com seus concorrentes.

Porte do Equinox impõe respeito e agrada até quem não gosta de SUVs (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Mas, é errado dizer que se trata de um carro fraco. O 0 a 100 km/h, ao menos na versão RS, é de bons 9,2 segundos, quase a mesma coisa do Compass e do Taos, por exemplo. O que muda é o comportamento dinâmico, e aí vai mais do gosto do motorista.

Como bom SUV americano, o Equinox privilegia o conforto, deixando a esportividade para outros modelos. Mesmo na versão RS, que tem ajuste de suspensão mais firme, a tocada é mais “molenga” na maioria das vezes. É bom deixar claro: não é um defeito do carro, mas sim uma característica. Sendo assim, ele pode não ser uma unanimidade com as mãos ao volante e pé no acelerador.

Unanimidade quando falamos do Equinox 2022 é o seu conforto. Com 4,65m de comprimento e excelentes 2,72m de entre eixos, ele sobra nesse departamento, passando uma sensação de espaço que lembrou muito de modelos maiores, como o Toyota RAV4 e o Chevrolet Trailblazer.

Motor é turbo, mas falta um pouquinho de potência (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

O consumo é outro ponto que poderia ser melhor, sobretudo se tratando de um carro exclusivamente a gasolina. Em nossos testes, O Equinox 2022 não passou de 8,5 km/l no uso urbano e 12,1 km/l na estrada. Um câmbio com mais marchas (o atual é de seis) poderia ajudar.

De modo geral, a experiência com o carro da Chevrolet é muito gratificante, principalmente para quem tem uma família grande. Mesmo sem ter um porta-malas gigantesco, seu formato agrada e o espaço interno nos faz esquecer completamente da palavra “aperto”.

Os itens de conforto do automóvel são compostos pelo sensor de chuva, sensor crepuscular, ar-condicionado automático e de duas zonas, retrovisor interno eletrocrômico, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, porta-malas com abertura elétrica (versão Premier), rebatimento elétrico dos retrovisores externos, freio de mão elétrico, farol alto automático e chave presencial.

Sobra espaço no Equinox 2022 (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

"O conforto e a tecnologia são os pontos fortes do Chevrolet Equinox"

— Felipe Ribeiro

Design e Acabamento

Um dos pontos em que o Chevrolet Equinox mais evoluiu foi no design. Esse “tapa” que a Chevrolet deu em seu SUV o tornou mais elegante e atraente, mas sem perder a identidade de carro familiar. O conjunto óptico é full LED e foi dividido, dando um ar mais agressivo e moderno.

Na traseira, tudo é bem parecido com a versão anterior, enquanto as rodas de liga leve com aro 19 são completamente novas. Na variante RS, elas receberam tratamento escurecido, bem como no restante da lataria. Já na Premier, há mais cromados.

Mudanças no design do Equinox foram bem-vindas (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

O acabamento, por sua vez, é semelhante ao do Chevrolet Cruze, ou seja, deixa a desejar. Há, sim, uma porção de soft touch no painel e portas, mas há também plástico duro com um revestimento que inibe um pouco a falta de requinte. Na comparação direta com o Compass, esse é um ponto em que ambos estão em prateleiras bem diferentes.

Há capricho no interior do Equinox, mas o acabamento poderia ter materiais melhores (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Concorrentes

Os concorrentes do Chevrolet Equinox são as referências do segmento de SUVs médios: Jeep Compass, Volkswagen Taos e Toyota Corolla Cross. Que custam entre R$ 170 mil e R$ 220 mil. Enquanto ainda estava em linha no Brasil, o Volkswagen Tiguan também duelava com o carro da GM, algo que ainda ocorre se levarmos em conta os seminovos.

Chevrolet Equinox 2022: Vale a pena?

Se o Chevrolet Equinox 2022 vale a pena? Vale e muito!

Se tivesse um portfólio maior, com opções mais em conta e, talvez, se fosse produzido no Brasil, certamente o Equinox custaria menos e seria, de fato, o carro perfeito para ser o anti-Compass.

Espaçoso, tecnológico e com desempenho justo, o Equinox conquista por vários aspectos e é um produto bem pensado, sobretudo para quem precisa de conforto e não abre mão de certos mimos que um carro desse porte oferece.

O Chevrolet Equinox 2022 pode ser adquirido em todo o Brasil em duas versões: Premier, por R$ 221.990; e RS, que sai por R$ 204.990.

No Canaltech, o Chevrolet Equinox foi avaliado em suas duas versões, graças a unidades gentilmente cedidas pela General Motors do Brasil.