Os melhores editores de vídeo gratuitos

Não importa se é para compartilhar no WhatsApp ou iniciar sua carreira de influenciador no YouTube, uma boa edição de vídeo é uma tarefa que não precisa ser feita em ferramentas caríssimas, com computadores e programas dignos de um estúdio de Hollywood. Nós separamos aqui uma lista com as melhores opções para editar vídeo no seu notebook ou desktop, com programas que atendem desde o iniciante até produções profissionais.

Soluções pagas chegam a custar mais de R$ 1.000, caso do Apple Final Cut Pro, ou uma assinatura mensal – R$ 90/mês, no caso do Adobe Premiere Pro –, mas geralmente oferecem recursos que vão muito além das necessidades de um usuário doméstico. Por isso, vale experimentar as opções a seguir e ver qual atende o seu tipo de uso, afinal são todas grátis.

1. DaVinci Resolve

(Imagem: Divulgação/DaVinci Resolve)

Começando com a ferramenta mais poderosa da lista, o DaVinci Resolve é um programa profissional para edição de vídeos, correção de cores e pós-produção, com recursos para efeitos especiais e até edição de áudio. A versão gratuita deixa de lado opções mais avançadas como alguns filtros e efeitos, edição de vídeos 3D e trabalho colaborativo.

O DaVinci Resolve é desenvolvido pela BlackMagic, conhecida por outros softwares profissionais de vídeo e captura, e possui versões para Windows, Mac e Linux, além de compatibilidade com projetos do Final Cut Pro, Adobe Premiere e Avid Media Composer. Apesar de não ser o programa mais fácil de usar da lista, é o que oferece maior possibilidade de expandir sua técnica e suas produções.

Download: Windows | macOS | Linux

2. Lightworks

(Imagem: Divulgação/Lightworks)

Outro editor de nível profissional, o Lightworks está no mercado há mais de 25 anos, com serviços prestados para filmes de Hollywood como O Lobo de Wall Street, Pulp Fiction, O Discurso do Rei e muito mais. Melhor do que tudo isso, toda essa versatilidade está disponível para qualquer pessoa, basta fazer um cadastro no site do programa.

O Lightworks também possui versões para Windows, Mac e Linux, todos com o mesmo nível de recursos. A tela de edição segue o padrão da concorrência, com uma linha do tempo para edições não-lineares. Para iniciantes, o programa possui uma série de tutoriais. [https://www.lwks.com/tutorials] As principais restrições da versão gratuita estão nos formatos para exportar vídeos – como 4K e 3D – e compatibilidade com ferramentas e acessórios profissionais.

Download: Windows | macOS | Linux

3. VideoPad

(Imagem: Divulgação/VideoPad)

Para quem não precisa, ou não quer, uma solução profissional, o VideoPad pode ser uma ótima alternativa. Ideal para uso doméstico, o editor de vídeo inclui mais de 50 efeitos e transições, com modelos de fácil aplicação. Além disso, o programa permite exportar suas produções para o YouTube, ou então gravar no computador em formatos até 4K, com recursos para vídeos 3D e 360 graus.

O VideoPad pode ser uma alternativa interessante para quem deseja ir além do Windows Movie Maker, incluindo compatibilidade com formatos de vídeo mais modernos, mais recursos para editar áudio, e até uma ferramenta para reduzir as tremidas em vídeos gravados com o celular.

Download: Windows (para baixar a versão gratuita, clique em “download the free version here.”)

4. HitFilm Express

(Imagem: Divulgação/HitFilm)

Na linha do “pague quanto quiser”, o HitFilm Express é outro editor de vídeos gratuito que inclui recursos profissionais com um modo de uso acessível para todos os níveis. Para reduzir a quantidade de janelas e telas, o programa adota uma organização por abas, semelhante ao do seu navegador de internet, permitindo separar tarefas de acordo com o seu projeto.

O programa tem versões para Windows e Mac, e inclui diversos efeitos especiais, compatibilidade com os principais formatos de arquivo (incluindo os gravados no celular) além de uma curiosa coleção de tutoriais de uso, [https://fxhome.com/hitfilm-express/assemble] inspirados em superproduções do cinema.

Download: Windows | macOS

5. Movie Maker Online

(Imagem: Reprodução)

Para quem não quer, ou não pode, instalar um programa no computador, uma opção interessante é o Movie Maker Online. O editor de vídeo funciona direto no navegador de internet, podendo ser usado em um Chromebook, por exemplo.

Diferente de outras opções gratuitas na web, o Movie Maker Online não inclui uma marca d’água no vídeo criado, por outro lado, o modo de uso não é dos mais intuitivos para quem já tem alguma experiência com editores de vídeo, além da página exibir muitos anúncios e os arquivos gerados serem limitados a 10 minutos (ainda assim melhor que o serviço WeVideo, limitado a cinco minutos com inserção de marca d’água na conta grátis).

Acesse: Movie Maker Online

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.