Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Snapdragon 8 Gen 3 pode ser mais caro de produzir que o antecessor

Por| Editado por Wallace Moté | 14 de Agosto de 2023 às 08h22

Link copiado!

Qualcomm/Divulgação
Qualcomm/Divulgação
Tudo sobre Qualcomm

Rumores sugerem que o Snapdragon 8 Gen 3, aguardado chipset premium da Qualcomm para celulares de 2024, deve ser ainda mais caro que o antecessor. Esse cenário estaria levando algumas fabricantes de smartphones a optar pelo processador avançado da atual geração, o Snapdragon 8 Gen 2, e até mesmo soluções rivais da MediaTek para tentar manter os custos sob controle.

As informações chegam através do leaker Digital Chat Station, que possui um histórico bastante preciso de vazamentos. Ele sugere que o Snapdragon 8 Gen 3 pode ser ainda mais caro de fabricar que o antecessor, apesar de não detalhar valores específicos. Acredita-se que, ao menos no período de lançamento, o Snapdragon 8 Gen 2 custava algo em torno de US$ 160 (~R$ 790) por unidade, preço já bem elevado que teria sido repassado para o consumidor.

Continua após a publicidade

Um novo aumento na próxima geração pode indicar que os aparelhos que realmente optarem pela novidade devem exigir um investimento maior dos usuários. Com isso em mente, algumas das companhias estariam pensando em alternativas, segundo relata Digital Chat Station. Ao que parece, topos de linha mais simples (pense em sucessores das versões básicas do Galaxy S23 ou Xiaomi 13) manteriam o Snapdragon 8 Gen 2.

Outra opção em estudo seria o uso de chips da MediaTek, principal rival da Qualcomm. Modelos não foram especificados, mas considerando que o Dimensity 9300 — esperado para ser o concorrente direto do Snapdragon 8 Gen 3 — parece estar em desenvolvimento utilizando um design bastante agressivo, empregando apenas núcleos de alto desempenho, é provável que também haja um custo alto de fabricação. Diante disso, o mais provável é que o Dimensity 9200 Plus, que compete com o 8 Gen 2, seja a principal escolha.

Acredita-se que o próximo chipset premium da Qualcomm seja produzido com a litografia N4P da classe de 4 nm da TSMC, o mesmo utilizado pela geração atual, o que torna o suposto aumento de preço curioso em um primeiro momento, levando em conta que processos de fabricação costumam ficar menos caros conforme ganham maturidade. Dito isso, é sabido que a TSMC tem repassado preços mais altos para os clientes, buscando incrementar sua receita, o que torna as informações de Digital Chat Station mais plausíveis.

Continua após a publicidade

Com lançamento esperado para o final de outubro, no Snapdragon Tech Summit 2023, o Snapdragon 8 Gen 3 deve apostar em um design mais ousado, conforme apontam outros rumores e vazamentos. Teríamos oito núcleos, dos quais a maior parte seria composta de núcleos de alta performance, com frequências de operação mais altas. As mudanças seriam suficientes para entregar ganhos de até 30%, como indicou um suposto teste vazado do Galaxy S24 Plus.

Fonte: Digital Chat Station (em chinês), via Android Authority