Xiaomi deve surpreender e apresentar flagship “pequeno” com geração Xiaomi 12

Xiaomi deve surpreender e apresentar flagship “pequeno” com geração Xiaomi 12

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 12 de Novembro de 2021 às 11h26
HoiINDI

A Samsung tentou lá em 2019 trazer os celulares pequenos de volta ao mercado com o Galaxy S10e. A proposta não parece ter vingado, já que no ano seguinte não vimos uma nova geração para o modelo.

Mesmo assim, a Apple foi pelo mesmo caminho e lançou iPhones Mini por dois anos seguidos. Os resultados apontam que ela desistirá desse segmento também, mas a Xiaomi pode ser a próxima a ter um smartphone premium pequeno para conquistar esse público.

Segundo o insider Digital Chat Station, a Xiaomi prepara uma variante do mi 12, chamada Xiaomi 12 Youth Edition, para ser mais compacta que as outras. Ela deve oferecer tamanho de iPhone 13 para o mercado Android, com uma tela que chegaria a até 6,3 polegadas graças a um ótimo aproveitamento de tela.

(Imagem: Reprodução/MyDrivers)

Em termos de Xiaomi, um celular do tamanho do iPhone 13 seria realmente compacto, já que a empresa costuma apostar na maioria dos seus lançamentos em telas de 6,4 ou mais polegadas. E como nem todo produto do seu catálogo é um flagship, há menores cuidados estéticos e de construção que acabam trazendo bordas que afetam as dimensões finais dos dispositivos.

Além do mais, essa variante não traria um chip intermediário, mas um top de linha equivalente ao Snapdragon 870. É comum que variantes de flagships da chinesa apostem em hardware menos sofisticado nas suas diversas versões, mas, para essa, não seria o caso.

Sensor maior no Xiaomi 12

O Xiaomi 12 Youth Edition não tem data para ser anunciado, mas é sabido que a marca pode apenas estar aguardando a Qualcomm oficializar o Snapdragon 898 para oficializar o carro-chefe da linha. Depois disso, é natural que as variantes surjam.

O modelo principal, assim, deve ser anunciado em dezembro, com uma câmera primária de 50 megapixels de até 1/1,3 polegada. Apesar da quantidade de megapixels, a empresa pode adotar um sensor de tamanho menor em relação à geração anterior. E claro, os usuários podem esperar o “básico” de um celular premium: taxa de atualização de 120 Hz, recarga super rápida, e atenção aos detalhes de design.

Fonte: MyDrivers

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.