As novidades do Windows 10: atualização gratuita, Cortana, hologramas e mais

Por Caio Carvalho | 21 de Janeiro de 2015 às 15h19
photo_camera Divulgação

Um novo capítulo na história do Windows está sendo anunciado na tarde desta quarta-feira (21). Em um evento em Redmond, nos Estados Unidos, a Microsoft revelou as primeiras novidades de seu novo sistema operacional, o Windows 10.

Terry Myerson, chefe da divisão Windows, iniciou a conferência destacando a importância dos usuários para a construção de uma plataforma inédita, e como o feedback dessas pessoas ajuda a companhia no desenvolvimento do software. O executivo também destacou a volta do Menu Iniciar e a introdução da assistente Cortana no desktop do novo sistema, assim como novos recursos voltados para a segurança em diversos dispositivos (notebooks, PCs, tablets e smarpthones).

De acordo com Myerson, 1,7 milhões de usuários participaram do programa Insiders que permitiu o download do Windows 10 Developer Preview, sendo que 800 mil feedbacks de mais de 200 mil tópicos do sistema foram colhidos pela empresa. Segundo engenheiros e profissionais da Microsoft, esse retorno "faz com o que o produto atinga o que é esperado" e, consequentemente, produtos melhores e mais personalizados para os consumidores.

Atualização gratuita

Windows 10

O primeiro grande anúncio sobre o Windows 10 é que o sistema será gratuito para quem já tem o Windows 7 ou Windows 8.1. A decisão vai impactar diretamente cerca de 1,5 bilhão de usuários de Windows em PCs, sendo que, dessa quantidade, 650 milhões são de Windows 7. A mudança também irá atingir donos de smartphones com Windows 8 ou Windows 8.1, que também vão receber a nova plataforma.

Essa atualização irá durar por apenas um ano a partir do lançamento do Windows 10, com updates garantidos durante a "vida útil" do sistema. Myerson explica que oferecer essa possibilidade aos usuários vai permitir "encontrar o próximo bilhão de pessoas que irão optar pelo Windows 10". Isso sem contar que a companhia está investindo em atualizações mais fluidas para aumentar a base de usuários para os desenvolvedores.

Menu Iniciar

Windows 10

O Menu Iniciar, removido no Windows 8, voltará agora na versão 10. Ele lembra o visual da função original, e ainda está localizado na parte inferior da tela. As diferenças ficam por conta de mais opções de personalização, como as famosas "pastilhas" do Win8 e um recurso que permite deixar o Menu em tela cheia. Além disso, as barras laterais (Charm Bar) possuem um centro de ações com atralhos para outras funcionalidades, incluindo notificações recentes dos aplicativos.

Cortana

O Windows 10 para computadores também ganhará uma versão da Cortana, até então exclusiva de aparelhos com Windows Phone. E não será apenas um simples port: a assistente será uma parte integral da nova plataforma, podendo ser ativada ou desligada a qualquer momento.

No evento, Joe Belfiore, vice-presidente corporativo de sistemas operacionais na Microsoft, demonstrou como a Cortana funcionará nos PCs. Ela pode fazer buscas tanto na internet quanto em arquivos, fotos e documentos que estejam na nuvem ou no próprio computador, agendar compromissos, iniciar ou pausar a reprodução de músicas e até enviar e-mails completos apenas usando comandos de voz. Por exemplo, para abrir o app Música, basta dizer "toque minha música", ou para silenciar a Cortana o usuário pode falar "Cortana, por favor fique quieta".

Quem acompanhou a Copa do Mundo deve lembrar que a assistente da Microsoft fez previsões certeiras sobre quais equipes ganhariam os jogos. E essa brincadeira também estará presente nos PCs. Belfiore fez uma demonstração ao perguntar à Cortana quem ganharia o Super Bowl, uma das maiores competições esportivas dos Estados Unidos. Isso sem contar que o software também pode fazer imitações, como o Yoda de Star Wars.

Obviamente, a Cortana será uma alternativa para efetuar buscas, uma vez que as pesquisas digitadas continuam no sistema. No entanto, o objetivo, segundo Belfiore, é torná-la "um membro da sua família sempre disposto a ajudar você a completar suas tarefas". De acordo com a Microsoft, a Cortana será liberada para usuários do WIndows 10 Developer Preview "nos próximos meses", e estará disponível em sete idiomas.

Tablets e smartphones

Windows 10

Desde que anunciou o Windows 10, a Microsoft deixou claro que esta será a versão mais integrada em diferentes aparelhos que utilizam o sistema, principalmente nos dispositivos móveis. Até então, as únicas demonstrações feitas nesses produtos foram em gadgets com telas acima das 8 polegadas. A empresa afirma que o novo Windows chegará em tablets e smartphones abaixo dessa categoria, mas que a demo voltada para esses aparelhos ainda está nos estágios iniciais de desenvolvimento.

Em todo o caso, Belfiore disse que a experiência para quem usa o Windows 10 no PC deve ser a mesma em um celular ou tablet. Exemplo disso é que as notificações vistas no dispositivo móvel podem ser vistas no computador, e vice-versa. Além disso, a tela de configurações está mais fluida e organizada, e o teclado pode "flutuar" em qualquer ponto do display.

Outra novidade para tablets e smartphones com Windows 10 é uma função parecida com a mecânica vista no Hangouts, do Google, e no iMessage, da Apple. Trata-se de uma integração do Skype com o sistema de mensagens do aparelho, permitindo que o usuário migre do programa de SMS para o Skype sem sair da tela atual. Haverá uma opção dedicada em cada app para fazer essa migração.

Office gratuito e apps universais

A próxima versão do sistema operacional da Microsoft terá apps universais, ou seja, que rodam em diferentes plataformas e se adequam a cada uma delas. Pensando na produtividade dos usuários, os primeiros recursos a se beneficiarem dessa novidade são os do pacote Office que, além de ser gratuita para dispositivos móveis, ganhou uma versão dedicada ao Windows Phone com foco na interface sensível ao toque dos aparelhos.

Segundo a empresa, Word, Excel e PowerPoint virão pré-instalados de fábrica em dispositivos com Windows Phone. Os comandos ficam organizados com base no mecanismo "Ribbon", que foi otimizado para facilitar o acesso às ferramentas. Tudo o que é possível fazer no PC poderá ser feito pelo celular, incluindo a possibilidade de transmitir slides para um telão através de um smartphone e até imprimir documentos via redes sem fio.

O que mais chamou atenção é que esses recursos funcionaram de maneira natural e sem travamentos. Por exemplo, ao abrir suas mensagens de e-mail, você pode deslizar o dedo para a esquerda e deletar, ou deslizar para a direita e sinalizar o e-mail. Ou ainda abrir apresentações em PowerPoint, que geralmente já são bem pesadas no computador, sem engasgos.

Outro aplicativo que ganhou atualizações é o One Drive, o serviço na nuvem da Microsoft. A partir do Windows 10, o One Drive irá sincronizar automaticamente todos os seus arquivos, documentos e fotos na nuvem. Dessa forma, uma nova função chamada "Coleções" poderá, entre outras tarefas, remover dados duplicados e até remover olhos vermelhos e outras marcações presentes nas suas imagens. Ele também vai permitir criar álbuns de forma simplificada. E como já anunciado, todo o conteúdo armazenado na nuvem terá integração com a assistente pessoal Cortana.

Project Spartan

O tão comentado browser que promete ser uma alternativa ao Internet Explorer está mesmo em desenvolvimento. Criado para acompanhar as mudanças rápidas que acontecem na web, o navegador ganhou um novo motor de renderização para tornar o acesso e o carregamento das páginas muito mais rápido. Ele também tem uma interface bem mais simples que a do IE.

Entre as funções apresentadas está um modo de anotações que, como o nome já diz, permite fazer marcações, rabiscos e até desenhos em cima do site acessado. Esse recurso é bem útil para aqueles que precisam capturar um print da página e destacar pontos necessários durante uma pesquisa, por exemplo. Qualquer parte da tela pode ser rabiscada ou marcada, e os usuários poderão utilizar uma caneta Stylus ou o próprio dedo para fazer os desenhos.

O Spartan também virá com um modo de leitura que formata as páginas da web e as transforma como se fosse um livro, eliminando todas as propagandas ou links indesejados para não atrapalhar a leitura. O browser também pode salvar as páginas para que você as leia quando tiver mais tempo, ou caso sua conexão com a internet esteja indisponível. Todo esse conteúdo também poderá ser compartilhado nas redes sociais.

Mais uma vez, a Cortana terá um papel importante de integração com o Spartan. Ela será capaz de obter informações úteis das coisas que você deseja pesquisar com base no seu histórico de buscar, e prover esses dados antes mesmo de você pedi-los. Por exemplo, você pode fazer buscas pelas condições do tempo e, enquanto digita, a Cortana já reconhece e fornece informações relacionadas. Outra situação é durante o agendamento de um voo. Ao pesquisar o nome de um restaurante, a Cortana exibe na tela um mapa de como chegar até lá e divulgar o cardápio e horário de funcionamento.

Por enquanto, o Spartan está em fase de testes, e estará disponível para os participantes do projeto Windows Insider nos próximos quatro meses antes do lançamento oficial.

Games

Windows 10

No campo do entretenimento, Phil Spencer, líder da divisão Xbox, disse que o Windows 10 terá bastante foco no mundo dos jogos eletrônicos, mas que essas experiências serão muito mais sociais do que nos consoles. Para tal, o Xbox ganhará um app dedicado para o novo sistema operacional que basicamente transfere as funções presentes no videogame para o PC ou smartphone, como acesso à lista de contatos, coleção de jogos, mensagens e conquistas. O aplicativo também traz suporte para comunicação por comandos de voz e compartilhamento de conteúdos nas redes sociais.

Quem gosta de fazer streamings de partidas também vai gostar do Windows 10, já que será possível transmitir jogatinas do Xbox One para um PC ou tablet rodando a plataforma. Basta apenas que ambos os dispositivos estejam conectados na mesma rede e acionar o comando "fazer streaming do seu Xbox One". Além disso, o usuário poderá gravar vídeos ou capturar telas de gameplay apenas pressionando as teclas Windows + G, que abrem uma janela de configurações para acessar essas imagens.

Spencer também destacou a importância do Directx 12 para a comunidade de desenvolvedores. Segundo o executivo, ele oferece maior controle do CPU e do chip gráfico e promete desempenho até 50% maior e consumo de bateria até 50% menor. Mais detalhes serão revelados em março durante a Game Developers Conference.

Surface Hub

De olho em tantas novidades do Windows 10, a Microsoft decidiu reuni-las em um único aparelho. Trata-se do Surface Hub, uma tela de 84 polegadas com resolução 4K com todas as funcionalidades do novo sistema adaptadas e integradas em sua arquitetura. O dispositivo, que tem foco em empresas com grandes salas de conferência, vem com alto-falantes, duas câmeras com sensores de profundidade (que detectam quando alguém se aproxima ou se afasta), NFC, caneta Stylus e conectividade wireless.

Windows Holographic e HoloLens

De olho no que o mercado de tecnologia promete trazer nos próximos anos, a Microsoft anunciou o WIndows Holographic, uma iniciativa que visa espalhar hologramas por todos os cantos. Basicamente, a empresa quer eliminar o uso de telas, vidros e outras superfícies presentes no nosso dia a dia e que são necessárias para realizar as tarefas que efetuamos nesses dispositivos. Segundo o brasileiro Alex Kipman, um dos cocriadores do Kinect, o produto tenta convergir a nossa realidade com os jogos digitais, mas ampliando suas possibilidades para outros campos.

Todo o processo é feito por meio dos óculos holográficos HoloLens, que lembram um gadget que une o Google Glass e o Oculus Rift. Eles vêm equipados com processador, chip gráfico e um componente descrito pela Microsoft como "processador holográfico". Além disso, o acessório não precisa de fios, nem de um smartphone para funcionar, e possuem uma interface própria chamada HoloStudio, que pode ser controlada usando as mãos em conjunto com o HoloLens.

No palco do evento, foi demonstrada a criação de um drone 3D usando apenas imagens holográficas, mas a empresa afirma que o potencial da tecnologia vai além: desde um manual de instruções digital de como consertar um cano quebrado, jogar Minecraft na sala de estar e até um passeio virtual pelo planeta Marte ao lado da sonda Curiosity, da NASA.

A base do Windows Holographic vem dos Apps Universais, e foi criada do zero para dar suporte aos desenvolvedores. Inclusive, Kipman convidou profissionais das equipes por trás do Oculus Rift, Google Glass e Magic Leap para apoiar o projeto e criarem novas aplicações para o sistema de hologramas da Microsoft. Ainda não há uma data para que esta tecnologia chegue ao mercado.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.