Publicidade

5 dicas para manter a segurança do celular no Carnaval

Por| 08 de Fevereiro de 2024 às 11h05

Link copiado!

Quinten de Graaf/Unsplash
Quinten de Graaf/Unsplash

O Carnaval está aí, e com ele também os riscos de furtos e roubos de celular durante a folia. Tirando proveito da aglomeração e do descuido alheio, bandidos podem levar seu aparelho e ter acesso a apps de banco, redes sociais e outras plataformas sensíveis que podem resultar em prejuízos pessoais e financeiros. Por isso, antes de sair para o Carnaval, confira as dicas abaixo para curtir a folia sem preocupação.

Dicas para manter seu celular seguro

Passe protetor solar, lembre-se de se hidratar bem e fique atento às dicas abaixo para evitar dor de cabeça no momento de diversão.

Continua após a publicidade

1. Use senhas e biometria

Essa aqui é uma dica básica para o dia a dia: use senha no seu celular. Não importa se PIN, desenho ou biometria, este é o recurso mais básico de segurança nos aparelhos hoje em dia e pode literalmente ser determinante na hora de evitar que alguém tenha acesso indevido ao seu dispositivo. A dica inclui adotar senhas complexas e não repetir senhas — quem sabe adotar um bom gerenciador de senha para manter tudo mais seguro e centralizado.

2. Bloqueie e esconda apps

Alguém roubou seu celular e ele estava com a tela desbloqueada: eis o prenúncio do caos. Para evitar isso, aqui vão duas dicas em uma: reduza o tempo de bloqueio de tela no Android e no iPhone e considere proteger com senha apps instalados no seu aparelho.

Continua após a publicidade

Isso diminui a janela de tempo para que um bandido tenha acesso às suas coisas caso pegue o celular desbloqueado. Outra dica bem importante é esconder os apps de banco antes de ir para a folia e evitar que gente não autorizada os encontre em seu dispositivo.

3. Reduza funções na tela bloqueada

Por vezes, bandidos ativam o modo avião de um celular para impedir que ele seja localizado após o roubo. Assim, a dica aqui é reduzir a quantidade de opções acessíveis a partir da tela bloqueada. Com isso, o ladrão tem menos chance de desativar as conexões do seu aparelho, o que aumenta a chance de encontrá-lo depois.

Continua após a publicidade

4. Limite transferências bancárias e compras com cartão

Apps de banco e cartões de crédito permitem que você defina um limite diário e por transferências no Pix, além dos clássicos limites de compras no cartão. Então, uma boa dica é alterar esses limites de pagamentos via Pix para evitar problemas em caso de roubo e também não deixar o seu cartão de crédito com um limite alto para compra — e, claro, se precisar alterar o limite enquanto estiver na folia, procure um lugar seguro para mexer no celular.

5. Tenha informações anotadas em casa

Antes de sair, confira o IMEI do seu celular e deixe-o anotado. Esse código permite que você bloqueie o celular em caso de roubo, perda ou furto e, no fim das contas, contribui para desencorajar novos roubos. Além disso, vale a pena instalar o aplicativo Celular Seguro para criar uma camada extra de proteção caso você precise bloquear o aparelho depois de algum transtorno.

Continua após a publicidade

Meu celular foi roubado e agora?

Agir rapidamente após o roubo ajuda a minimizar os problemas, então tenha sempre isso em mente. Tomando as dicas acima antes de sair de casa provavelmente vai ajudar você a reduzir a ação do bandido, mas é sempre essencial fazer um boletim de ocorrência, deslogar de suas contas nas redes sociais e bloquear o aparelho — confira um guia completo sobre o que fazer caso o seu celular seja roubado.