Onda de calor: dá para saber se estou hidratado pela cor da urina?

Por| Editado por Luciana Zaramela | 18 de Novembro de 2023 às 13h30

Link copiado!

Giorgio Trovato/Unsplash
Giorgio Trovato/Unsplash

Ainda faltando mais de um mês para o verão, diversas regiões do Brasil seguem sofrendo com ondas de calor, que ocorrem por conta de fenômenos climáticos como bolhas de calor e efeitos do El Niño. Nessas condições, é muito importante manter o corpo bem hidratado, já que suamos muito e podemos acabar desidratando. Para saber se precisamos tomar mais água, há um truque simples — verificando a cor da sua urina.

Segundo Cristina Milagre, cardiologista e médica do esporte no Hospital do Coração, uma das principais consequências do calor excessivo é a exaustão térmica. Nosso corpo tem um sistema de termorregulação, que, quando está muito quente, ainda funciona, mas não na velocidade que precisamos. Com isso, começamos a apresentar alguns sintomas.

Calor e hidratação

Continua após a publicidade

De acordo com a cardiologista, o calor em excesso pode gerar os seguintes sintomas:

  • Fadiga extrema;
  • Tontura;
  • Náuseas e vômitos;
  • Desmaios;
  • Pulso fraco e rápido.

Para os pacientes de doenças cardíacas, como a hipertensão arterial e a insuficiência cardíaca, os problemas podem ser mais sérios. Segundo Milagre, todo paciente cardíaco pode sofrer com descompensação do corpo. Isso significa que, quando a pressão cai, a frequência cardíaca aumenta em um esforço para deixar o corpo funcionando, forçando mais o coração. Isso pode resultar em danos no sistema cardiovascular.

Continua após a publicidade

A importância de se cuidar nessas situações é grande, sob o risco do sistema de termorregulação do corpo falhar. Quando a temperatura do corpo fica acima de 40 ºC, diz a médica, podemos começar a ter confusão mental, desorientação e perda de consciência, o que pode evoluir, em casos mais graves, para um estado de coma ou até mesmo para o óbito.

Qual a cor ideal da urina?

Existem recomendações importantes para vencer o calor e evitar complicações. As principais são manter o corpo bem hidratado, preferir roupas leves e deixar as atividades físicas para o começo da manhã ou final do dia, quando não está tão quente.

Para checar a hidratação, simplesmente olhamos para a urina: ela tem que estar incolor, transparente. Caso esteja amarela, isso quer dizer que falta água no corpo, e que você deve se hidratar melhor. A dica é andar por aí com uma garrafinha de água a tiracolo, seja no trabalho, na escola, no transporte ou na rua.

Continua após a publicidade

A cardiologista ainda indica o consumo de alimentos leves, o que inclui saladas, frutas e legumes, e evitar bebidas alcoólicas. Embora deem a impressão de que refrescam e ajudam a combater o calor, o álcool pode acabar favorecendo a perda de água do corpo, o que precisamente estamos tentando evitar em meio ao calor.